Massacre humano mais antigo da História ocorreu há 10 mil anos no Quénia

(dr) Marta Mirazon Lahr

O esqueleto com 10.000 anos de um dos homens encontrados na costa do antigo laga Turkana, no Quénia, com sinais de um ferimento no crânio.

O esqueleto com 10.000 anos de um dos homens encontrados na costa do antigo laga Turkana, no Quénia, com sinais de um ferimento no crânio.

Um grupo de cientistas apresentou esta quarta-feira provas do massacre humano mais antigo da história – uma descoberta que contribui para o debate sobre as razões pelas quais os seres humanos fazem guerra.

O mais antigo massacre ocorreu há  dez mil anos no Quênia, quando um pequeno grupo de homens, mulheres e crianças foram capturados por um clã rival, amarrados e espancados até à morte.

Os restos mortais foram depositados numa lagoa e preservados em sedimentos por milénios.

A descoberta foi feita em Nataruk, perto do Lago Turkana, no Quênia. Os ossos recolhidos fornecem “provas conclusivas de algo que deve ter sido um conflito entre grupos”, explicou a antropóloga da Universidade de Cambridge, Marta Mirazon Lahr.

Há outras provas fósseis de violência contra seres humanos, mas nenhuma até agora evidenciava confrontos entre grupos.

A equipa de Marta Mirazon Lahr desenterrou 12 esqueletos, uns mais outros menos intactos, dez dos quais tinham marcas de morte violenta.

O primeiro esqueleto que a equipe descobriu estava deitado de bruços e foi espancado até à morte.

A antropóloga encontrou também um esqueleto de uma mulher com os restos mortais de um feto na cavidade abdominal.

O esqueleto de uma mulher encontrada no sítio arqueológico tinha um feto no abdómen.

O esqueleto de uma mulher encontrada no sítio arqueológico tinha um feto no abdómen.

A origem da guerra é um tema controverso.

Uns defendem que faz parte da essência da natureza humana – que nascemos com capacidade para a violência organizada – e outros sugerem que a guerra apareceu com o conceito de propriedade, quando os humanos começaram a cultivar a terra.

Este novo estudo revela agora que a guerra já era uma característica do ser humano há dez mil anos, quando ainda éramos nómadas.

“A minha interpretação é de que se trata de uma pequena comunidade e foram surpreendidos por um ataque”, afirmou a antropóloga.

O massacre pode ter sido uma invasão em busca de recursos, ou um confronto entre dois grupos sociais, defendem os autores do estudo, publicado na revista Nature.

Estas mortes são “o testemunho mais antigo de violência entre grupos e de guerra”, concluem.

ZAP / ABr

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

EUA vão processar Edward Snowden por causa da sua autobiografia

O governo dos EUA vai processar Edward Snowden a propósito da autobiografia que chegou esta terça-feira a mais de 20 países. O processo judicial argumenta que autor violou acordos de confidencialidade. A autobiografia de Edward Snowden, …

27 anos depois, o maestro do trânsito regressa a Castelo Branco

A figura do polícia sinaleiro regressou a Castelo Branco 27 anos depois para coordenar o trânsito, numa iniciativa que surpreendeu os jovens condutores e peões, e que levou os mais velhos a aplaudiram e a …

Descoberto em Ílhavo primeiro sítio pré-histórico subaquático português

Uma equipa de arqueólogos descobriu vestígios de uma mancha de ocupação ou possível acampamento do neolítico a cerca de dois metros de profundidade na Ria de Aveiro, em Ílhavo. "Temos estado a apanhar algumas surpresas valentes. …

Rei de Espanha não propôs nenhum nome para investidura. País enfrenta novas eleições a 10 de novembro

A Espanha vai realizar novas eleições. Os dirigentes do Cidadãos, Albert Rivera, e do Partido Popular, Pablo Casado, disseram "não" à investidura de Pedro Sánchez como presidente do Governo espanhol e o rei Felipe VI …

Os dinamarqueses vão plantar um milhão de árvores sem saírem do sofá

No último sábado, a emissora dinamarquesa TV2 transmitiu um programa em direto para convidar os espectadores a doarem dinheiro para plantar árvores. O objetivo, de acordo com o jornal britânico The Guardian o produtor Martin Sundstrøm, …

A melhor escola da Europa para estudar ciência fica em Santarém

É em Alcanena, no distrito de Santarém, que se localiza o agrupamento de escolas com o selo de qualidade do STEM School Proeficient, atribuído pela União Europeia. O estabelecimento de ensino recebeu a melhor classificação …

Câmara da Moita dá parecer negativo ao Estudo de Impacte Ambiental do novo aeroporto do Montijo

A Câmara da Moita, no distrito de Setúbal, aprovou uma posição em que dá parecer negativo ao Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do novo aeroporto do Montijo, devido ao “conjunto de impactes negativos”. O município da …

Morreu a criança que ficou paralisada após comer hambúrguer do Lidl contaminado

Em 2011, Nolan Moittie comeu o hambúrguer contaminado com a bactéria E.Coli comprado no Lidl. Depois de ter ficado com graves sequelas neurológicas e diabético, o rapaz acabou por falecer este sábado, com apenas 10 …

Taylor Swift atua no Nos Alive 2020

Taylor Swift é o segundo nome para a edição de 2020 no Nos Alive. A cantora estreia-se em território português no dia 9 de julho, anunciou a própria artista no seu site oficial. A organização do …

Turista agride gondoleiro em Veneza por causa de uma selfie

Um gondoleiro foi agredido por um turista, na cidade de Veneza, em Itália, neste domingo, num confronto que terá sido provocado por uma selfie. De acordo com o Newsweek, o incidente ocorreu no domingo à tarde, …