A ligação entre dormir mal e Alzheimer é ainda mais assustadora do que pensávamos

De acordo com uma pesquisa americana da Washington University School of Medicine, o sono fragmentado, marcado por despertares repetitivos durante a noite e uma necessidade de fazer sestas durante o dia, pode ser um sinal precoce da doença de Alzheimer.

No estudo publicado no JAMA Neurology no final de janeiro, adultos com memórias saudáveis que tinham ritmos circadianos – ciclos de sono – interrompidos tinham mais acumulações de proteína placa amiloide, sendo que essa acumulação é uma das características do Alzheimer.

Estudos anteriores já tinham mostrado uma ligação entre dormir mal e o desenvolvimento de Alzheimer ou demência. A nova evidência indica que essa ligação é mais complexa do que pensávamos e que a interrupção do sono pode ser um sinal de alerta do desenvolvimento da condição.

O dano que causa perda de memória associada ao Alzheimer pode começar 15 ou 20 anos antes dos sintomas se tornarem evidentes.

Os cientistas rastrearam os ciclos de sono de 189 adultos cognitivamente saudáveis com idade média de 66 anos. Também analisaram os cérebros para conferir a acumulação de proteínas e placas relacionadas com a doença de Alzheimer.

A maioria dos participantes tinha ciclos de sono relativamente normais, e 139 não apresentavam sinais de acumulação da proteína amiloide. Algumas dessas pessoas tinham problemas de sono, explicados principalmente por idade, apneia ou outras causas.

Porém, 50 sujeitos no estudo, cujos cérebros possuíam proteínas relacionadas com o Alzheimer, tinham interrupções nos seus ciclos circadianos.

“As pessoas no estudo não estavam privadas de sono. Mas o seu sono tinha tendência a ser fragmentado. Dormir oito horas à noite é muito diferente de ter oito horas de sono divididas em sestas diurnas”, explicou o principal autor do estudo, Erik Musiek, num comunicado de imprensa.

Os mesmos cientistas, num estudo anterior, interromperam os ritmos de sono de camundongos e descobriram que isso levou a uma acumulação de placa amiloide nos cérebros.

Outros grupos de pesquisa também chegaram a conclusões semelhantes, mostrando que pessoas que relatam dormir mal têm mais sinais da doença de Alzheimer e que mesmo uma noite mal dormida pode levar a um pico nas proteínas relacionadas com a doença.

Para deixar isso bem claro, dormir mal ocasionalmente não leva à doença de Alzheimer. Mas o sono parece estar relacionado com a condição de alguma forma, o que pode ser uma motivação para que as pessoas tentem consertar os maus hábitos.

A grande questão que ainda temos que responder é se dormir mal causa a acumulação da proteína ligada à doença de Alzheimer, ou se as pessoas cujos cérebros já estão a mudar por causa da doença têm mais problemas para dormir. É bem possível que ambas as hipóteses sejam verdadeiras.

Já sabemos que o sono tem uma função de limpeza no cérebro. Durante o sono profundo, o cérebro elimina algumas proteínas que se acumulam regularmente. Mas também sabemos que, uma vez que essas acumulações existem, as pessoas têm dificuldade em conseguir esse sono profundo de limpeza.

Por outras palavras, o mau sono regular pode levar a um ciclo vicioso que dificulta o descanso que o cérebro precisa.

O lado positivo de tudo isso é que intervir para corrigir problemas de sono precocemente pode, quem sabe, levar a uma melhor saúde cerebral. Enquanto novos estudos são necessários para confirmar essa hipótese, o que não falta são motivos para tentar ter boas noites de sono desde já.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. E neste «país do CANECO»/REPÚBLICA DOS BANANAS, apesar de (só) em 2011 ter sido transcrita a legislação europeia sobre a prescrição de BENZODIAZEPINAS de 1994 (norma 055/2011 da Direção Geral de Saúde) estas continuam a ser prescritas E/A ser vendidas nas farmácias SEM RECEITA médica «para relaxar» e «para dormir» QUANDO ESTÁ CIENTIFICAMENTE DEMONSTRADO QUE PROVOCAM FRAGMENTAÇÃO DO SONO, DIMINUIÇÃO das %s de SONO REM E SONO LENTO PROFUNDO, de modo tão selvagem que PORTUGAL É O PAÍS que mais benzodiazepinas consopme per capita na U.E.! E Há muitos trabalhos científicos que comprovam encurtamento da duração da vida E precocidade+prevalência de DEMÊNCIAS «tipo Alzheimer» nos consumidores dessas drogas legais.
    Só mais uma «achega»: o efeito dessas drogas sobre a condução de veículos é TÃO NEFASTA QUANTO A DO DO ÁLCOOL!
    E tudo istp «à balda» no PAÍS DO CANECO!

RESPONDER

Planetas anormalmente gigantes detetados a orbitar uma estrela jovem

Investigadores identificaram uma jovem estrela com quatro planetas do tamanho de Júpiter e de Saturno em órbita, a primeira vez que tantos enormes planetas foram detetados num sistema tão jovem. O sistema também quebrou o recorde …

Diminuição de insetos tem efeitos "inimagináveis" para os seres humanos

A diminuição do número de insetos é um problema muito mais grave do que se julgava. Nova investigação afirma que essa diminuição põe em causa cadeia alimentar e traz "consequências inimagináveis para os seres humanos". O …

Cientistas confirmam que os eletrões são perfeitamente redondos

Com uma precisão sem precedentes, cientistas mediram a forma da carga de um eletrão confirmando que é extremamente redonda. O resultado apoia o Modelo Padrão das Partículas Física e força a revisão de várias teorias …

Morte de Khashoggi foi um "erro monumental". Riade diz não saber do corpo

Em entrevista à Fox News, o ministro dos Negócios Estrangeiros saudita, Adel al-Jubeir, afirmou neste domingo não saber onde se encontra o corpo do jornalista Jamal Khashoggi, considerando que a sua morte foi um "erro monumental". …

Médicos voltam a integrar Conselho Nacional de Saúde após renúncia do presidente

A Ordem dos Médicos decidiu voltar a integrar o Conselho Nacional de Saúde, após a renúncia ao cargo do atual presidente do organismo, disse à agência Lusa o bastonário. De acordo com Miguel Guimarães, o Conselho …

Numa vila turca, os muçulmanos têm rezado na direção errada durante décadas

Os muçulmanos de uma pequena aldeia no oeste da Turquia foram obrigados a ajustar as suas orações, depois de descobrirem que estavam a rezar na direção errada durante décadas.  A descoberta partiu do imã Isa Kaya, …

Há um superaglomerado de galáxias escondido no Universo primitivo

É a maior estrutura astronómica alguma vez conhecida do antigo Universo. As evidências sugerem que a sua massa seja equivalente às maiores estruturas encontradas no Universo atual. A equipa de investigadores, liderada por Olga Cucciati, do …

Trump anuncia saída dos EUA de tratado nuclear com a Rússia

Os Estados Unidos vão retirar-se de um tratado sobre armas nucleares assinado com a Rússia durante a Guerra Fria, anunciou hoje o presidente norte-americano, Donald Trump, acusando Moscovo de violar o acordo “há muitos anos”. “A …

Os portugueses têm menos filhos do que gostariam

A diretora da representação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) disse que em Portugal a fertilidade desejada está bastante abaixo da realizada, tendo o país uma taxa de fecundidade baixa. Mónica Ferro, que neste …

"Piranha" da era dos dinossauros aterrorizou os mares do Jurássico

Uma nova espécie de peixe, semelhante a uma piranha e que viveu há 150 milhões, no tempo dos dinossauros, é descrita na edição desta sexta-feira da revista científica Current Biology. O peixe ósseo tinha dentes como …