Lentes de contacto de alta tecnologia podem substituir os smartphones

A tecnologia está a evoluir exponencialmente e, no futuro, as lentes de contacto pode mesmo atuar como se fossem os nossos smartphones pessoais.

As lentes de contacto são o resultado de uma descoberta acidental feita durante a Segunda Guerra Mundial. O oftalmologista Harold Ridley notou que, apesar dos estilhaços de plástico acrílico ficarem cravados nos olhos dos pilotos de caça, não parecia causar nenhum dano. Esta descoberta acabou por levar à criação de lentes intraoculares para o tratamento de cataratas.

Ao longo dos anos, novas descobertas científicas resultaram em lentes de contacto mais suaves e confortáveis. E agora, a investigação que reúne química, biologia e microeletrónica está a resultar em lentes de contacto saídas diretamente da ficção científica.

Investigadores da Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong desenvolveram um protótipo de lente de contacto que monitoriza continuamente as mudanças na pressão intraocular, a pressão dentro do globo ocular.

O protótipo é baseado no facto de que a forma do globo ocular varia em resposta às mudanças na pressão intraocular. À medida que isto acontece, a lente de contacto sofre uma mudança proporcional na sua forma. Um capacitor fino embutido na lente de contacto correlaciona as mudanças na forma às variações na pressão intraocular.

A monitorização contínua fornecida pelas lentes de contacto pode ser útil para pessoas que sofrem de glaucoma. Esta lente pode monitorizar as mudanças na pressão intraocular ao longo do dia e pode libertar medicamentos para aliviar o glaucoma. Uma lente semelhante, chamada Sensimed Triggerfish, recebeu aprovação de reguladores nos Estados Unidos e no Japão.

Graças à omnipresença dos dispositivos eletrónicos, vivemos atualmente num mundo constantemente banhado por radiação eletromagnética. Embora não haja um consenso claro, estudos apontam que a exposição à radiação eletromagnética pode induzir alguns efeitos no tecido humano.

Engenheiros da Coreia do Sul aplicaram uma camada de grafeno nas lentes de contacto para ajudar a proteger os olhos da radiação eletromagnética. A fina camada de grafeno também reduz a desidratação.

Para lá daquilo que se vê

Desenvolvimentos em microeletrónica e química contribuíram para o aumento de projetos e protótipos envolvendo lentes de contacto inteligentes. Por exemplo, já existem lentes que funcionam como óculos de sol, escurecendo e clareando em resposta às mudanças na intensidade da luz.

A startup Mojo Vision, com sede na Califórnia, está a trabalhar em lentes de contacto com um display LCD embutido, o que abre possibilidades enormes. Semelhante a um display head-up projetado no para-brisas de um carro, a lente de contacto pode fornecer uma ampla gama de informações, desde notificações por telemóvel, direções de mapas e muito mais.

Não é rebuscado imaginar que em breve seremos capazes de usar lentes de contacto para ampliar objetos distantes.

O estudante de doutoramento em engenharia química, Bishakh Rout, esteve envolvido em projetos focados no desenvolvimento de membranas de polímero nanométrico muito finas em lentes de contacto. Essas membranas aumentam o conforto e anexam sensores minúsculos à superfície para evitar que substâncias indesejadas colem.

Os desafios permanecem em aumentar a produção em massa de tais produtos e manter o preço acessível. Os críticos também apontaram que é mais fácil corrigir as deficiências da visão com os avanços na tecnologia laser.

Prevê-se que o mercado global de lentes de contacto se expanda e podemos esperar o lançamento de uma infinidade de produtos inovadores. E como a tecnologia continua a desenvolver lentes de contacto, as lentes de contacto inteligentes podem um dia substituir os smartphones e os ecrãs.

PARTILHAR

RESPONDER

Israel reforça presença militar na fronteira com Gaza. "Última palavra ainda não foi dita"

O Exército israelita tinha anunciado, esta quinta-feira à noite, que os seus soldados tinham entrado na Faixa de Gaza. Depois veio negar essa informação, atribuindo a confusão a um problema de "comunicação interna". Na noite desta …

Carta de 1949 revela que Einstein já suspeitava do "super sentido" dos pássaros

Muitas décadas antes de sabermos que alguns animais têm "super sentidos", como é o caso dos pássaros, já o Nobel da Física discutia esse assunto com outros investigadores. Embora não se conheça o conteúdo da primeira …

Ferro empossa comissão de revisão constitucional por três meses. Iniciativa Liberal retira projeto

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, deu esta quinta-feira posse à comissão de revisão constitucional por três meses (90 dias), desejando “votos de muito bom trabalho”, na sala do Senado do Palácio de …

Serena Williams: "A prioridade é a minha filha, não os Jogos Olímpicos"

Recordista do ténis feminino deixa a entender de que não vai a Tóquio. Naomi Osaka coloca dúvidas à volta do próprio evento. "Sou atleta e, por isso, é claro que o meu pensamento imediato é: quero …

A Cidade do México está a afundar a um ritmo incontrolável

Um novo estudo mostra que a Cidade do México, a metrópole mais populosa da América do Norte, afundou tanto que será impossível salvá-la. Depois de séculos de drenagem dos aquíferos subterrâneos, o leito do lago no …

Micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas

Os micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas, algo semelhante ao que tentamos fazer através do projeto SETI desde 1959. Estaremos sozinhos no Universo? O famoso programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) tem tentado …

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …

Polónia quer comprar casa de campo francesa (para recuperar o legado de Marie Curie)

A Polónia quer comprar e renovar a casa de campo francesa de Marie Curie e transformá-la num museu, naquele que é um esforço para reivindicá-la como génio científico e pioneira polaca. Embora tenha nascido na Polónia, …