O Mar Mediterrâneo pode desaparecer

Eric Gaba / Wikimedia

A deriva continental pode causar o desaparecimento do Mar Mediterrâneo

O Mar Mediterrâneo, que tem uma área de 2,5 milhões de quilómetros quadrados e está localizado entre a África e a Europa, pode vir a desaparecer da superfície da Terra dentro de 50 milhões de anos.

De acordo com um artigo publicado nesta segunda-feira no The Economist, a deriva continental – teoria que descreve o movimento gradual dos continentes da Terra -, será a principal responsável pelo eventual desaparecimento do Mar Mediterrâneo. Caso o mar desapareça, o mundo tal como o conhecemos será no futuro muito diferente.

O fenómeno geológico da deriva continental dá-se porque as placas tectónicas que estão sob a superfície da Terra estão em constante movimento, à deriva sobre uma camada de rocha. Este movimento é impulsionado pelas correntes de calor provenientes do manto terrestre.

Neste momento, a África e a Europa movem-se lentamente em direção um do outro ao longo do Mediterrâneo, num movimento que levará a uma colisão intercontinental que, por consequência, irá dar origem a um mega-continente – a Eurafrica.

A maioria dos geólogos acredita que, quando se der a colisão entre os dois continentes, o Mediterrâneo irá fechar-se, tornando-se montanhoso à medida que os grandes fragmentos dos continentes forem colidindo. No entanto, não há motivo para alarmismos: o fenómeno geológico só acontecerá num futuro longínquo.

É inevitável associar esta teoria à Pangeia, o supercontinente rodeado por um só oceano que foi descrito pela primeira vez no século XX pelo alemão Alfred Wegener. A Pangeia ter-se-á fragmentado depois em dois megacontinentes – Gondwana e Laurásia – que deram depois origem aos continentes como hoje os conhecemos.

Os cientistas teorizam que os supercontinentes se formaram durante grandes ciclos ao longo da história da Terra. A Pangea terá sido o mais recente a ter-se fragmentando há 200 milhões de anos ainda durante a era Paleozoica.

Alguns cientistas acreditam que estamos a atravessar um outro ciclo e, uma nova Pangeia, que incluirá montanhas no área agora ocupada pelo Mediterrâneo, poderá estar no horizonte.

Llywelyn2000 / Wikimedia

Da Pangea ao presente, passando por Gondwana

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

      • O Iate é meu o Carlos, apenas, foi ao stand busca-lo.
        Vou fazer uns calculos de engenharia para inverter a marcha do continente africano sobre o mar mediterrâneo. Vou pedir ajuada oa meu amigo Morandi que é perito em pontes se me ajuda aqui com os meus calculos.

  1. Até os continentes estão contra nós! Razão têm os políticos europeus em receber toda aquela gente vinda de África assim vamos-nos adaptando caso contrário no dia em que os dois continentes chocarem um contra o outro a invasão seria tal que ficaríamos todos nós europeus esmagados com tanto africano sobre nós.

RESPONDER

Água do mar está mais fria no Algarve do que no Minho (e já se sabe porquê)

Nas regiões mais a sul do país, em especial na costa ocidental mas mesmo em algumas zonas do Algarve, a água do mar está mais fria do que no norte do país. A culpa, escreve o …

A despesa pública nunca foi tão pouco produtiva

Apenas um em cada seis euros gastos pelo Estado português tem hoje impacto direto positivo no crescimento da economia a longo prazo. Os dados atualmente disponíveis só vão até 2017, mas os mínimos agora atingidos prenunciam …

Ativistas de Hong Kong apelam a boicotar o filme Mulan

A atriz Liu Yifei é a mais recente celebridade a tomar partido no conflito de Hong Kong. A chinesa naturalizada norte-americana escreveu na rede social Weibo que apoiava a polícia. "Eu apoio a polícia de Hong …

O Belenenses não joga com o Benfica este fim de semana

Patrick Morais de Carvalho, presidente do Belenenses, publicou esta sexta-feira na sua conta no Facebook um texto no qual se insurge contra a utilização da SAD do nome do clube, aproveitando a exposição mediática do …

Há verbas de contas "abandonadas a favor do Estado" que não são divulgadas

Quando uma conta bancária não regista qualquer movimento durante 15 anos, os montantes depositados são considerados “abandonados a favor do Estado”, o que acontece em contas de pessoas que morreram que não são encerradas. Porém, de …

Deputado do PSD chama “besta” a António Costa (e compara-o a Trump e a Bolsonaro)

O deputado do PSD Duarte Marques chamou “besta” ao primeiro-ministro, António Costa, e comparou-o aos presidentes dos Estados Unidos e do Brasil, Donald Trump e Jair Bolsonaro. Numa publicação na sua página pessoal do Facebook, o …

Poema na Estátua da Liberdade sobre migrantes "refere-se a pessoas vindas da Europa"

Após a publicação de uma lei sobre a migração no país, o poema "The New Colossus", escrito em 1883 por Emma Lazarus, está agora a provocar um debate sobre o seu verdadeiro significado. Ao longo do …

Três municípios multados pelo Governo por falta de Plano de Defesa contra incêndios

O Governo determinou esta sexta-feira a retenção de 20% do duodécimo das transferências do Fundo de Equilíbrio Financeiro a Odivelas, Paços de Ferreira e Peniche por não terem ainda aprovado os Planos Municipais de Defesa …

Encontrada uma aldeia perdida no local do mais infame massacre de clãs

Arqueólogos que escavaram a cena do mais infame massacre de clãs na história escocesa desenterraram partes de uma "aldeia perdida" no vale das Terras Altas de Glencoe. O assentamento apareceu no massacre de 1692 do clã …

Autópsia confirma causa da morte. Jeffrey Epstein enforcou-se com os lençóis

O relatório oficial da autópsia ao corpo de Jeffrey Epstein revelou, nesta sexta-feira, que o multimilionário norte-americano se suicidou, enforcando-se com os lençóis da sua cela na prisão de Manhattan. Epstein estava preso a aguardar pelo …