Mergulhador desenvolveu uma técnica para hipnotizar tubarões

d.r. Riccardo Sturla Avogadri

-

Um mergulhador italiano afirma ter descoberto uma técnica simples para conseguir “hipnotizar” tubarões.

Riccardo Sturla Avogadri é o corajoso mergulhador que diz ter encontrado uma forma de colocar os tubarões em “transe”, conta a BBC.

Segundo o italiano, o primeiro passo para imobilizar um tubarão começa por atrai-lo, algo que pode ser feito com recurso a algum barulho, comida ou produtos químicos.

De seguida, quando o tubarão se aproxima, passa-se à tarefa quase impossível de o colocar em modo de relaxamento. Avogadri coloca as mãos numa posição específica que faz com que estes animais pensem que os seus dedos são peixes.

“Faço com que o tubarão tente morder as minhas mãos. Essa é a parte mais difícil e também a mais perigosa, visto que se for muito rápido o tubarão vai embora e se for muito devagar ele morde”, explicou o mergulhador no Outlook, um programa de rádio da estação britânica.

O italiano contou ainda que esta é uma técnica sempre feita com a utilização de um fato de mergulho especial, feito à base de aço, que impossibilita que os dentes do tubarão perfurem a sua pele.

Segundo Avogadri, antes de morder, o animal abre a boca para deixar a água entrar e obter oxigénio através das guelras. É no preciso momento em que o tubarão fecha a boca que o mergulhador ‘ataca’.

“Eu consigo imobilizar o tubarão quando está com a boca fechada. Nesse momento, o animal não está a respirar e, por isso, coloco a mão no nariz e faço uma espécie de massagem”, conta.

É essa massagem que permite mudar o comportamento do tubarão, uma vez que estimula um órgão sensorial chamado de ampola de Lorenzini.

“Os tubarões gostam de sentir os movimentos circulares. (…) Tentam fugir durante uns cinco ou seis segundos, mas quando sentem essa sensação percebem que não há perigo e muitas vezes param”.

Por fim, o mergulhador diz que começa a retirar as parasitas presentes na pele do animal e que esse pode também ser um fator que cria alguma relação de empatia.

“O animal pode ir embora, mas como percebe que fiz uma coisa boa, acaba por voltar – talvez pense que sou uma espécie de ‘estação de limpeza'”, sugere.

O italiano admite que não é possível aplicar esta técnica com todos os tubarões mas garante que, para já, não teve ainda nenhum acidente grave.

“Às vezes estou no meio de um grupo de 20 tubarões e tenho de perceber quais são os mais confiantes. Quando consigo encontrar um bom tubarão, tento atraí-lo”.

Esta tem sido uma boa técnica para impressionar turistas mas o mergulhador acredita que esta é também uma solução para que investigadores e cientistas possam examinar estes animais, sem ser preciso passar por todo o stress provocado por uma captura.

ZAP / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Dez rinocerontes brancos assassinados por caçadores furtivos em reserva queniana

Dez rinocerontes brancos foram assassinados por caçadores furtivos na reserva queniana de Lewa, no condado de Neru, segundo um comunicado publicado na segunda-feira pelo parque. Os caçadores furtivos atacaram na noite do passado sábado a reserva …

Inscrições nas pinturas rupestres de Foz Côa custam 125 mil euros a ciclistas

O Ministério Público (MP) deduziu acusação contra dois indivíduos que fizeram várias inscrições numa rocha do Parque Arqueológico do Vale do Côa classificado como Património Mundial pela UNESCO. O caso aconteceu durante um passeio de BTT …

Governo lança em 2020 campanha de sensibilização para o consumo de "informação séria"

O Governo anunciou na segunda-feira o lançamento, no início de 2020, de uma campanha de sensibilização que visa a convivência democrática entre uma "comunicação social livre e uma população formada e capaz de exigir e …

Novo Star Wars pode causar ataques epilépticos

A Walt Disney Studios e Epilepsy Foundation publicaram na sexta-feira passada um aviso a dar conta de que Star Wars: Rise of Skywalker contém "várias sequências de imagens com luzes intermitentes que podem afetar quem …

Arqueólogos ativaram (acidentalmente) as "bombas de mau cheiro" mais antigas do mundo

Arqueólogos do Reino Unido lançaram acidentalmente as "bombas de cheiro mais antigas do mundo" quando descobriram ovos de galinha com cerca de 1.700 anos. Durante o longo trabalho de escavação na cidade de Aylesbury, no condado …

Timor atribui nacionalidade a Max Stahl. Jornalista é reconhecido por luta pela libertação do país

O Parlamento Nacional timorense deliberou esta terça-feira, por unanimidade, atribuir a nacionalidade ao jornalista britânico Max Stahl, que filmou o massacre de Santa Cruz, em reconhecimento pelo seu papel na luta pela libertação de Timor-Leste. "É …

Benfica 3 - 0 Zenit | “Pizzão” aos russos vale Liga Europa

O Benfica garantiu o apuramento para a Liga Europa. A formação “encarnada” precisava de um enquadramento especial de resultados e tal acabou por acontecer. O Lyon empatou em casa com o Leipzig, enquanto a formação portuguesa …

Aldeia francesa proíbe habitantes de "morrer em suas casas aos sábados, domingos e feriados"

A presidente da junta de La Gresle, Isabelle Dugelet, assinou um decreto improvável que impede que os habitantes da aldeia francesa de morrer em casa aos fins de semana e feriados. "É proibido que os habitantes …

Lisboa-Porto por cinco euros. CP oferece 80% de desconto no Natal

A CP - Comboios de Portugal está a oferecer descontos de 80% em mais de 4.500 viagens de comboio até 15 de janeiro. Quem viajar de comboio no período de Natal e Ano Novo terá …

Transformer da vida real. Aquanaut é o robô que se transforma em submarino debaixo de água

https://vimeo.com/378556715 Um transformer da vida real: o novo robô autónomo Aquanaut consegue mudar de fisionomia num abrir e fechar de olhos. Num momento assume uma forma humanóide, semelhante a uma sereia, e no outro uma forma …