Maquinista parou comboio e deixou passageiros a meio da viagem porque o turno já tinha terminado

Maquinista de comboio de passageiros da Renfe decidiu parar a meio do percurso porque já tinha terminado o turno e não queria ter um acidente por excesso de horas.

Um comboio de passageiros, que fazia a ligação entre Santander e Madrid, em Espanha, parou a meio do caminho quando o maquinista percebeu que o seu turno de trabalho já tinha terminado.

Segundo o El País, o comboio, que tinha saído de Santander às 19h00, deveria ter chegado ao seu destino às 23h37. No entanto, o motorista decidiu parar por volta das 21h15.

Resultado: os 109 passageiros que estavam no comboio ficaram apeados durante cerca de duas horas na estação de Osorno, em Palência.

“O maquinista afirmou que já tinha concluído o seu turno e que não havia substituto”, por isso, “parou o comboio e saiu” nesta localidade de cerca de 1.400 habitantes, explicou um porta-voz da Guarda Civil ao jornal espanhol.

Segundo relatos de alguns passageiros, em declarações ao Diario Montañés, primeiro ouviram que a paragem se devia a “problemas técnicos”.

No entanto, passados 15 minutos, “disseram-nos que o maquinista decidiu parar porque tinha terminado o turno e não queria arriscar-se a ter um acidente por excesso de horas”, contou outro.

Os passageiros tiveram de ser transportados para os vários destinos em autocarros, tendo os de Madrid chegado com cinco horas de atraso à capital.

A Renfe já emitiu um pedido de desculpas a todos os passageiros e, de acordo com o porta-voz da empresa, “têm direito ao reembolso total do bilhete”.

A companhia espanhola já abriu uma investigação devido a este incidente, que considera “nada habitual”, e quer que o condutor dê as devidas explicações.

Por seu lado, o sindicato dos maquinistas (Semaf) considera que o profissional fez o mais correto e que agiu por questões de “segurança”.

“Um maquinista é igual a um condutor de autocarro ou de avião, não pode ultrapassar o tempo máximo de condução estabelecido. Estava a cumprir a lei”, defende.

ZAP

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Queixam-se simplesmente porque o homem fez o que devia e causou transtorno aos passageiros. Se tivesse continuado e nada acontecesse estava tudo bem, os passageiros ficavam felizes, a empresa ficava feliz. O risco e responsabilidade recaíam sobre o maquinista. Se acontecesse um acidente a culpa seria indubitavelmente atribuída ao homem. Ou seja quando alguém faz o que não deve p’ra dar um “jeito” aos outros e não acontece nada uma palmadinha nas costas e tá tudo ok, mas se dá me#da cai-lhe o carmo e a trindade em cima! Hipócritas da po##a, porque não apontam o dedo à empresa que é quem está em erro?!?

  2. Acho muito bem, não é só os motoristas dos autocarros e camiões que tem de cumprir com os horários de condução.
    Imagino como não será nos comboios…

  3. O maquinista tem toda a razão! Agora imaginem que a coisa “pega” e os pilotos de um 747, porque o voo teve um atraso na partida e o seu horário terminou, em pleno voo, abandonam os comandos do aparelho e, se vão acomodar junto dos passageiros VIP, à espera que o avião aterre ?…

  4. Quando um dia estiver a operar o maquinista na mesma circunstância em que ele estava deixo a operação a meio e peço ao anestesista para o acordar

  5. Plenamente de acordo que se respeite horários de trabalho, não concordo e condeno atitudes como esta de lesar dezenas de pessoas como idosos e crianças, o dever era cumprir o itinerário e ponto final saía do seu turno sem lesar ninguém, desta forma concordo que abandona-se o serviço sem dar continuidade a outro.

  6. Face à unanimidade dos comentadores parece-me óbvio que o maquinista procedeu bem!..
    Então e quando as pessoas estão a fazer horas extraordinárias, também estão a pôr em risco a integridade dos outros?.. Contudo se perguntarmos a todos os comentadores, vamos ver que neste caso consentem….
    Caros amigos também concordo que os turnos de trabalho são para serem cumpridos, mas há casos e casos……

  7. Concordo com um comentário aqui em cima, sempre que vejo uma operação stop, 90% dos veículos parados são camiões…duvido muito que haja controlo sobre maquinistas e pilotos…
    Não é só quem anda na estrada que tem de cumprir horários de condução!
    Se os meus funcionários também trabalhassem 12 ou 13 horas por dia, sem pagamento de horas extras, talvez não precisasse de ter tantos…

  8. muito mau..as pessoas acham-se importante e nao querem fazer o seu dever.
    Todos deveriamos fazer bem e melhor dq se faz! o que sao 15 minutos! ele deveria ser punido! so falta dizer k ele sempre entrou a horas! Todos os dias vejo colegas meus a roubar horas ao patrao! chegam tarde, saem cedo e nada fazem.

    • O teu patrão não deve ser muito competente…
      Primeiro porque ainda não reparou nisso e segundo porque te contratou quando facilmente contrataria alguém mais inteligente para o teu lugar!…

  9. Tem os tomates no sítio, devidamente traduzido para espanhol. Eu estou desempregado porque o patrão decidiu acrescentar 2 horas ao dia de trabalho e pagar em prémio. Como não alinhei com os cordeirinhos inventaram um esquema sujo e lá tive de sair. Se não fossem permitidas horas extra havia trabalho para todos.

RESPONDER

Igrejas evangélicas cultivam violência doméstica ao defender a supremacia dos homens sobre as mulheres

O facto de a igreja evangélica defender que o homem deve controlar a mulher apenas agrava o problema de violência doméstica, justificando os atos dos homens. Jane (nome fictício) era membro da comunidade cristã evangélica da …

A Cidade do México está a pagar aos seus polícias para que percam peso

A Polícia da Cidade do México está a levar a cabo um programa para combater o excesso de peso e a obesidade no seu efetivo através de incentivos financeiros.  Ao todo, escreve a agência AFP que …

Há um novo método para medir buracos negros

Os buracos negros supermassivos são os maiores buracos negros, com massas que podem exceder mil milhões de sóis. Apenas esta primavera foi divulgada a primeira imagem do buraco negro supermassivo no centro da galáxia M87, …

E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema …

O problema impossível mais simples do mundo está a levar matemáticos à loucura

Matemáticos avisam os seus colegas para se manterem longe da conjetura de Collatz. No entanto, Terence Tao decidiu arriscar, e está muito perto de resolver aquele que muitos chamam de o problema impossível mais simples …

Soldados da Guerra Civil dos EUA pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias

Investigadores encontraram evidências que indicam que soldados da Guerra Civil norte-americana pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias. Escavações em Camp Nelson, no Kentucky, revelaram restos de um estúdio de fotografia com 150 anos, o …

Chuva, vento forte e neve. Mau tempo vai agravar-se nas próximas 48 horas

A Proteção Civil alertou este domingo para um agravamento do estado do tempo nas próximas 48 horas, com períodos de chuva, possibilidade da queda de neve nas terras alta do norte e centro e ainda …

Descoberta nova espécie de aranha-violinista no Vale do México

Cientistas identificaram, no México, uma nova espécie de aranha com um veneno que, apesar de não ser fatal, é capaz de causar necrose na pele humana. Uma equipa de cientistas da Universidade Nacional Autónoma do México …

Já sabemos sobre o que conversam os orangotangos

Um novo estudo da Universidade de Exeter, em Inglaterra, desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os investigadores passaram dois anos a filmar mais de 600 horas …

COP25 aprovou conclusões. Não há acordo para regulação dos mercados de carbono

A cimeira da ONU sobre o clima terminou hoje em Madrid assinalando a urgência para conter as alterações climáticas, mas a mais longa cimeira sobre o clima de sempre sem chegar a acordo nos pontos …