Macron quer lei para acelerar deportação de imigrantes ilegais em 2018

Christophe Petit Tesson / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron

O presidente de França, Emmanuel Macron, anunciou na terça-feira que encomendou um projeto de lei sobre imigração que espera colocar em vigor no primeiro semestre de 2018 e que deverá ajudar a acelerar as deportações de pessoas em situação irregular.

“O modelo francês deve se aproximar do modelo alemão”, ressaltou Macron num discurso perante os delegados do Governo sobre o programa de reformas que terão que aplicar. A consequência é que “temos centenas milhares de imigrantes em situação irregular” que “vivem em terra de ninguém”, o que é também “uma forma de inumanidade”, acrescentou.

Segundo os números do Ministério do Interior publicados na terça-feira pelo jornal “Le Figaro”, das 91 mil pessoas detidas no ano passado em França por não terem documentação em dia, houve 24.707 expulsões efetivas, das quais 11.746 se formalizaram de forma voluntária ou com ajuda para o retorno e 12.961 foram à força.

O presidente francês ressaltou que “a imigração zero não é possível”, em primeiro lugar porque uma parte dos estrangeiros que vivem no país são pessoas que se casam com residentes em França, estudantes ou requerentes de asilo.

França é o país de imigração mais antigo da Europa“, destacou Macron antes de lembrar que descartou o estabelecimento de cotas, que só poderiam ser aplicadas à imigração de profissionais e que não se ajustam à realidade dos fluxos que se dão na Europa.

Mas também disse que quer “uma resposta forte e coerente“, que inclua uma política de desenvolvimento na África e o envio de missões a Nigéria e Chade para tramitar desde lá as solicitações de asilo, bem como para “conter o fluxo” dos que tentam cruzar clandestinamente o Mediterrâneo.

Macron adiantou que vai nomear um embaixador que trabalhará com os países de origem e de passagem para facilitar as expulsões.

O presidente de França também prometeu um aumento das vagas de alojamento para refugiados (5 mil suplementares em 2018), e em paralelo uma “luta completa” contra as redes de traficantes.

Sobre os requerentes de asilo, exigiu uma mudança “profunda” no tratamento administrativo, para reduzir os prazos de revisão de solicitações, que agora podem chegar a 18 meses, até “uma média de seis meses“, incluindo os recursos possíveis.

Macron advertiu que ao fim do estado de emergência previsto para novembro – está em vigor em França desde os atentados jihadistas de novembro de 2015 – incluirá disposições para manter os controlos das fronteiras francesas, em particular com a Itália, agora a principal porta de entrada de imigrantes irregulares na Europa.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …

Apple e Google removem das suas lojas de aplicações um dos jogos mais populares do mundo

As gigantes tecnológicas Apple e Google removeram esta semana das suas lojas de aplicações, a App Store e a Google Play Store, respetivamente, o Fortnite, um dos jogos mais populares de todo o mundo. As …

Encontrado tesouro de artefactos nazis no "Covil do Lobo", o quartel-general ultrassecreto de Hitler

Quando os nazis se prepararam para invadir a União Soviética, em 1941, construíram um quartel-general militar secreto na floresta Masúria, na Polónia, ao qual chamaram "Wolfsschanze" ou "Covil do Lobo". Desde a sua descoberta após a …