Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

(dr) TVI / Divulgação

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020.

“O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato de trabalho com a TVI” começa por escrever a estação no comunicado que responde à saída do apresentador para a SIC. Surpreendida com a decisão, a TVI admite ter feito “uma oferta e uma contra-oferta, dentro de valores considerados ajustados” para uma renovação contratual de mais dois anos – negociação recusada pelo chef, que abraça agora novos projetos na estação de Paço de Arcos.

No início de 2020, Ljubomir Stanisic assinou um contrato com a TVI com a duração de um ano, já com “condições muito favoráveis e invulgares no mercado“, para a continuação de Pesadelo na Cozinha – que teve a sua quarta temporada adiada devido a razões de saúde e à pandemia que abalou o mundo no início do ano. A produção da nova temporada iria arrancar a 15 de setembro, segundo a TVI. Porém, o chef decidiu assinar com a SIC.

“A TVI preserva os bons momentos vividos, em conjunto, com Ljubomir Stanisic e deseja-lhe o melhor para o futuro e para as escolhas que fez” concluiu a estação dirigida por Cristina Ferreira e Nuno Santos no comunicado.

No mesmo comunicado, a TVI avança ainda que lançará – em breve – um novo programa ao género de Pesadelo na Cozinha, já sem o apresentador.

Em resposta à notícia da sua contratação pela SIC, o chef e apresentador diz que é “dia de lançar desafios” e que muda “de casa“, afirmando que não existem casas perfeitas, nem casas melhores, apenas casas “melhores para nós em certas alturas da vida“.

O apresentador recorda e agradece ainda a sua passagem pela RTP1 – no primeiro Masterchef Portugal – e ainda o percurso realizado no 24Kitchen, até viajar até à TVI, que guardará “num lugar especial da [sua] memória“.

Os novos projetos de Ljubomir Stanisic na SIC ainda não são conhecidos.

PARTILHAR

RESPONDER

Paquistão. Protestos violentos levam governo a ordenar bloqueio das redes sociais

O Governo do Paquistão ordenou o bloqueio temporário das redes sociais e plataformas de mensagens instantâneas esta sexta-feira, após vários dias de protestos violentos contra a França, avançou a agência AFP. Numa notificação enviada à Autoridade …

Telma Monteiro sagra-se campeã europeia de judo

A judoca Telma Monteiro conquistou esta sexta-feira a medalha de ouro na categoria de -57 kg nos Europeus em Lisboa, ao vencer na final a eslovena Kaja Kajzer, por 'ippon'. Telma alcançou o seu sexto título …

PS já não está a uma só voz. José Sócrates, o ativo tóxico, fez mossa e dividiu o partido

Fernando Medina diz que não falou com António Costa, Vieira da Silva não esconde o desgosto e o PS já não está a uma só voz. O juiz Ivo Rosa arrasou o Ministério Público (MP) na …

A brilhar na Alemanha, André Silva pode sair por preço de saldo

Cada vez mais clubes estão interessados na contratação de André Silva. O internacional português tem uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros. André Silva tem passado por altos e baixos na sua ainda curta …

Possibilidade de melhoria de nota no secundário aprovada. Decisão do ano passado foi "injusta"

Foram, esta quinta-feira, aprovados projetos que permitem a realização de exames para melhoria de nota para os alunos do ensino secundário. O PS absteve-se da votação. De acordo com o Expresso, o Parlamento aprovou esta quinta-feira …

PRR. Governo admite pedir mais 2,3 mil milhões de euros para capitalizar empresas

Capitalização e inovação das empresas, e a possibilidade de pedir mais 2,3 mil milhões de euros (para um total de cinco mil milhões) na componente de empréstimos. António Costa fez, durante a tarde desta sexta-feira, …

OMS alerta para crescimento "preocupante" de casos no mundo

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira para o continuo crescimento de casos de covid-19 no mundo, referindo que o número de novos casos confirmados por semana quase duplicou nos últimos …

Há falta de sedativos em hospitais brasileiros. Médicos intubam doentes "conscientes"

Estão a surgir vários relatos de profissionais de saúde brasileiros forçados a intubar pacientes sem o auxílio de sedativos. No Brasil, de acordo com a Associated Press, há profissionais de saúde a intubar pacientes sem recurso …

Governo acusado de financiar queima de resíduos recicláveis com 50 milhões de euros

A associação ambientalista Zero acusa o Ministério do Ambiente de utilizar 50 milhões de euros do Fundo Ambiental para financiar a queima de resíduos recicláveis em Lisboa e Porto, indo contra a nova legislação sobre …

Zimbabué. Sem nacionalidade reconhecida, milhares de pessoas lutam de forma desigual por educação e saúde

Centenas de milhares de pessoas no Zimbabué foram marginalizadas e forçadas a lutar de forma desigual pelo acesso à educação, saúde e habitação, porque não têm nacionalidade reconhecida pelo país, acusou um relatório da Amnistia …