Macron criticado por sermão a ativista idosa ferida em manifestação

Philippe Wojazer / EPA

Uma idosa que participava numa manifestação dos ‘coletes amarelos’ em Nice, onde se encontravam reunidos o presidente francês Emanuel Macron e o homólogo chinês Xi Jinping, ficou magoada com alguma gravidade depois de cair e rachar a cabeça quando a polícia de choque investiu contra os manifestantes. Ao invés de se solidarizar, Macron passou-lhe um sermão.

“Quando uma pessoa é vulnerável e há o risco de ser empurrada, não vai para lugares não autorizados e não se põe neste tipo de situação”, comentou o presidente francês sobre o acidente que ocorreu no sábado e que envolveu a ativista antiglobalização de 73 anos, Geneviève Legay, segundo informou esta quinta-feira o Expresso.

“Essa senhora não estava em contacto com as forças da ordem. Pôs-se deliberadamente numa situação em que foi para uma área reservada e foi apanhada num movimento de pânico. Lamento profundamente, mas temos de respeitar a ordem pública em todo o lado”, acrescentou Macron, fazendo lembrar porque é “tido como arrogante”, lê-se no artigo.

E concluiu: “Desejo-lhe uma recuperação rápida – e talvez alguma sabedoria”.

As críticas de vários quadrantes não tardaram. O líder do partido França de Pé, Nicolas Dupont-Aignan, chamou-lhe desumano e arrogante, enquanto Jean-Luc Mélenchon, líder do França Insubmissa – um partido de extrema-esquerda – disse que Geneviève Legay não precisava das lições de Macron e que este tinha muito a aprender com ela.

A família da ativista, por sua vez, anunciou que tenciona apresentar queixa contra a polícia. O seu advogado, Arié Alimi, lamentou que o presidente francês tenha criticado uma pessoa que se encontra no hospital e que, pelos vistos, “considere que os idosos não podem exprimir as suas convicções na rua”.

Macron, que em tempos chegou a definir a presidência francesa como jupiteriana, tem-se notabilizado por dar conselhos altivos a várias categorias de pessoas, seja um desempregado que o abordou (basta cruzar a rua para arranjar emprego, disse-lhe na altura) até um jovem que o tratou de modo informal, recebendo em troca uma severa reprimenda pública que muita gente considerou exagerada para a circunstância.

De acordo com o Expresso, a iniciativa de promover um “grande debate nacional” pelo país visou em parte contrariar a imagem de distância e superioridade atribuída a Macron, perante a dimensão do movimento dos ‘coletes amarelos’. Mas gestos como o que agora teve em relação a uma mulher idosa relembram os motivos porque essa imagem existe.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Crucificado por ser honesto e dizer o que pensa. Pelo menos apresenta argumentos lógicos. Ou só se pode ser politicamente incorreto a dizer barbaridades (vide Trump)?

  2. Se o que o Macron disse é exatamente o que está escrito aqui, tenho que dar-lhe meus PARABÉNS. Perfeito!
    Também tenho que repudiar as palavras do Arié Alimi, que “lamentou que o presidente francês tenha criticado uma pessoa que se encontra no hospital e que, pelos vistos, ‘considere que os idosos não podem exprimir as suas convicções na rua'”. Que declaração tola! Não foi isso o que Macron falou. E criticar uma pessoa hospitalizada por um grande erro cometido pode ser uma boa ação.
    Aqui no Brasil também estamos vivenciando um exército de tolos a criticar nosso Presidente Bolsonaro a todo o tempo por qualquer coisinha sem significado, por pura maldade.

  3. Mais nada, quem é que liga as pessoas idosas, deveriam fazer era como cá em Portugal, comer e calar.
    E se não tiver dinheiro para comer que morram a fome mas sem fazer muito barulho porque o barulho faz dores de cabeça. Isto deveria de ser feito uma lei para as pessoas idosas deixarem de ter direitos, neste caso seria perfeito e escusava o Presidente Macron perder tempo a comentar o facto de uma idosa de 73 anos ter ido marrar com os cornos no chão porque a policia estava a libertar espaço, espaço libertado é primordial.

  4. Um conselho que ele deverá seguir à risca com a sua velhota sempre pronta para meter o nariz onde não é chamada! Este também já deu o que tinha a dar!

  5. E fez muito bem!
    Lá por ser idosa, não quer dizer que possa fazer o que lhe apetece e que não tenha que respeitar as regras!

  6. Nuno, mão acha uma barbaridade dizer a uma pessoa de 70 anos que não se pode manifestar? Isto acontece a muitos jovens, não é só por se ser velho que se é atingido por um bastão da polícia!! Que preconceito é este contra a velhice? Com pandemias não os deixam sair de casa! Em manifestações não podem participar! Não
    há dúvida que nesta sociedade em que vivemos só há lugar para os jovens. Os suecos é que foram coerentes e deixaram morrer os seus velhos que, assim, deixaram de os atrapalhar!

RESPONDER

Cientistas sugerem que os gorilas não batem no peito apenas para se exibir

Os cientistas sugerem que o ato de bater no peito permite aos gorilas machos sinalizar o seu tamanho e assim evitar brigas desnecessárias. De acordo com o jornal The Guardian, cientistas que estudam gorilas-das-montanhas (Gorilla beringei …

Médicos alertam que Navalny pode sofrer paragem cardíaca "a qualquer momento"

Alexei Navalny está cada vez mais em risco de insuficiência renal. Médicos próximos do opositor russo alertam que pode sofrer uma paragem cardíaca "a qualquer momento". Médicos próximos do opositor russo Alexei Navalny, detido e em …

Perto de sequenciar 1 milhão de genomas, cientistas querem desvendar segredos genéticos

O projeto All of Us está a recolher informações genéticas, registos médicos e hábitos de saúde de mais de um milhão de pessoas. Os dados podem ser usados para desvendar segredos genéticos. O primeiro esboço do …

"Besta dos cinco dentes". Descoberta nova espécie de mamífero na Patagónia

Paleontólogos descobriram uma nova espécie de mamífero, com dentes peculiares, que viveu na Patagónia durante o período Cretáceo. De acordo com a agência Europa Press, os fósseis foram encontrados em Cerro Guido, na província chilena de …

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …