/

Mayweather venceu McGregor – e tornou-se imortal

1

Contra tudo e contra todos, Floyd Mayweather cumpriu o que prometeu. Aos 40 anos, terminou a carreira com 50 vitórias e 0 derrotas.

O pugilista norte-americano Floyd Mayweather regressou hoje aos ringues de boxe com uma vitória por “knockout” técnico contra o lutador irlandês de artes marciais mistas Conor McGregor, num dos combates mais aguardados dos últimos anos.

O combate foi disputado segundo as regras do boxe inglês, em Las Vegas, nos Estados Unidos, e terminou com a vitória de Floyd Mayweather. Ao vencer o campeão de artes marciais Conor McGregor, obteve o triunfo que lhe faltava para ultrapassar outro mito da história do boxe: Rocky Marciano.

Naquele que foi o seu primeiro combate de boxe como profissional, Conor McGregor começou mesmo por vencer os 3 primeiros rounds, mas acabou por ser derrotado por “knockout” técnico ao 1m05s do décimo assalto.

E a T-Mobile Arena, que começou o combate a assobiar Mayweather, terminou a noite a aplaudir de pé o super-campeão, que não ganhava um combate por KO desde 2011, num combate em que levou Victor Ortiz ao tapete.

Ele é um adversário muito duro. Acho que demos aos fãs o que eles gostam de ver. Ele foi muito melhor do que achei que seria. Esta foi a minha estratégia, deixá-lo atirar os golpes mais fortes no início e cansá-lo. Este é o meu último combate, senhoras e senhores, de certeza“, disse Floyd, que entrou na arena com roupa negra e uma máscara que só deixava à mostra os olhos e lábios.

Ele não é tão rápido nem tão forte, mas luta de forma serena. Achei que o combate foi equilibrado, e que o árbitro o interrompeu muito cedo. Fico um pouco cambaleante quando estou cansado. Aquilo era fadiga. Eu não me tinha rendido. Dominei nos primeiros rounds. Ele tinha que me derrotar por KnockOut, não sei o que vou sentir agora. Vamos ver o que acontece, agora vou divertir-me“, disse McGregor.

Mayweather tinha anunciado o abandono dos ringues em setembro de 2015, depois de vencer os 49 combates que disputou na carreira. A vitória dá (mais um) “Money Belt”, um cinto com pedras preciosas feito especialmente pelo Conselho Mundial de Boxe para o combate desta noite, ao lutador americano.

Na madrugada deste domingo, Mayweather somou o seu 50.º triunfo, manteve o seu registo de zero derrotas, retira-se sem nunca ter sido batido e, mais do que os 170 milhões de euros que lhe rendeu o último combate da vida, assegura a imortalidade das lendas e um lugar no Olimpo.

  ZAP // Lusa

1 Comment

  1. Aqui não temos desporto mas apena espectaculo. Dois atletas de modalidades desportivas distintas a combater segundo as regras de uma delas. Um é boxeur, o outro mma,a combaterem segundo as regras de boxe. É como por o Federer a jogar contra o campeão de padel segundo as regras de ténis. Desfecho obviamente conhecido. Mas, já agora, faria sentido ver o inverso, ou seja, um combate entre ambos pelas regras da MMA.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.