Merkel e Macron dispostos a alterar tratados europeus

Carsten Koall / EPA

O novo Presidente francês, Emmanuel Macron, com a chanceler alemã, Angela Merkel, numa visita a Berlim

O novo Presidente francês, Emmanuel Macron, com a chanceler alemã, Angela Merkel, numa visita a Berlim

A chanceler alemã e o Presidente francês admitiram, em Berlim, uma possível alteração dos tratados europeus, na primeira visita ao exterior do novo chefe de Estado gaulês, um dia depois da sua tomada de posse.

“Do ponto de vista alemão, é possível alterar os tratados se isso fizer sentido“, declarou Angela Merkel, enquanto o chefe de Estado francês sublinhava, ao seu lado, que não mantém “qualquer tabu” em relação a essa ideia, também destinada a reformar o funcionamento da zona euro.

Num encontro onde sobressaiu a consonância de posições, Merkel considerou que uma Europa em progresso depende de uma “França forte”, enquanto Emmanuel Macron apelava a uma “refundação histórica” do projeto europeu e prometia “reformas económicas” para reduzir o desemprego.

Merkel aludiu a um “roteiro” que poderá introduzir reformas na União Europeia e na zona euro, e Macron sublinhou a necessidade de promover “profundas reformas que são necessárias e necessitam de um trabalho em comum”.

No decurso de uma conferência de imprensa conjunta, os dois estadistas pugnaram ainda por um “novo dinamismo” na relação franco-alemã, com Macron a assinalar que se opõe a uma mutualização das dívidas “do passado” na zona euro.

O Presidente francês insistiu na “refundação histórica” da Europa face à emergência dos populismos e ao risco de desintegração.

A reação a estes fenómenos apenas pode ser efetuado “com uma refundação histórica” da Europa, designadamente através de reformas em França mas ainda um “trabalho de convicção” de Angela Merkel face à sua população, observou ainda Macron.

O novo chefe de Estado francês acrescentou que a sua vitória eleitoral foi possível porque conseguiu “transmitir entusiasmo” e sublinhou que a sua obrigação imediata consiste em “responder a esse entusiasmo” e demonstrar que “esta Europa funciona”.

Merkel também destacou na sua intervenção a “relação especial” entre os dois países – confirmada por este já tradicional encontro dos líderes do eixo franco-alemão após uma nova tomada de posse – e valorizou diversas propostas de Macron.

A líder conservadora germânica aludiu à possibilidade de incluir um critério de reciprocidade nos acordos comercias, destinados à proteção de produtos europeus face aos provenientes de países terceiros que não cumpram as normas estabelecidas, e concordou na necessidade em melhorar a proteção comum para os investimentos e avançar na integração da zona euro, apesar de não ter pormenorizado.

“Nem sempre estamos de acordo”, reconheceu Merkel sobre o funcionamento do eixo franco-alemão, mas mostrou-se convencida da “simbiose” de posições entre Berlim e Paris, sempre “algo de bom, não apenas para os dois países, mas também para toda a Europa”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …

PSP pôs fim à festa do título na Avenida dos Aliados. Um polícia ficou ferido

Na parte final dos festejos portistas, já durante a madrugada, nos Aliados, o Corpo de Intervenção da PSP do Porto foi obrigada a intervir contra um grupo de adeptos. Ninguém foi detido, mas um agente …

PJ detém cinco pessoas por esquema fraudulento com tratamentos para a covid-19

Cinco profissionais ligados ao ramo da saúde foram detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ) numa operação que envolveu buscas a clínicas médicas, residências e empresas e que investiga crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação …

Suárez aborda eventual saída de Messi. "Saberá do que precisa"

O futebolista Luis Suárez comentou a possível saída do seu companheiro de equipa Lionel Messi do Barcelona. "Saberá do que precisa", disse o internacional uruguaio, frisando que não consegue ver o astro argentino noutra equipa. …

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …