Jogador norte-americano gera polémica ao não se levantar para o hino

bmward_2000 / Flickr

Colin Kaepernick

Colin Kaepernick

Na sexta-feira passada, o jogador de futebol americano Colin Kaepernick recusou-se a ficar de pé durante o hino nacional norte-americano antes de uma partida. O jogador afirma que não pretende mostrar orgulho por um país que oprime “pessoas de cor”. 

Colin Kaepernick, quarterback da equipa de futebol americano San Francisco 49ers, permaneceu sentado durante execução do hino nacional norte-americano antes de um amigável em Santa Clara, na Califórnia.

“Não vou me levantar e mostrar orgulho pela bandeira de um país que oprime o povo negro e as pessoas de cor”, declarou o quarterback do 49ers numa entrevista ao NFL Media depois do jogo.

Kaepernick referia-se à questão da discriminação racial e da violência policial, nomeadamente os casos de Alton Sterling e Philando Castile, que em julho foram mortos por polícias sem justificação plausível, causando protestos a nível nacional e ataques contra agentes.

“Para mim, isto está acima do futebol, e seria egoísta da minha parte virar a cara a esse assunto. Há corpos nas ruas e pessoas que cometem homicídios e saem impunes”, afirmou Kaepernick.

“As pessoas estão a morrer em vão porque este país não lhes dá o que prometeu”, lamentou.

O atleta, o ex-starter que levou o San Francisco ao Super Bowl de 2013, une-se assim a um grupo de jogadores da NBA, como Dwyane Wade, Chris Paul, LeBron James e Carmelo Anthony,  que também se têm manifestado publicamente contra problemas que afetam as minorias nos EUA.

Colin Kaepernick, que é filho adotivo de pais brancos, afirma que conversou com a família sobre o assunto, e decidiu envolver-se nos direitos da comunidade negra depois de meses a testemunhar injustiças e protestos.

Liberdade de expressão

Os San Francisco 49ers apoiam o atleta, e o treinador Chip Kelly afirmou aos jornalistas que a decisão de Kaepernick é “seu direito enquanto cidadão”. “Não tenho o direito de lhe dizer que não pode fazer alguma coisa”, sublinhou.

“O hino nacional é e sempre será parte especial da cerimónia de pré-jogo. É uma oportunidade de honrar o nosso país e refletir sobre a liberdade que nos é dada como cidadãos. Em respeito pela liberdade de religião e de expressão, reconhecemos o direito do indivíduo de participar, ou não, da celebração do hino nacional”, lê-se num comunicado dos San Francisco 49ers.

A NFL também emitiu a sua posição, sem fomentar polémica: “os jogadores são encorajados a levantar-se durante o hino, mas não é obrigatório“.

Quanto ao jogo, Colin Kaepernick acertou dois passes de seis, totalizando 14 jardas. O San Francisco 49ers perdeu para o Green Bay Packers por 21 a 10.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Um imbecil que “esquece” que as pessoas de cor no seu país, são também, a maioria dod que mais matam e criam uma vivência à parte de sociedade. Quer tapar o sol com uma peneira.

  2. Olha este no país do Kim-Jong-un nem tempo teria para fazer qualquer declaração mas também não se arriscaria a tal ação, se por um lado é condenável a violência das autoridades também seria bom que reconhecesse a violência dos da sua raça, mas isso parece-me que eles sempre se recusam a fazê-lo.

  3. Atitude muito cívica do jogador, bem como do treinador e respetivo clube. Liberdade de expressão e democracia a funcionar. Todos de parabéns|

  4. Este só vê os pretos que são mortos pela polícia no desempenho do seu dever mas não vê os crimes que os outros cometem assassinando os da mesma cor. Falsa moralidade!

RESPONDER

Abono extra e complemento de estabilização. Governo cria dois novos apoios cumulativos para quem perdeu rendimentos

O Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) do Governo vai incluir dois novos apoios para trabalhadores e famílias que perderam parte dos seus salários nos últimos três meses devido à pandemia de covid-19. A notícia …

Bolsonaro veta transferência de 1,5 mil milhões de euros para estados e municípios

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, vetou na quarta-feira a transferência de 8,6 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros) do Fundo de Reservas Monetárias (FRM) para estados e municípios combaterem a covid-19. A decisão …

O núcleo da Terra pode esconder mais de cinco oceanos no seu interior

Um novo estudo sugere que o núcleo da Terra pode abrigar uma grande quantidade de água no seu interior. Segundo os investigadores, a quantidade pode chegar ao equivalente a cinco oceanos. Muitos estudos comprovam que, sob …

Descoberto novo tipo de matéria exótica no "coração" das estrelas de neutrões

Uma investigação levada a cabo por um grupo de cientistas da Finlândia encontrou fortes evidências da existência de matéria exótica de quarks no interior dos núcleos das maiores estrelas de neutrões. Em comunicado, os cientistas …

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ser "filhos" de um mesmo pai

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ter sido formados a partir de um outro asteróide de grandes dimensões, sugere uma investigação internacional. Simulações numéricas de grandes ruturas de asteróides, como as que ocorrem no cinturão de …

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …