Marinheiro mumificado estava morto há apenas uma semana

Barobo Police Station

-

O marinheiro alemão que foi encontrado mumificado num iate à deriva, no Oceano Pacífico, estaria morto há apenas uma semana.

É o que se conclui depois da autópsia feita ao corpo que foi encontrado por um pescador, no mar das Filipinas, em Fevereiro.

Manfred Fritz Bajorat, o marinheiro de 59 anos identificado pelos documentos que se encontravam a bordo do iate, terá falecido de um ataque cardíaco.

O porta-voz da polícia das Filipinas, Wilben Mayor, disse à AFP, citado pelo The Independent, que “a causa da morte é um enfarte agudo do miocárdio“.

“Estima-se que o marinheiro alemão teria morrido há mais ou menos sete dias“, refere ainda o responsável.

Estes novos dados vêm, contudo, alimentar o mistério em torno do caso, porque se acreditava que o corpo teria mumificado devido aos ventos secos do mar e ao ar salgado.

Mas esse processo natural de mumificação exigiria mais tempo do que os alegados sete dias que passaram desde a sua morte até ter sido encontrado. Não há assim, explicações para o estado em que o corpo do marinheiro foi encontrado.

O alemão terá navegado à volta do mundo, no seu iate, durante os últimos vinte anos.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Parece-me que a forma rápida ao mesmo temo a selecção das noticias ser um meio interessante.
    Só jornalista “eno-gastronomico ver novidades cientistas sobre a eno-gastronomia vivemos na alimentação uma época dramática relacionada com a saúde.
    A ciência alimentar origino a Nutrição na verdade já não podemos afirmar que se possa conseguir se alimentar de forma saudável os são o manipulados e poluídos.

    Giuseppe Gilardino

Responder a ELE Cancelar resposta

Netflix responde a senadores norte-americanos e avança com série

Na passada sexta-feira, a Netflix respondeu aos cinco senadores do Partido Republicano dos Estados Unidos da América que, numa carta, questionaram a decisão de adaptar a trilogia O Problema dos Três Corpos, a série literária …

Há sobras de comida que sabem realmente melhor no dia seguinte (e os cientistas já sabem porquê)

Não é mito. Existem realmente sobras de comida que sabem melhor no dia seguinte e um especialista da Universidade de Oxford (Reino Unido) - que adora caril - explica o porquê à luz da Ciência. …

Teme-se que a violência doméstica dispare depois dos incêndios da Califórnia

Teme-se que os casos de violência doméstica disparem depois de os incêndios da Califórnia serem extintos, avança a revista norte-americana Vice, que ouviu responsáveis por espaços de abrigo para as vítimas. Desastres naturais de grandes …

Comunidade Vida e Paz ajudou 420 pessoas por dia no ano passado

Em 2019, a Comunidade Vida e Paz apoiou cerca de 420 pessoas em situação de sem-abrigo por dia e distribuiu 138 mil refeições. Além disso, a organização ajudou regularmente 26 famílias carenciadas, entre 78 adultos …

Realidade Virtual dá nova vida ao Mayflower, o navio que levou os ingleses para o Novo Mundo

Mayflower foi o famoso navio que, em 1620, transportou os chamados Peregrinos, do porto de Southampton, Inglaterra, para o Novo Mundo. A Realidade Virtual ajudou a trazê-lo de volta à vida. Os Peregrinos do Mayflower foram …

Iniciativa Liberal recorre à lei para exigir que plano de liquidez da TAP seja enviado às Finanças

O deputado da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim Figueiredo, exigiu que o ministro das Finanças, João Leão, remeta o plano de liquidez da TAP à Comissão de Orçamento e Finanças, no prazo de dez dias, ao abrigo …

Museu britânico deixa de exibir coleção de cabeças humanas

O Museu Pitt Rivers em Oxford, no Reino Unido, decidiu retirar da sua exposição permanente crânios e cabeças humanas encolhidas (tsantsas), que terão sido encontradas por exploradores europeus nas suas viagens às Américas e à …

Lactogal assume derrame de leite no rio UI

A empresa agroalimentar Lactogal, de Oliveira de Azeméis, assumiu esta segunda-feira que o derrame de leite no rio Ul, afluente do rio Antuã, se deveu ao colapso de um dos seus tanques e que estão …

O James Bond da vida real foi um arquivista na Polónia comunista (e pode ter enganado os caçadores de espiões)

O James Bond da vida real foi um arquivista e diplomata britânico que viveu na Polónia comunista na década de 1960, revelam documentos esta semana partilhados pelo Instituto Polaco da Memória Nacional. O diplomata James …

Japão mantém plano original. Tocha olímpica passará pelas 47 prefeituras do país

O percurso da tocha olímpica, que se iniciará em março de 2021, manterá o trajeto inicialmente previsto, um ano após o plano original, informou esta segunda-feira o Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A tocha …