Milhares de manifestantes em Paris contra a subida do IVA

foto: Roman Bonnefoy / wikimedia

foto: Roman Bonnefoy / wikimedia

A plataforma francesa Frente de Esquerda apelou hoje à “revolução fiscal” durante uma manifestação em que participaram milhares de pessoas em protesto contra a subida do IVA prevista para Janeiro.

De acordo com a organização do protesto, estavam na manifestação cerca de 100 mil pessoas apesar de as autoridades terem afirmado aos jornalistas que estavam presentes apenas sete mil manifestantes.

O protesto decorreu frente ao Ministério da Economia em Paris, considerado pelos manifestantes como um “símbolo de uma política que favorece a alta finança em detrimento dos assalariados e da maior parte da população”.

“Longe de estar a corrigir as desigualdades, o sistema fiscal protege os privilegiados e agrava os abusos das finanças”, disse o líder da plataforma, Jean-Luc Mélenchon, no discurso de encerramento da concentração.

O objetivo principal das críticas, considerado como o exemplo “mais escandaloso”, foi o aumento do IVA que o Executivo francês prevê aplicar a partir do início do próximo ano.

“Não ao imposto do ‘antigo regime'”, afirmou Mélenchon que propôs uma reforma fiscal “feita pelo povo, em que todos pagam, mas em função das suas possibilidades”.

O governo, através do aumento do IVA prevê conseguir seis mil milhões de euros durante o ano de 2014, assim como “aliviar” os custos laborais em cerca de 10 mil milhões durante o mesmo período.

“O problema no nosso país não é o custo do trabalho mas sim o capital”, criticou Mélenchon sublinhando que o “inimigo não é o imigrante nem o trabalhador, mas sim a alta finança francesa e global que mancha tudo o que toca”.

O primeiro-ministro, Jean-Marc Ayrault, termina durante a próxima semana as consultas a sindicatos e entidades patronais para concluir a reforma criticada pelos movimentos e partidos de esquerda em França.

O protesto de Paris soma-se a outras manifestações que decorreram durante o fim de semana de que se destaca a marcha lenta dos camionistas em 15 regiões do país contra a “ecotaxa”, um imposto que vai afectar, pelo menos a partir de 2015, os proprietários de camiões que circulem em estradas que não estão sujeitas a portagens.

Na manifestação de Paris, o dirigente de esquerda Jean-Luc Mélenchon reforçou a ideia de que os protestos não têm como finalidade “interesses particulares” mas a defesa do “interesse geral” e que é preciso deixar bem claro que a França “já não aguenta que todos os esforços recaiam sobre as classes mais desfavorecidas”.

Em pleno clima de tensão política, oito em cada dez franceses dizem que esperam uma “explosão social” de acordo com uma sondagem do instituto Ifop, difundida hoje pelo jornal Dimanche Ouest-France.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Já vimos este filme". Catarina Martins receia austeridade pós-bazuca (e está preocupada com a TAP)

A coordenadora do Bloco de Esquerda disse temer a austeridade que possa surgir após a prometida bazuca de fundos europeus e confessou estar “muito preocupada” com a TAP. Em entrevista à TVI na noite de segunda-feira, …

Portugal continental atinge 4 milhões de doses administradas. Processo está a ser mais rápido do que o previsto

Portugal Continental vai atingir esta terça-feira as quatro milhões de doses de vacinas administradas. Segundo a task force, o processo está a acontecer mais rapidamente do que o previsto. De acordo com um fonte da task …

Descoberta nova espécie de tartaruga que viveu no final do Cretáceo

Em 2015, paleontólogos descobriram em Madagáscar um fóssil excecionalmente bem preservado, que agora se confirma ser de uma nova espécie de tartaruga, que remonta ao final do Cretáceo. A antiga tartaruga era uma espécie de água …

Pelo menos onze mortos na sequência de um tiroteio numa escola da Rússia

Dois indivíduos não identificados efetuaram esta terça-feira disparos numa escola na cidade de Kazan, no centro da Rússia, informaram agências de notícias, que citam fontes oficiais. Pelo menos onze pessoas morreram, avança a AFP, que cita …

Pedido de insolvência da Groundforce não implica despedimentos. Mas salários de maio estão em risco

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) recebeu a garantia do Governo de que não vão acontecer despedimentos na Groundforce depois de a TAP ter avançado com um pedido de insolvência da empresa. "Foi-nos …

#Estrumegate. Matos Fernandes admite "linguagem desajustada", mas Galamba continua debaixo de fogo

O ministro do Ambiente admitiu esta segunda-feira que o seu secretário de Estado adjunto e da Energia usou "linguagem desajustada" para criticar um programa de informação, mas considerou que o próprio João Galamba o …

Reforma das Forças Armadas. Cravinho critica “manobras escusas” de “agremiação”

O ministro da Defesa acusou esta segunda-feira ex-chefes militares de “manobras escusas” para “perpetuar a influência” nas Forças Armadas, declarando não se intimidar em relação às reformas legislativas em curso, mantendo a expetativa da aprovação …

Cientistas treinaram abelhas para detetar covid-19 em poucos segundos

Cientistas holandeses têm estado, nos últimos tempos, a treinar abelhas para serem capazes de detetar casos de covid-19. De acordo com o comunicado da Universidade de Wageningen, nos Países Baixos, que trabalhou com a start-up InsectSense, …

EUA autorizam vacina da Pfizer entre 12 e 15 anos. Imunização pode arrancar esta quinta-feira

A Food and Drug Administration (FDA) autorizou a administração da vacina contra a covid-19 da Pfizer a crianças de 12 a 15 anos. A imunização de jovens pode arrancar já esta quinta-feira. Agora que a Food …

Rio critica estratégia de “ostracizar” extrema-direita (e prefere traçar “linhas vermelhas”)

O presidente do PSD, Rui Rio, criticou nesta segunda-feira a estratégia que considera estar a ser seguida na Europa de “ostracizar” a extrema-direita, admitindo ser preferível aceitar o apoio desses partidos, mas sem “nunca permitir …