Maddie pode ter sido raptada por rede de pedofilia que terá levado Joana

O novo documentário da Netflix sobre o desaparecimento de Madeleine McCann, em Abril de 2007, aborda a tese de que a criança inglesa pode ter sido raptada por uma rede de pedofilia, associando a história da menina com o caso de Joana Cipriano que desapareceu em 2004, também no Algarve.

“The Disappearance of Madeleine McCann”, a série documental da Netflix que estreou a 15 de Março, aborda várias das teorias e das pistas que foram seguidas no âmbito do desaparecimento da menina inglesa, a 3 de Maio de 2007, no Algarve.

Embora não traga nada de especialmente novo sobre o caso, o documentário apresenta entrevistas inéditas com alguns dos especialistas que investigaram o desaparecimento e faz o paralelismo com outras situações de crianças desaparecidas em Portugal.

Um dos casos citados é o de Joana Cipriano, a menina de 8 anos que desapareceu em 2004, também no Algarve. A mãe, Leonor Cipriano, e o tio foram condenados pelo seu assassinato, mas o corpo da criança nunca apareceu.

Leonor Cipriano já cumpriu a sua pena e continua a garantir que não matou a filha, defendendo que ela foi raptada. O documentário da Netflix reforça esta ideia, citando um testemunho de um antigo colega de cela do tio de Joana que conta que ele lhe disse que estava rico por ter vendido a menina.

A série documental também refere que detectives contratados pelos McCann, os pais de Maddie, detectaram uma rede de tráfico humano, ligada à pedofilia, com ramificações no Algarve.

Além disso, aponta-se a curiosidade de Gonçalo Amaral, ex-inspector da Polícia Judiciária (PJ), ter estado envolvido nas investigações dos dois desaparecimentos.

O antigo PJ chegou a ser arguido no rescaldo do caso Joana, depois de Leonor Cipriano ter sido alegadamente espancada durante um interrogatório. Nessa sequência, a mulher confessou ter morto a filha à pancada, juntamente com o irmão, e disse que deram o corpo da criança a comer aos porcos.

Quando se tornou arguido pelas alegadas agressões a Leonor Cipriano, Gonçalo Amaral começou a investigar o desaparecimento de Maddie.

O ex-inspector defendeu sempre que os McCann terão tido responsabilidades no desaparecimento da menina, acreditando que ela morreu de forma acidental e que os pais esconderam o corpo numa arca frigorífica antes de se terem livrado dele. E foi precisamente essa a tese que apresentou também no caso de Joana.

O documentário da Netflix faz ainda referência ao desaparecimento de Rui Pedro, em Famalicão, em 1998. O rapaz também nunca foi encontrado, havendo teorias de que pode ter sido raptado por uma rede de pedofilia.

SV, ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Se essas redes existem e penso que ninguém duvidará o que fazem as autoridades de todos os países europeus e não só contra tudo isto? O que vimos cada vez mais é publicidade a todas as anormalidades humanas, desde pedófilos a homossexuais entre outros têm cada vez mais tempo de antena nas redes sociais e não só e parecem ser mais protegidos do que qualquer espécie em vias de extinção, por este caminhar ou a sociedade se põe de cocaras perante a situação e se submete a toda esta criminalidade ou então terá que se revoltar contra os poderes instituídos e exigir dignidade, valores morais e justiça implacável.

  2. que teoria… uma teoria tem sempre dados e factos tem sempre algumas provas fisicas tem sempre suporte quer documental ou testemunhal e algumas denuncias senao nao passa de um guiao de um filme de ficçao
    ja se percebeu que os milhooes que esse casal ingles conseguiu com a choradeira pelo desaparecimento da filhinha , esta a ser bem usado…. e alimenta fantasias e delirios e paginas de jornais.. haja paciencia. …..
    que policia e a nossa que nao descobre nem tem nocao da rede de pedifilia que se passeia no algarve. triste propaganda negativa para portugal que os midia de ca tanto insistem em dar atençao e divulgaçao.

  3. É, pode… ou pode ter sido raptada por ET’s…
    Ou então, se é para entrar em teorias absurdas, tambem poderá/terá sido levada pela senhora de Fátima (que estava com saudades de criancinhas)!…

  4. OU mãe e pai dizem e assumem que a mataram por acção ou omissão ou nunca mais será encontrada porque dela já nem as cinzas existem. Esteve congelada durante cerca de um mês e, depois, foi simplesmente incinerada juntamente com outro cadáver numa única urna. Se o Poder inglês quis, na altura, branquear o caso, com procuras inúteis e gasto de dinheiro dos impostos de cidadãos ingleses, a única coisa que consegui foi pôr mais a nu a evidência. Pensem bem: por que carga de água a carrinha alugada pelos Mccães haveria de conter cheiro a cadáver detetado por cães pisteiros ingleses cerca de um mês depois?

    • Para mim, os cães são a maior das provas! Os cães deram provas de serem 100% fiáveis. O cheiro a cadáver e a sangue estavam no apartamento e no carro. Testaram o ADN e dizem que pode pertencer a qualquer um dos membros, não dá para determinar qual.
      Mas, afinal, o ADN só pode pertencer a um membro morto, porque o cheiro a cadáver e o sangue estavam no carro alugado e isso é mais evidente, pois a única pessoa que não está já entre nós daquela família é a Maddie.

  5. Não me admira e até acredito na tese da rede de pedofilia. Essa é também a verdade que acredito à vários anos, assim como existe a rede de tráfico humano que rapta raparigas adolescentes do interior de Portugal para redes de prostituição em Espanha e arredores, enfim investigue-se mas que ponham investigadores sérios e competentes.

    • Isso é muito bonito, mas provas e indícios: ZERO!!
      “como existe a rede de tráfico humano que rapta raparigas adolescentes do interior de Portugal para redes de prostituição em Espanha e arredores”
      Ah?
      A sério?! Que disse? A CMTV?…
      É que ainda ninguém deu por falta dessas raparigas no interior!…

  6. Redes de pefofilia e tráfico humano existem sim! Muitas moças e crianças são levadas aqui do Brasil por essas redes, não se descobre nada porque tem muito dinheiro envolvido e gente poderosa.

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …