MP acusa médicos e enfermeira de negligência pela morte de um bebé

SXC

Dois médicos e uma enfermeira do Hospital da Guarda foram acusados do crime de ofensa à integridade física por negligência pelo Ministério Público (MP). Em causa está a morte de um bebé durante o parto em 2017.

O caso remonta a 16 de Fevereiro de 2017 quando Cláudia Costa, então grávida de 37 semanas, foi assistida no Hospital da Guarda.

A mulher “sofreu um tempo de espera excessivo”, “sem que fosse sujeita a uma adequada monitorização e vigilância durante o tempo de espera, o que inviabilizou a realização de uma cesariana de urgência que teria salvo a vida do feto e, por essa via, a integridade física e a saúde da assistente”, sustenta o MP, conforme citam o Jornal de Notícias e a SIC Notícias.

Cláudia Costa deu entrada na unidade de saúde com uma pequena perda de sangue. A enfermeira que monitorizou os batimentos cardíacos do bebé percebeu que estavam fracos, mas, dada a ausência de médicos, só comunicou esse dado à obstetra quando esta entrou ao serviço.

A enfermeira também não telefonou aos dois médicos de serviço, deixando a grávida desamparada.

Quando a obstetra tomou conhecimento da informação, ainda pediu a um colega que tomava o pequeno-almoço que avaliasse outra grávida que chegou ao Hospital depois de Cláudia Costa.

Entretanto, Cláudia Costa sentiu uma dor aguda e teve uma hemorragia. Quando foi, finalmente, observada por um médico, o feto já estava morto.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A negligência médica entre outras deficiências começam a tornar-se demasiado habituais em Portugal. E a Ordem dos Médicos nada diz como sempre.

    • A Ordem dos Médicos está mais preocupada em assegurar que se formam anualmente poucos médicos para continuarmos a ser o país da Europa com o preço das consultas mais altas (em função do poder de compra). Entretanto os médicos estão transformados numa seita que olha apenas para números e dinheiro. Fazem-se 20, 30, 40, 50 consultas por dia. Operações a metro. Tudo isso tem de por vezes correr mal.
      Para quando um maior número de médicos neste país? Esta é a questão que a Ordem deverá responder.

    • S. Silva, tem razão, a medicina devia curar e salvar vidas e ultimamente o que se vê é uma máfia que tomou conta da medicina e que se dá ao luxo de fabricar todo o tipo de atropelias. Que nojo.

RESPONDER

Novo primeiro-ministro belga nomeado após 16 meses de crise política

O atual ministro das Finanças da Bélgica, Alexander de Croo, toma posse esta quinta-feira como primeiro-ministro, depois de ter sido na quarta-feira formalmente nomeado para o cargo, pondo fim a uma longa maratona de 16 …

Cortes de água, luz, gás e telecomunicações regressam esta quinta-feira

A partir desta quinta-feira, regressam os cortes de água, eletricidade, gás natural e telecomunicações para todos os consumidores em situação de desemprego, com uma quebra de rendimentos de, pelo menos, 20% ou que estejam infetados …

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …