Marte já teve “metade” de um oceano Atlântico. E pode tê-lo ainda

SwRI

Os cientistas desenvolveram esta ilustração do aspeto primitivo de Marte, mostrando sinais de água líquida, atividade vulcânica a larga escala e bombardeamento pesado de projéteis planetários

Um novo estudo sugere que a água do Planeta Vermelho não evaporou no Espaço. Em vez disso, está nos minerais que compõem as rochas marcianas.

Dados geológicos indicam que, há quatro mil milhões de anos, Marte tinha água equivalente a metade do oceano Atlântico.

A questão-chave era saber para onde tinha ido toda a água marciana, uma vez que, segundo a cientista Eva Scheller, “a emissão atmosférica não pode explicar completamente os dados que temos sobre a quantidade de água existente outrora em Marte”.

Agora, cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL) apresentaram uma nova teoria. De acordo com o New Atlas, os investigadores descobriram que pelo menos 30% da água original (e talvez até 99%) ainda está lá.

Em vez de ter escapado para cima, escapou para os minerais da crosta do planeta.

A equipa estudou a quantidade de água em Marte ao longo do tempo em todas as suas formas (gasoso, líquido e sólido), assim como a composição química da sua atmosfera e crosta atuais.

Os cientistas concentraram-se na relação entre dois elementos: o deutério e o hidrogénio. A água é composta por hidrogénio e oxigénio, mas nem todos os átomos de hidrogénio são iguais. O mais leve tem uma maior facilidade em escapar à gravidade do planeta para o Espaço do que o seu homólogo mais pesado.

Por esta razão, a fuga da água de um planeta através da atmosfera superior deixaria uma marca indicadora na proporção de deutério para hidrogénio na atmosfera do planeta. Mas a investigação sugere que a perda de água apenas através da atmosfera não pode explicar os sinais de deutério e hidrogénio observados na atmosfera marciana.

Em vez disso, o estudo, publicado recentemente na Science, propõe que uma combinação de dois mecanismos, o aprisionamento de água em minerais na crosta do planeta e a perda de água na atmosfera, pode explicar o sinal observado na atmosfera marciana.

Quando a água interage com rochas, a intempérie química forma argilas e outros minerais que contêm água como parte da sua estrutura mineral.

A fuga atmosférica “desempenhou claramente um papel” na perda de água, mas as descobertas da última década das missões a Marte apontaram para o facto de que havia este enorme reservatório de minerais hidratados antigos cuja formação “certamente diminuiu a disponibilidade de água ao longo do tempo”, disse Bethany Ehlmann da Caltech.

Toda aquela água “ficou presa muito cedo, e depois nunca mais saiu“, acrescentou Eva Scheller, autora do estudo principal. A investigação, baseada em dados de meteoritos, telescópios, observações de satélite e amostras analisadas por Mars rovers, ilustra a importância de ter múltiplas formas de sondar o planeta, disseram os autores.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Estes cientistas criam teorias todos os dias, mentalidade fertil… para justificar os milhoes do governo americano, duvidam??? Neste momento seria melhor investir nas luas de jupiter e saturno porque podem oferecer outras condicoes mais favoraveis a expancao humana.
    So vejo marte e lua adaquir a poucos anos como umas pedeiras de extracao de minerios…. so isso, habitar so para robos e alguns que querem morrer por la…
    Aqui e ostil, radiacao do espaco sem filtro, sem mistura de oxigenio que temos na terra, e meio caminho da morte…

RESPONDER

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …

Defesa de Salgado alega diagnóstico preliminar de Alzheimer do ex-banqueiro

A defesa do antigo presidente do BES, que está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança no âmbito da Operação Marquês, pediu ao tribunal uma perícia médica devido ao seu diagnóstico preliminar …

Três norte-americanos emitem carbono suficiente para matar uma pessoa, revela estudo

O estilo de vida de três norte-americanos leva a uma emissão de carbono suficiente para matar uma pessoa, revelou um novo artigo, concluindo ainda que as emissões de uma única usina a carvão podem causar …

Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta "fortemente" a proteção contra a variante Delta

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas. Depois de …

Estabelecimentos abertos até às 02h00. Máscaras na rua acabam em setembro

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a partir do Palácio Nacional da Ajuda, as novas medidas de desconfinamento decididas no Conselho de Ministros. António Costa começou por referir que, graças às medidas restritivas dos últimos tempos, é …

Surpresa na Liga dos Campeões: Celtic é uma equipa de "terceira divisão"

Críticas à qualidade do plantel do gigante escocês, que nem passou da segunda pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Midtjylland fez a festa. Há uns tempos seria uma surpresa mas, nos anos mais recentes, …

Morreu o poeta e tradutor Pedro Tamen, aos 86 anos

O poeta e tradutor, de 86 anos, morreu, esta quinta-feira, em Setúbal, onde estava hospitalizado, disse à agência Lusa fonte próxima da família. Pedro Tamen, que além de poeta também foi tradutor, estreou-se, em 1956, com …

Corrida à Câmara de Lisboa divide CDS. Mesquita Nunes junta-se aos críticos

A escolha de Filipe Anacoreta Correia, em vez de João Gonçalves Pereira, para número dois da lista à Câmara de Lisboa está a gerar uma guerra interna no CDS. A escolha de Filipe Anacoreta Correia para …

Tragédia Hillsborough: morreu uma vítima, depois de 32 anos em estado vegetativo

Andrew Devine faleceu aos 55 anos. É oficialmente a 97.ª pessoa a morrer por causa do desastre em 1989, em Sheffield. De 15 de abril de 1989 até 27 de julho de 2021 passaram mais de …

Trabalhadores da Google só regressam aos escritórios em outubro e todos vacinados

A maioria dos trabalhadores da Google só regressará aos escritórios em meados de outubro, depois de ser totalmente vacinada, numa tentativa de combater a disseminação da variante Delta do novo coronavírus SARS-COV-2, anunciou esta quarta-feira …