Lei portuguesa não cobre ainda os drones

Ann Froschauer / USFWS Headquarters

-

Os drones estão cada vez mais acessíveis ao consumidor comum e oferecem um cada vez mais amplo espectro de funcionalidades que os tornam dispositivos apetecíveis. Contudo, apesar da grande adesão por parte das empresas e consumidores portugueses, o setor dos drones não é ainda legislado.

Deixaram de ser apenas ficção-científica e estão já ao alcance do consumidor. Os drones são um mercado em crescimento, mas já estão entre as grandes tendências para 2015.

No evento internacional de eletrónica de consumo CES, em Las Vegas, os drones enchiam salas de conferências com um zumbido mecânico, e exibiam as mais variadas funcionalidades, desde a vigilância, à fotografia e à gravação de vídeo.

Apesar do crescente número de fãs, os drones têm estado sob o olhar atento das autoridades reguladoras. Sendo um setor jovem, a lei não está, em muitos países, preparada para regular estes aparelhos. Muitos foram os receios que emergiram lado a lado com os drones. Ao poderem ser equipados com câmaras de controlo remoto, os drones podem operar, nas mãos de mentes mais obscuras, como dispositivos de espionagem não autorizada.

Não obstante, os drones têm também um grande potencial na área das entregas. Com a capacidade para deixar encomendas à porta do cliente, podem também entregar mantimentos a sobreviventes de desastres naturais.

Gigantes da dimensão online, como o Facebook e a Google, têm procurado utilizar os drones como hotspots de Internet, facilitando o acesso à rede em áreas onde a cobertura escasseia ou é inexistente.

Em Portugal, não existe ainda legislação que regule este mercado emergente. Em dezembro, o Instituto Nacional de Aviação Civil (INAC) disse que estaria a trabalhar no sentido de estabelecer as normas legais que regulem a utilização das pequenas “aeronaves não-tripuladas“.

O INAC, contudo, será somente responsável pela redação da legislação a ser aplicada sobre os drones comerciais, visto que aqueles a serem utilizados para fins militares e de segurança estão a cargo do Ministério da Defesa Nacional.

David Mota, diretor executivo da SkyEye, uma empresa especializada na captura aérea de imagens e vídeo, disse que o mercado dos drones em 2020 deverá valer cerca de 23 mil milhões de dólares, sendo que o segmento mais rentável será o militar, seguido pelo comercial e, por fim, pelo recreativo.

O potencial de violação da privacidade dos cidadãos é algo que deixa os reguladores hesitantes face à democratização da utilização dos drones.

No fim do ano passado, o INAC dissera que no início de 2015 deveria emitir a devida legislação que colocaria os drones sob a alçada da lei.

Filipe Pimentel, B!T

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Inteligência Artificial está a reviver jogos de tabuleiro ancestrais

A Inteligência Artificial consegue descobrir, com um grande grau de precisão, o conjunto de regras de vários jogos de tabuleiro ancestrais. Jogos de tabuleiro com centenas de anos são, por vezes, encontrados em escavações arqueológicas. Sem …

Panteras da Flórida estão a agir como se tivessem sido envenenadas (e os cientistas não sabem porquê)

Algumas panteras da Flórida, nos Estados Unidos, estão a ter um comportamento estranho ao andar, quase como se tivessem sido envenenadas. Os cientistas ainda não conseguiram perceber porquê. De acordo com o Washington Post, pelo menos …

SL Benfica 0-2 FC Porto | "Dragão" astuto arranca triunfo na Luz

O FC Porto foi ao Estádio da Luz vencer o “clássico” por 2-0 e recuperar a desvantagem de três pontos que tinha no campeonato. Com uma estratégia muito bem montada, baseada numa grande pressão sobre o …

Câmaras de Inteligência Artificial podem ser a solução para evitar tiroteios

Câmaras de videovigilância com Inteligência Artificial podem ser a solução para pôr um fim aos tiroteios. Esta tecnologia é capaz de detetar armas de fogo e avisar logo de seguida as autoridades. Com as dificuldades em …

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% do que os médicos fazem é "fantochada"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …