MEO dá 800 euros a trabalhadores que aceitem mudar para nova empresa

André Kosters / Lusa

Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal

Apesar da resistência de quase dois mil trabalhadores da MEO, a Altice Portugal mantém os planos de arrancar com uma nova empresa de serviços técnicos no início de outubro.

Para convencer os funcionários que integram a atual direção de serviços operacionais (a DOI) a transferirem-se para a nova entidade, a MEO Serviços Técnicos (MEO ST), a Altice está a oferecer-lhes um “incentivo” de 800 euros.

De acordo com o Público, o pagamento deste valor, que será feito na MEO ST, no mês de outubro, implica que cada trabalhador decida até à primeira semana de setembro se assina o acordo de cedência ocasional que permitirá a sua passagem da MEO (a MEO SA) para a nova empresa.

Fonte oficial da empresa liderada por Alexandre Fonseca definiu a criação desta nova unidade – que se ocupará da gestão integral das redes de comunicações e que vai prestar serviços a terceiros – como “um elemento chave” para a Altice, porque “responde à ambição de uma qualidade de serviço ainda maior e de satisfação das necessidades do mercado”.

A mesma fonte confirmou que “cada colaborador terá direito a um incentivo de integração, cujo valor é substancial” e que este estava “previsto desde o início deste projeto”. Os trabalhadores manterão todos os direitos – remunerações, tempo de serviço e planos de saúde -, as mesmas funções e local de trabalho.

Neste momento a Altice está a procurar a aceitação das cerca de 140 chefias da DOI em todo o país, esperando que estas influenciem depois os restantes trabalhadores a assinar os acordos de cedência ocasional. Todos os trabalhadores serão consultados nas próximas semanas e todo o processo deverá estar concluído até 15 de setembro.

Este regime que a empresa escolheu para transferir os técnicos para a nova empresa implica a adesão voluntária dos trabalhadores.

Apesar das garantias, o “projeto” continua a suscitar reservas aos trabalhadores, tantas que o prazo inicialmente comunicado internamente para a entrada em funcionamento da nova empresa teve de ser adiado.

Quem quiser permanecer na MEO SA terá de se sujeitar às novas funções que a empresa lhe quiser atribuir. Por outro lado, quem decidir ir para a MEO ST e quiser pôr fim ao acordo de cedência e regressar à casa-mãe sabe que será confrontado com idêntica situação.

Entre os vários sindicatos que representam os trabalhadores da MEO, o Tensiq continua a questionar “as vantagens da cisão da área de operações da MEO”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …