Jogos Olímpicos podem passar a ser organizados por várias cidades ou países

USAF / Wikimedia

O Comité Olímpico Internacional (COI) aprovou alterações à Carta Olímpica que passam a permitir a candidatura de um grupo de cidades, uma região ou país à organização dos Jogos Olímpicos.

Ao abrigo das alterações esta quarta-feira aprovadas na 134.ª assembleia do COI, que decorreu em Lausana, na Suíça, cai a obrigatoriedade de designar a cidade sede dos Jogos Olímpicos sete anos antes do evento.

O COI pretende dar prioridade a candidaturas que já tenham instalações desportivas e infraestruturas construídas e exige “um plano de legado sustentável” para todas as construções olímpicas.

As alterações à Carta Olímpica foram aprovadas por unanimidade numa altura em que o movimento vive uma crise em relação às candidaturas à organização de Jogos Olímpicos, sobretudo devido aos elevados custos que o evento acarreta.

Em 2017, só se apresentaram à organização dos Jogos Olímpicos de 2024 as cidades de Paris e Los Angeles, o que levou o COI a entregar essa edição à capital francesa e a oferecer à cidade norte-americana a edição de 2028.

Thomas Bach, presidente do COI, classificou as alterações como “uma evolução da revolução”, da Agenda 2020, um pacote elaborado pelo COI em 2014, que, entre outros aspetos, visa reduzir custos na organização dos Jogos Olímpicos.

Até 2028, os Jogos Olímpicos terão sido disputados em 44 cidades em 23 países, mas por cidades fora da Europa e América do Norte em apenas oito ocasiões. Os primeiros Jogos Olímpicos sediados fora dessas regiões foram em Melbourne 1956 e os primeiros em solo latino-americano foram as Jogos Olímpicos da Cidade do México.

Desde os Jogos Olímpicos de Seul, na Coreia do Sul, os jogos foram realizados na Ásia ou na Oceânia quatro vezes, um forte aumento em relação aos anteriores 92 anos de história olímpica moderna. Os Jogos de 2016 no Rio de Janeiro foram os primeiros em um país sul-americano. Até o momento nenhuma candidatura da África foi eleita, no entanto uma edição dos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude está prevista para acontecer em Dakar, no Senegal, em 2022.

Os EUA já sediaram quatro Jogos Olímpicos de verão e quatro de inverno, mais que qualquer outra nação. Entre as nações sede dos Jogos Olímpicos de Verão, o Reino Unido, foi o anfitrião de três jogos, tornando Londres a primeira cidade a sediar por três vezes. Alemanha, Austrália, França e Grécia sediaram os Jogos Olímpicos de Verão por duas vezes até o momento.

Tóquio foi eleita sede dos Jogos de 2020, quando o Japão também sediará os Jogos Olímpicos de Verão pela segunda vez. Paris será a segunda cidade na história a sediar os Jogos por três vezes, após ser escolhido sede dos Jogos de 2024, sendo a sexta edição olímpica a ser sediada na França. Após ser escolhida como sede dos Jogos de 2028, a cidade de Los Angeles será mais uma a sediar os Jogos por três vezes.

Quanto às Jogos Olímpicos de Inverno, a França já sediou três jogos, enquanto Suíça, Áustria, Noruega, Japão, Itália e Canadá sediaram duas vezes cada um. Os jogos mais recentes foram realizados em PyeongChang, na Coreia do Sul em 2018, sendo a primeira vez que este país sediou os Jogos Olímpicos de Inverno. Com a eleição de Pequim como sede dos Jogos de 2022, tornar-se-á a primeira cidade a receber tanto Jogos Olímpicos de verão como de inverno.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Nosso planeta Terra vem abrigando criaturas da era das cavernas. Enquanto a tecnologia avança quem tem olhos de ver obseva que o período paleolítico vem praticando a Tsantsa um ritual de encolher a cabeca dos mortos, que hoje nota-se que a pratica vem sendo aplicada no cérebro já de quase um todo da população!

RESPONDER

China está a vender drones assassinos ao Médio Oriente

A China está a vender drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controlo humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão. Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está …

Aumento da temperatura pode vir a matar 1,5 milhões de indianos por ano

Se as emissões globais de gases de efeito de estufa não forem interrompidas, cerca de 1,5 milhões de indianos podem vir a morrer anualmente até 2100 devido ao aumento das temperaturas. Os números contam de …

O vencedor do Tour de France, Egan Bernal, pode ter beneficiado de uma vantagem genética

O ponto de viragem da Tour de France deste verão ocorreu no alto de uma montanha nos Alpes franceses. Foi o resultado de anos de treinamento e, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira, …

Mina Chang utilizou uma capa falsa da Time no CV e conseguiu chegar ao Governo de Trump

Mina Chang, vice-secretária adjunta do Gabinete de Operações de Conflitos e Estabilização do Departamento de Estado dos Estados Unidos, mentiu no seu currículo para conseguir alcançar um lugar no Governo de Donald Trump. De acordo com …

Jovem norueguesa controla 450 perfis no Instagram para tentar evitar suicídios

Uma norueguesa de 22 controla 450 perfis privados no Instagram para tentar evitar suicídios, conta a emissora britânica BBC, revelando ainda que a jovem recebeu já o apelido de "salva-vidas" devido ao trabalho que leva …

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …

Holanda reduz velocidade máxima nas autoestradas em prol da qualidade do ar (e deixa o primeiro-ministro "muito infeliz")

O Governo holandês vai baixar os limites de velocidade nas autoestradas do país para travar as emissões de monóxido de nitrogénio, que contribui para a degradação da camada de ozono. O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, anunciou …

Facebook para iOS utiliza câmara do iPhone sem que o utilizador note

Há um erro na aplicação do Facebook para iOS - sistema operativo do iPhone - que liga a câmara do telemóvel sem que o utilizador se aperceba quando este faz scrool no feed de …

Tesla vai abrir a sua primeira fábrica na Europa

O construtor de carros elétricos Tesla vai abrir uma fábrica nos arredores de Berlim, anunciou o presidente executivo da empresa, Elon Musk, na terça-feira à noite ao receber um prémio na capital alemã. “Tenho uma informação …

Continental vai contratar 300 engenheiros para o Porto

A Continental vai instalar no Porto um centro de desenvolvimento de tecnologias que poderá empregar "cerca de 300 engenheiros" e apoiará o desenvolvimento de soluções para veículos elétricos, condução autónoma e cibersegurança, anunciou esta quarta-feira …