Mélenchon será candidato às legislativas para combater Macron

Christophe Petit Tesson / EPA

O candidato da 'La France insoumise', Jean-Luc Melenchon, não deu indicações de voto ao seu eleitorado

O candidato da ‘La France insoumise’, Jean-Luc Melenchon

O líder da extrema-esquerda francesa anunciou, esta quarta-feira, que será candidato nas eleições legislativas de junho e que a sua intenção é “combater implacavelmente” o Presidente eleito, o centrista Emmanuel Macron.

“Temos um programa e estamos dispostos a governar”, disse Jean-Luc Mélenchon, líder da plataforma “A França Insubmissa”, numa entrevista à RMC e à BFMTV.

Em linha com a sua posição desde que a 23 de abril foi eliminado da segunda volta das presidenciais, ao ficar em quarta posição com 19,58% dos votos, Mélenchon não quis dizer se no domingo votou ou não em Macron.

Limitou-se a recordar que votou, e que pediu aos seus apoiantes na primeira volta que não votassem na candidata de extrema-direita, Marine Le Pen, na segunda.

O candidato criticou Macron pela “imagem monárquica que quis dar” ao celebrar a vitória de domingo na Esplanada do Louvre, antigo palácio real, e defendeu que será “melhor que não se ponha em prática” o programa do Presidente eleito.

Mélenchon afirmou ser “bastante provável” que venha a apresentar a sua candidatura numa das circunscrições de Marselha, cidade em que terminou na primeira posição na primeira volta das presidenciais, com 24,82% dos votos, à frente de Le Pen (23,66%) e de Macron (20,44%).

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.