Médicos ingleses vão recomendar mel (em vez de antibióticos) contra a tosse

O mel deverá vir a ser recomendado pelos médicos ingleses para o tratamento da tosse, uma alteração no contexto das diretrizes que têm em vista a diminuição do uso de antibióticos.

De acordo com as diretrizes propostas pelo Instituto Nacional de Excelência Clínica e de Saúde (NICE), os médicos britânicos não devem enviar os doentes com tosse para a farmácia, mas sim para a cozinha, para que tomem uma colher de mel.

Ou seja, os antibióticos não devem ser recomendados como tratamentos de primeira linha para a tosse porque, na maioria dos casos, estes não ajudam a combater os sintomas causados pelo frio, gripe ou bronquite.

As novas recomendações do sistema de saúde são dirigidas especificamente aos médicos, com o intuito de minimizar o uso indiscriminado de antibióticos – que tem como efeito colateral a proliferação de “superbactérias”, cada vez mais resistentes a esses medicamentos.

“Para um paciente com nariz entupido, garganta dorida e tosse, os antibióticos não são necessários. A tosse deve passar no intervalo de duas a três semanas”, explica em comunicado a médica Tessa Lewis, representante do NICE, organização que emite recomendações ao sistema público de saúde do país (NHS).

O mesmo comunicado explica que já existem algumas evidências de que o mel e remédios que contêm pelargonium, guaifenesina e dextromertorfano ajudam a aliviar os sintomas da tosse.

Aliás, existem diferentes estudos que já avaliaram o desempenho do mel no combate à tosse. Um deles, publicado em 2007 na revista científica Jama Pediatrics, avaliou, entre outras coisas, o seu impacto em 105 crianças e jovens entre os dois e os 18 anos, com infecções do trato respiratório superior. Na maioria dos casos, os pais entrevistados avaliaram o mel como um dos tratamentos mais eficientes contra a tosse e a consequente dificuldade das crianças em dormir.

Em 2001, um documento da Organização Mundial da Saúde (OMS) também concluiu que o chá de limão e mel tende a aliviar sintomas de tosse em crianças, mas deve ser evitado em bebés pequenos – o risco, nos que têm menos de um ano, é de infeção por uma bactéria do mel que pode causar botulismo infantil. Também não são recomendados chás a bebés pequenos que ainda estão a ser amamentados ou pastilhas contra a tosse em crianças pequenas por causa do risco de se engasgarem.

E se a tosse piorar?

A recomendação emitida pelo NICE e pelo Public Health England (PHE) sugere tratar a tosse com mel e medicamentos isentos de prescrição e esperar que os sintomas diminuam.

No entanto, “se a tosse piorar e a pessoa se sentir muito indisposta ou sem ar, deve procurar um médico“, afirma Lewis.

Além disso, podem ser necessários antibióticos caso a tosse seja sintoma de uma doença mais grave ou quando o paciente está sob risco de desenvolver complicações mais severas como, por exemplo, pacientes com doenças crónicas ou com o sistema imunitário debilitado.

Mas, na maioria dos casos, as tosses são causadas por vírus, que não são tratáveis por antibióticos e costumam ser curados naturalmente pelo organismo.

O NICE levantou estas recomendações porque, apesar disso, pesquisas recentes identificaram que 48% dos médicos britânicos prescreviam antibióticos indiscriminadamente para tosses ou bronquites.

“A resistência aos antibióticos é um grande problema, por isso, precisamos de agir para reduzir o uso destes medicamentos”, disse em comunicado a médica Susan Hopkins, vice-diretora da PHE.

ZAP // BBC / Bom Dia

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. excepto casos excepcionais, na realidade e em pessoas saudáveis o nosso corpo tem tudo para combater uma gripe, aliás a subida da temperatura que hoje em dia é combatida logo com paracetamol etc é um erro pq esta sobe exactamente para matar o virus.

    como tal, descanso, mel, leite e sumo de limão bem como canja de galinha do campo é tudo o que o corpo necessita para recuperar.

  2. En España los médicos de família de Atención Primária sigeun un protocolo de intervención terapêutica – fluxograma terapêutico

  3. Quem receitou antibióticos para combater tosse, deviam ser banidos da prática de medicina. Cambada de incompetentes.

    Comentador Ovigia disse tudo.

  4. Eu também faço isso há muitos anos. E não é apenas para a tosse. Uso mel para tudo. Para as dores de cabeça, problemas de stress, dores de garganta,… Mas no meu caso junto-lhe sempre meia garrafa de aguardente. É um espetáculo!

  5. Não mais que algumas décadas as doenças eram tratadas com muito mais segurança sem necessidade de esperar em filas
    ou longas esperas ate ser atendidos. E na demora obvio a doença sempre piora. O que fazer né os doutorzinhos reclamaram a falta de clientes e a cura com automedicação veio ser proibida! Afinal quem consegue ficar em paz com os Lucifer e seus seguidores no poder!

  6. E falando em mel, a onde encontrarão as abelhas flores para tirar o mel? Só falta os donos do mundo obrigar a população enfiar guela abaixo os açucarados fabricados garantindo aos abestalhados, mel de abelhas.

RESPONDER

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …

Rio Nilo tem 30 milhões de anos. É seis vezes mais antigo do que se pensava

Um grupo de cientistas estudou diferentes sedimentos do rio, incluindo as rochas vulcânicas da região planáltica da Etiópia, e fez simulações computacionais para traçar a vida do rio até ao passado mais longínquo, contabilizou agora …

Von der Leyen volta a escrever a Boris. Londres deve indicar candidato a comissário o quanto antes

O Reino Unido ainda não designou um candidato a comissário europeu, pelo que a presidente eleita da Comissão Europeia voltou a escrever ao primeiro-ministro britânico, instando-o a indicar um nome até ao final da semana. Até …