Marco Silva anuncia saída do Estoril

Futebol 365

-

O treinador Marco Silva anunciou hoje a saída do comando técnico do Estoril-Praia, que levou em 2013/14 ao quarto lugar da I Liga, depois de ter recolocado o clube no primeiro escalão do futebol nacional.

O até agora treinador do Estoril poderá estar a caminho do Sporting para substituir Leonardo Jardim, que a imprensa desportiva de hoje dá como certo a caminho do Mónaco.

“A vida é feita de ciclos. E eu entendi que o meu ciclo no Estoril termina nesta época”, pode ler-se na mensagem do treinador, de 36 anos, que orientou os “canarinhos” em 2011/12, quando conseguiu o regresso à I Liga, e 2012/13, antes de alcançar sucessivamente as duas melhores classificações de sempre do clube, quinto lugar na é época passada e quarto na presente época.

O antigo defesa, que vestiu as camisolas de Belenenses, Atlético, Trofense, Rio Ave, Sporting de Braga B, Salgueiros, Odivelas e Estoril-Praia, terminou a carreira ao serviço da formação da linha em 2010/11, para assumir o cargo de diretor desportivo do clube.

“Ao fim de nove anos de ligação ao Estoril-Praia, sinto este clube como uma família. Foi aqui que escolhi terminar a minha carreira de jogador profissional e é ao Estoril que devo o início da minha carreira como treinador. Por isso, agradeço ao seu presidente, Tiago Ribeiro, a aposta que fez e a oportunidade que me deu para desenvolver este trabalho fantástico”, refere Marco Silva, na mensagem divulgada no sítio oficial do clube na Internet.

Além do presidente do clube, Marco Silva dirige-se ainda aos jogadores, “profissionais de corpo inteiro”, que “marcaram a diferença quando souberam alcançar as vitórias e também quando souberam reagir às derrotas”.

“Quero deixar uma palavra muito especial aos jogadores, Foi com eles que mais aprendi e foram eles, a cada dia, que me ajudaram a ser um melhor profissional”, sublinhou o técnico, destacando o “coletivo muito forte”, que “integrado pelos mesmos objetivos e determinado pelas mesmas ambições” entrou na “história deste clube” e “a escreveu a letras de ouro”.

A importância do coletivo é, de acordo com Marco Silva, a sua própria “filosofia enquanto treinador”.

“Cada um de nós só conseguirá atingir os seus próprios objetivos se em primeiro lugar colocar os objetivos da equipa. Os resultados falam por si. Mas a vida é feita de ciclos. E eu entendi que o meu ciclo no Estoril termina nesta época”, rematou o treinador.

Marco Silva salienta que este momento deve ser encarado com “naturalidade”, não pela vontade de trocar projetos, “mas antes no âmbito do decurso normal, de evolução”, agradecendo ainda o apoio dos adeptos estorilistas.

“Vou, com a consciência que cumpri, com a determinação de enfrentar novos desafios e riscos. Foi essa atitude que me fez aqui chegar e é com essa atitude que continuarei nesta profissão”, concluiu o técnico.

PR, Futebol 365 / Lusa / ZAP

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.