É oficial. Lisboa vai receber fase final da Liga dos Campeões

(dr) realestateboutique.pt

A cidade de Lisboa vai receber a fase final da Liga dos Campeões em agosto, numa ‘final a oito’, em campos neutros e em apenas uma mão, anunciou a UEFA esta quarta-feira.

Torneio em Lisboa, com quartos-de-final, meias finais e final com eliminatória a um jogo, apenas em Lisboa, entre os dias 12 e 23 de agosto”, confirmou o secretário-geral da UEFA, Giorgio Marchetti, numa conferência de imprensa.

O encontro decisivo, marcado para 23 de agosto, estava previsto para o Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul, na Turquia, que, em maio de 2018, tinha derrotado o Estádio da Luz nesta corrida.

A edição de 2019/20 da Liga dos Campeões, que foi suspensa, em março, devido à pandemia, vai ser reatada com os restantes quatro jogos dos oitavos de final, seguindo-se o desfecho inédito em campos neutros, nos Estádios da Luz e José Alvalade, confirmou também a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) no seu site oficial.

Atlético de Madrid, Atalanta, Leipzig e Paris Saint-Germain aguardam a segunda mão dos embates dos oitavos (Manchester City-Real Madrid, Juventus-Lyon, FC Barcelona-Nápoles e Bayern Munique-Chelsea), agendados para 7 e 8 de agosto, que podem acontecer no Porto ou em Guimarães, mais concretamente no Estádio do Dragão e D. Afonso Henriques, caso não sejam jogados nos recintos dos clubes, disse ainda a UEFA.

Nessa altura, já vai ser conhecido o alinhamento dos quartos, a disputar entre 12 e 15 de agosto, e das meias, a 18 e 19 de agosto, uma vez que o sorteio destas fases ficou marcado para 10 de julho.

O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, admitiu a possibilidade da presença de adeptos nos jogos em Lisboa, mas garante que tudo depende da evolução da pandemia. “Seria algo incompetente da nossa parte tomar uma decisão quando as coisas mudam tão rapidamente. Vamos decidir até meados de julho“, afirmou.

Hoje, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, considerou “precoce” admitir a presença de público nos estádios portugueses durante esta ‘final a oito’. A responsável disse ainda que “quantos mais visitantes forem melhor será para o país, mas desde que sejam cumpridas as regras” sanitárias.

Supertaça Europeia já não vai ser no Dragão

A UEFA também anunciou que a Supertaça Europeia vai ser disputada em Budapeste, a 24 de setembro, em detrimento do Estádio do Dragão, no Porto.

O embate entre o vencedor das edições de 2019/20 da Liga dos Campeões e da Liga Europa estava marcado para o recinto azul e branco, a 12 de agosto, tendo sido adiado devido ao prolongamento da temporada devido à pandemia.

Já se especulava que o facto de a fase final vir a ser na capital pudesse ‘tirar’ o jogo ao estádio portuense, o que agora se confirma, tendo sido remarcado pela UEFA para a capital da Hungria.

Quanto às edições seguintes, mantêm-se o alinhamento previsto: Belfast recebe a final de 2021, Helsínquia em 2022 e Kazan em 2023, adianta a rádio TSF.

“Acontecimento extraordinário para Portugal”

O presidente da FPF, Fernando Gomes, considerou que este é um “acontecimento de valor extraordinário para Portugal“, lembrando que “os jogos serão vistos por centenas de milhões de pessoas, contribuindo para sublinhar e reforçar a imagem positiva que Portugal deu ao mundo durante um período que tem sido particularmente difícil e exigente”.

“Em grande parte, digo-o com orgulho, receber estes jogos da Champions só é possível pelo comportamento que os portugueses têm tido – e precisam de continuar a ter – no combate sem tréguas à pandemia de covid-19″, sublinhou ainda o dirigente.

No passado dia 2 de junho, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já tinha dito que esperava uma “boa notícia” para Portugal no campo do futebol internacional, enquanto, na terça-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS) assegurou “todas as condições” para acolher a competição.

A final, que vai ditar o sucessor do já eliminado Liverpool como campeão da mais importante prova europeia de clubes, vai ser disputada pela terceira vez em Portugal, seis anos depois de o Real Madrid, então com Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão, ter vencido o Atlético de Madrid, por 4-1, após prolongamento.

A prova já tinha sido decidida outra vez em território português, em 1966/67, ano em que o Celtic conquistou a então denominada Taça dos Clubes Campeões Europeus, com um triunfo por 2-1 sobre o Inter Milão, no Estádio Nacional, em Oeiras.

A final da Liga dos Campeões de 2019/20 será a 11.ª final europeia a realizar-se em Portugal e a sétima na região da Grande Lisboa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberto antídoto contra agentes nervosos tipo Sarin e Novichok

Uma equipa do Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL), nos Estados Unidos, desenvolveu um antídoto que neutraliza a exposição ao envenenamento por agente nervoso. O estudo, que foi publicado na revista Scientific Reports, foi o resultado de …

Marte sobreviveu a super-erupções (que libertaram "oceanos" de poeira e gases tóxicos)

A região de Arabia Terra, situada no norte de Marte, já foi palco de erupções suficientemente potentes para libertar "oceanos" de poeira e gases tóxicos no ar.  A NASA confirmou, recentemente, que uma região do norte …

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …