Liliana Cá termina no quinto lugar do lançamento do disco

Diego Azubel / EPA

Liliana Cá terminou no quinto lugar do lançamento do disco

Liliana Cá terminou esta segunda-feira no quinto lugar o concurso do lançamento do disco dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, a melhor classificação de sempre de uma portuguesa na disciplina, com 63,93 metros no segundo ensaio, que garante um diploma.

Liliana Cá, de 34 anos, ficou em quinto lugar do lançamento do disco, depois de não ter conseguido melhorar o resultado da última tentativa.

De acordo com o Jornal de Notícias, na sua estreia olímpica, a atleta do Nova Luzes lançou 62,31 e 63,93 metros — a dois metros e meio do recorde nacional (66,40), que lhe pertence —, mais um nulo.

Com esses resultados, ficou entre as oito melhores, conseguindo depois dois nulos e um lançamento de que abdicou. A prestação vale-lhe o melhor resultado de sempre de uma portuguesa no lançamento do disco.

A campeã olímpica foi a norte-americana Valarie Allman, com um lançamento de 68,98 metros, com a alemã Kristin Pudenz (66,86) na prata e a cubana Yaime Pérez (65,72) no bronze, numa prova que chegou a estar suspensa devido à chuva que caía no Estádio Nacional da capital nipónica.

Até hoje, os melhores resultados lusos estavam na posse da anterior recordista nacional Teresa Machado, com o 10.º lugar em Atlanta1996 e o 11.º em Sydney2000.

Liliana Cá estabeleceu em 66,40 metros o recorde nacional, em 06 de março último, em Leiria.

A atleta natural do Barreiro assegurou a presença na final, na sexta-feira, com um lançamento de 62,85 metros, que lhe valeu o oitavo lugar na qualificação de uma prova olímpica de lançamento do disco que, pela primeira vez, contou com duas atletas portuguesas.

Irina Rodrigues terminou a sua terceira presença olímpica no 25.º lugar, depois de ter sido 32.ª em Londres2012 e desistido no Rio2016, devido a uma fratura do perónio, já na Aldeia Olímpica.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.