Linhas de comboio em chamas para combater frio polar nos Estados Unidos

Assolados por um frio que chega a atingir os 50 graus negativos, as pessoas de Chicago, nos EUA, mostraram criatividade para fazer face às baixas temperaturas: atear fogo às linhas de comboio.

A medida foi levada a cabo na terça-feira, mas funciona de forma segura. “A operadora Metra não está a colocar literalmente a ferrovia em chamas”, afirmou o porta-voz Michael Gillis à CNN.

Na realidade, as chamas surgem de aquecedores alimentados a gás instalados ao lado das linhas ferroviárias, mantendo-as aquecidas. Como complemento a essa medida, a Metra também usa um sistema de aquecimento tubular e sopradores de ar quente para aquecer as linhas.

“Sempre que há temperaturas negativas, utilizamos isso”, disse Gills, acrescentando que são utilizados sistemas semelhantes noutras linhas ferroviárias da América do Norte.

Caso essa medida não fosse levada a cabo, as linhas de comboio poderiam separar-se na conexão entre linhas, devido ao encolhimento do metal. Assim sendo, o aquecimento das linhas expande o metal para que as linhas possam ser colocadas juntas novamente.

Os pontos de mudanças de linha também poderiam ficar entupidos com gelo e neve, pelo que o sistema de aquecimento é utilizado para desentupi-los. Os membros da tripulação, a trabalhar em turnos de 12 horas, monitorizam as chamas quando o sistema está a ser utilizado. Algumas ferrovias também podem ser danificadas pelo calor, mas este método é considerado muito mais seguro do que os mais comuns para descongelar as linhas.

Vórtice polar já fez pelo menos 12 mortos

O frio extremo que atinge a região Centro-Oeste dos Estados Unidos deverá manter-se até meados de fevereiro e poderá vir a bater recordes históricos.

O vórtice polar sem precedentes fez nos últimos dias pelo menos 12 mortos e várias regiões deverão sentir uma sensação térmica que pode chegar aos 53 graus negativos.

Estas condições meteorológicas adversas forçaram a adoção de medidas de emergência por parte das autoridades, nomeadamente para proteger a população mais frágil.

As agências internacionais noticiaram que o corpo de um homem de 70 anos foi encontrado com sinais de hipotermia em Detroit, a maior cidade do estado do Michigan, na região centro-oeste, onde a sensação térmica rondou os 30 graus negativos. A polícia local não quis confirmar se a causa da morte foi o frio sentido na região.

Com esta morte, e segundo as contas da agência noticiosa espanhola EFE, pelo menos seis pessoas morreram nos últimos dias na sequência destas condições meteorológica, nomeadamente em acidentes de trânsito.

O Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA indicou que a “massa de ar ártico sem precedentes” vai provocar temperaturas extremas com sensações térmicas entre os 34 graus negativos e os 51 graus negativos nas planícies do norte, na região dos Grandes Lagos e no norte da zona do Midwest.

Em Chicago (Estado do Illinois), uma das maiores cidades dos Estados Unidos, onde vivem 2,7 milhões de pessoas, foi registada uma temperatura mínima de 29 graus negativos. Mas os ventos polares estão a agravar as condições e a sensação térmica chegou aos 46 graus negativos.

A vaga de frio polar está a provocar vários constrangimentos ao nível dos transportes e dos serviços. No Aeroporto Internacional O’Hare, em Chicago, as autoridades anteviam o cancelamento de 1.325 voos, enquanto no aeroporto de Midway as estimativas apontavam para 326 voos cancelados. Os serviços de correio e a circulação em algumas linhas ferroviárias também foram suspensos por causa do frio intenso.

A polícia de Westchester, no Estado do Illinois, chegou a apelar, em tom de brincadeira, que aquela cidade não tivesse atos de criminalidade durante estes dias porque estava “muito frio para cometer crimes”.

A CBS Chicago descreve que bastam dez a 15 segundos sob o vento polar para começar a sentir-se a pele a queimar, mesmo debaixo de camadas de roupa. Respirar é tão difícil que as pessoas descrevem uma ligeira náusea e desorientação.

Os médicos lembram para a necessidade de proteger as extremidades – dedos, nariz e orelhas – para evitar queimaduras. A pele queima quando o corpo ativa os mecanismos de sobrevivência para proteger os órgãos vitais. O risco das queimaduras da pele é de que os tecidos congelem e causem uma inflamação generalizada.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os moradores? what???
    “Assolados por um frio que chega a atingir os 50 graus negativos, os moradores na cidade de Chicago, nos EUA, mostraram criatividade para fazer face às baixas temperaturas: atear fogo às linhas de comboio.”
    Primeiro não foram os moradores, é uma acção da empresa de comboios e não dos moradores!
    E não atearam fogo às linhas de comboio, são queimadores a gas que estão a provocar a combustão e não são as linhas que estão a arder!
    Enfim, mas de outra forma não tinha o mesmo impacto não é?!?

    • Cara leitora,
      Obrigado pelo seu reparo.
      Vamos manter “pessoas de Chicago” como autores da iniciativa, e, de acordo com a nossa fonte, manter a forma “deitar fogo às linhas” (que não é obviamente para ser tomada como literal).

RESPONDER

Depois da "organização exemplar" do ano passado, PCP já prepara Festa do "Avante!"

Depois da contestação que causou no ano passado, a Festa do “Avante!”, o maior evento anual do PCP, “já está em preparação”, anuncia a edição desta quinta-feira do Avante!, o órgão oficial de informação do …

Desconfinamento recua em alguns concelhos, e será suspenso noutros. Mas avança no resto do país

O primeiro-ministro, António Costa, fez uma declaração ao país no final da reunião do Conselho de Ministros que aprovou, esta quinta-feira, as medidas para a terceira fase de desconfinamento da pandemia de covid-19. Apesar do Rt …

"Nova era". Turquia manda delegação ao Egito para normalizar relações

Uma delegação turca vai deslocar-se em maio ao Egito para encontros que visarão a "normalização" das relações entre os dois países, degradadas após vários anos de tensão. "Na sequência do convite dirigido pelo Egito à Turquia, …

Estão a chegar poemas às caixas de correio. A ideia é combater a solidão

“Palavras Vizinhas” é um projeto que pretende contribuir para o combate à solidão e desenvolvimento do sentido de comunidade, através da poesia. Os envelopes sem remetente nem destinatário trazem poemas manuscritos lá dentro. Tudo começou quando …

Ministra da Cultura francesa promete reabertura de Notre-Dame em 2024

A catedral de Notre-Dame, em Paris, vai reabrir em 2024, prometeu, esta quarta-feira, a ministra da Cultura francesa, na véspera de se completarem dois anos desde que um incêndio devastou o mundialmente famoso monumento. A promessa …

“É urgente“. Ex-ministros da educação querem abertura das escolas no verão

Os antigos ministros da educação, Maria de Lurdes Rodrigues e Marçal Grilo, defendem a abertura de escolas no verão para responder às dificuldades causadas pela pandemia. Maria de Lurdes Rodrigues e Marçal Grilo concordam que “é …

"Tirámos Trump de lá". Funcionário da CNN admite que canal quis ajudar Biden a vencer eleições

Um funcionário da CNN falou abertamente com um jornalista disfarçado sobre as motivações políticas que a emissora teve durante a eleição presidencial de 2020. A investigação foi divulgada pela Fox News, que relatou que o funcionário …

Cem mil famílias vão receber 1.300 euros para melhorar conforto térmico de casa

Cerca de 100 mil famílias carenciadas vão receber vouchers no valor de 1.300 euros para melhorar a eficiência energética das suas casas. Parte do dinheiro da “bazuca europeia” vai destinar-se a melhorar a eficiência energética. O …

Juventude Popular defende que corrupção deve prescrever apenas ao fim de 20 anos

A Juventude Popular (JP) preparou um conjunto de "propostas contra a corrupção" e defende que crimes como corrupção ativa e passiva devem prescrever ao fim de 20 anos. A Juventude Popular (JP) defende que crimes como …

EUA abrem "a cada 10 horas" uma nova investigação contra a China

O Departamento Federal de Investigação (FBI) dos Estados Unidos tem mais de duas mil investigações abertas relacionadas com o governo chinês e abre uma nova “a cada 10 horas”, disse o diretor da instituição ao …