Midtjylland 3-2 Braga | Penálti nos descontos adia apuramento

Claus Fisker / EPA

O Sporting de Braga esteve a minutos de garantir a qualificação para os 16 avos-de-final da Liga Europa, estando empatado 2-2 na visita ao Midtjylland, mas um penálti cometido por Diogo Leite nos descontos deu o triunfo aos dinamarqueses, por 3-2.

Num jogo muito complicado, no qual os portugueses terminaram com números superiores em praticamente tudo, menos nos remates enquadrados e Expected Goals (xG), Ricardo Horta e Galeno fizeram os tentos portugueses, mas a equipa lusa permitiu muitos lances de perigo nas poucas investidas contrárias e acabou penalizada.

O Braga mostrou bons argumentos na primeiro tempo, apesar de ter sofrido um golo logo aos dois minutos, na sequência de um lançamento, da autoria do central Erik Sviatchenko, no único remate enquadrado que os anfitriões realizaram na primeira parte. Os minhotos foram mais impositivos, remataram mais, tiveram mais bola e foram mais competentes no passe, mas pecaram na constrição de lances na área contrária, o que limitou as suas oportunidades de golo. Ricardo Horta empatou aos 43 minutos, num remate cruzado, e lançou as decisões para a segunda parte.

A formação lusa continuou a ter mais bola e a dominar os acontecimentos, mas longe de controlar o seu adversário, que se recolocou na frente outra vez nos momentos imediatamente após o apito inicial, por Gustav Isaksen, e os dinamarqueses nunca deixaram de ser muito perigosos no contra-ataque, acertando mesmo na barra por Isaksen, após um brilhante lance individual.

Galeno, aos 85 minutos, arrancou um daqueles pontapés do lado esquerdo, de pé direito, muito colocados, para fazer o 2-2. Porém, nos descontos, Diogo Leite fez penálti sobre Victor Lind e Evander consumou o 3-2 final. Os da casa foram mais perigosos e ao Braga de nada valeu ter tido números superiores em quase tudo o resto. Os minhotos são segundos, com nove pontos, menos um que o Crvena zvezda, equipa que terá de bater na Pedreira na derradeira jornada para evitar dissabores.

Destaques do Braga

Ricardo Horta 6.8 – O melhor do Braga. O atacante fez um golo, num belo remate enquadrado, e três passes para finalização, e falhou apenas dois de 33 passes (94% de eficácia).

Galeno 6.5  – Mais um grande golo do brasileiro, uma das figuras do Braga nesta Liga Europa. Galeno acertou ainda uma vez no ferro e tentou seis vezes o drible, embora com sucesso somente em duas.

Resumo

  // GoalPoint

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.