Lua de Saturno “sangra” água e calor após colisão cósmica

NASA / JPL-Caltech

Encélado é o sexto maior satélite natural de Saturno

Encélado é o sexto maior satélite natural de Saturno

O polo sul de Encélado a sangrar calor e água, possivelmente devido a uma gigante colisão cósmica que ocorreu há 100 milhões de anos e provocou várias fissuras no sexto maior satélite natural de Saturno.

A região próxima do polo sul de Encélado é um dos mistérios mais intrigantes do sistema solar. A cavidade está a lançar para o espaço um líquido vindo de um oceano interno, além de uma enorme quantidade de calor. A emissão desse calor é 10 gigawatts maior do que era esperado. No entanto, as restantes zonas da lua são frias e relativamente homogéneo.

“Não temos uma boa explicação para esta atividade tão concentrada”, disse John Spencer, do Southwest Research Institute no estado norte-americano do Colorado.

Na maioria das luas congeladas, a principal fonte de calor é a força de maré: os planetas e astros são esticados pela gravidade dos seus “pais e vizinhos”, o que gera calor interno.

“Se Encélado fosse aquecida por forças de marés, o norte e o sul da lua deveriam parecer iguais. Então, o facto de o sul de Encélado ter estas regiões repletas de jatos de água e calor, é enigmático”, disse Angela Stickle, da Universidade Johns Hopkins, em Maryland.

A especialista e o seu colega James Roberts criaram simulações em computador para verificar se este enigma poderia ser explicado por um impacto gigante, e descobriram que a estranha aparência da lua pode ter surgido devido a uma enorme explosão, que causou várias fissuras no gelo que cobre a superfície do corpo celeste.

Esse tipo de colisão deixaria o polo sul de Encélado mais quente e enfraquecido, explicaram os cientistas ao Lunar and Planetary Science Conference, que se realizou na semana passada, no Texas.

Mundo coberto de cicatrizes

“Um impacto poderia prover as condições necessárias para formar um terreno como o que observamos em Encélado”, afirmou Stickle, sublinhando que, para provocar estes danos, a explosão deve ter sido poderosa o suficiente para atravessar os 20 quilómetros de gelo que cobrem os oceanos ocultos da lua de Saturno.

De acordo com os especialistas, não é possível observar uma cratera porque a superfície do satélite natural voltou a congelar rapidamente. Apenas uma hora depois do impacto, o líquido exposto já teria congelado cerca de 10 centímetros, dando início à reconstrução do escudo de gelo que envolve Encélado.

Mas, apesar de a lua de Saturno ter conseguido curar-se facilmente, a enorme explosão “deixou cicatrizes”.

Um impacto desta magnitude depositaria energia sob a superfície gelada da lua, aquecendo e enfraquecendo o gelo em torno do local da colisão – e também causaria uma onda de choque e atividade sísmica que poderia rachar o escudo gelado.

Além disso, o asteroide nem sequer precisaria de cair no pólo sul, porque a força iria interferir na gravidade: a lua iria girar e a cratera iria movimentar-se gradualmente para uma região polar.

“O impacto poderia ter acontecido em qualquer lugar, porque a lua Encélado giraria até que o local da colisão terminasse em qualquer um dos pólos que estivesse mais perto”, disse Francis Nimmo, da Universidade da Califórnia em Santa Cruz.

ZAP // Ciberia

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Apesar de um mero preciosismo e de ser um erro comum, o nome da universidade mencionada é “Johns Hopkins” e não “John Hopkins”.

RESPONDER

Esta é a cidade com mais Alzheimer do mundo (e a culpa é de uma estranha mutação genética)

Na Colômbia, os habitantes da cidade de Yarumal parecem estar condenados a uma maldição que os faz esquecerem-se da sua vida, morrendo pouco tempo depois do início dos sintomas. Milhares de pessoas, pertencentes a apenas 25 …

Idosa de 93 anos recuperou de Covid-19 (e há 6 crianças em estado grave no Dona Estefânia)

Uma mulher de 93 anos que esteve internada em Lisboa, com Covid-19, recuperou da infecção ao cabo de 11 dias. Enquanto isso, há seis crianças com idades entre 4 meses e 17 anos que estão …

"Grande erro" da Europa é não usar máscaras, considera especialista chinês

George Gao, diretor dos Centros de Controlo e Proteção de Doenças da China (CDC), considera que o "grande erro" da Europa no combate à pandemia de covid-19 é o facto de as pessoas não usarem …

Obama critica Trump. "Cada um de nós deve exigir mais dos nossos líderes"

O ex-Presidente norte-americano, Barack Obama, considerou esta terça-feira que o seu sucessor, Donald Trump, ignorou os avisos sobre os riscos de uma pandemia do novo coronavírus, e recordou o mesmo comportamento quanto às alterações climáticas, …

Covid-19. Hotel cinco estrelas na Austrália vai acolher sem-abrigo

A Austrália vai levar a cabo um projeto piloto que visa retirar das ruas alguns sem-abrigo e transferi-los para hotéis de luxo, protegendo-os assim do novo coronavírus oriundo da China (Covid-19).  O projeto, Hotels With Heart, …

Red Bull equacionou infeção voluntária dos seus pilotos

Um responsável da Red Bull admitiu que propôs aos pilotos da marca austríaca, que participa no Mundial de Fórmula 1, uma estratégia de infeção voluntária de covid-19, visando ficarem imunes no início da temporada. Helmut Marko …

TAP avança com lay-off para 90% dos trabalhadores (e reduz atividade para cinco voos semanais)

Numa mensagem enviada aos seus funcionários, a TAP revelou que vai mesmo avançar com um processo de 'lay-off' para 90% dos trabalhadores e com a redução do período normal de trabalho em 20% para os …

Estado vai devolver 3 mil milhões em reembolsos do IRS

O Estado vai devolver 3 mil milhões de euros aos contribuintes em reembolsos do IRS, cuja entrega arranca esta quarta-feira e se estende até 30 de junho. A informação foi avançada pelo ministro de Estado, …

Há quatro infetados no sistema prisional. Estão todos em isolamento domiciliário

O Ministério da Justiça revelou esta terça-feira que aumentou para quatro o número de infetados com covid-19 no sistema prisional e que estão todos em isolamento domiciliário segundo indicação da saúde pública. Em comunicado, o Ministério …

Sousa Cintra diz que Rafael Leão "não ficou no Sporting porque foi apertado"

Sousa Cintra, ex-líder da SAD do Sporting no tempo da Comissão de Gestão, lamenta a rescisão do jogador Rafael Leão, considerando que "ele não continuou porque foi apertado". O jovem jogador foi, recentemente, condenado a …