Marcelo encerra posse no Porto com abraço de Manuel do Laço e rap no bairro do Cerco

Miguel Nogueira / porto.pt

-

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, cumprimenta Manuel do Laço

Um abraço de Manuel do Laço, um discurso de esperança e uma visita ao bairro do Cerco marcam a passagem de Marcelo Rebelo de Sousa pelo Porto, na primeira vez que um Presidente da República leva uma tomada de posse à Invicta.

Neste terceiro dia das cerimónias de tomada de posse do novo Presidente, Marcelo foi recebido pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, nos Paços do Concelho.

Antes, tinha recebido aplausos e gritos de “Marcelo” da população, e fez questão de parar para dar trocar um abraço com o famoso Manuel do Laço, conhecido adepto do Boavista.

Depois, ouviu Rui Moreira a pedir-lhe para lutar “contra a desigualdade e a injustiça” por uma mudança de mentalidades para “um Portugal menos centralista” e que “deixe respirar os que querem ousar, arriscar, fazer mais e melhor”.

No seu discurso, Marcelo vincou o tom na esperança e no sonho.

“Temos de acreditar em nós próprios e no que valemos e podemos, para que as crises deixem de ser o único horizonte possível, para que seja possível, de vez em quando, abrir caminho ao sonho. Aqui, no Porto, é impossível não acreditar em Portugal”, disse Marcelo.

“É tempo de falar menos do que nos deprecia e falar mais do que nos valoriza”, disse ainda o Presidente, ressalvando que os portugueses não devem render-se “à ideia errada de que quase nove séculos de história ou de poder são obra do acaso, que é uma fatalidade que Portugal esteja votado a ser pobre”.

Citando escritores como Sophia de Mello Breyner e Miguel Torga, Marcelo aconselhou os portuenses para que “jamais troquem a liberdade, o seu rigor no trabalho, os seus gestos de luta e de coragem por qualquer promessa de sebastianismo político ou económico”.

Durante a tarde, o Presidente vai visitar o bairro do Cerco, onde assistirá a um espectáculo de hip hop do projecto OUPA, que conta com a colaboração da rapper Capicua e do músico André Tentúgal, no chamado largo dos Afectos.

Os jovens que vão cantar para Marcelo já disseram que gostariam de o ver a improvisar um rap. Não é provável que isso aconteça, mas pode-se esperar que o Presidente continue a quebrar o protocolo e a surpreender.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …