Ex-deputada Joana Amaral Dias filmou-se a desrespeitar as regras da covid-19

2

Mário Cruz / Lusa

A psicóloga e comentadora Joana Amaral Dias.

A psicóloga e comentadora de televisão Joana Amaral Dias, ex-deputada do Bloco de Esquerda, publicou nas redes sociais um vídeo onde surge, com amigos, a desrespeitar as regras de combate à covid-19 num restaurante.

“Jantar no restaurante sem certificado! E sem máscara”. É assim que Joana Amaral Dias apresenta o vídeo onde surge a contornar as regras contra a pandemia, nomeadamente quanto à apresentação do certificado de vacinação ou de recuperação nos restaurantes.

“Já se confrontaram com esta situação, de exigirem, para que possam comer, acesso a dados pessoais vossos. Vamos ver o que acontece quando se quer jantar e não se quer dar essa certificação”, refere Joana Amaral Dias no vídeo que parece ter sido filmado num restaurante da cadeia de fast-food MacDonald´s no Marquês de Pombal, em Lisboa.

Quando chega perto do balcão para fazer o seu pedido, a funcionária do restaurante pede à comentadora da CNN Portugal e da TVI o seu certificado. “Mas porquê? Eu só venho comer! Só venho jantar, obrigada“, responde Joana Amaral Dias, deixando a funcionária pendurada e dirigindo-se para uma mesa.

No vídeo, fica claro que nenhum dos três amigos que acompanhavam a psicóloga mostrou o seu certificado digital.

Além disso, um dos acompanhantes de Joana Amaral Dias entra no espaço sem máscara e vangloria-se disso. “Dois anos sem usar máscara. Se não quiserem usar máscara, é beber muita água”, aponta.

Joana Amaral Dias também se mostra no interior do restaurante sem máscara enquanto segura uma garrafa de água na mão.

“Gestão da covid é política e é ilegal”

Joana Amaral Dias tem assumido diversas opiniões, tanto nas intervenções televisivas como nas redes sociais, contra as medidas tomadas para combater a covid-19. No passado dia 24 de Janeiro, escreveu no seu perfil do Facebook que “as regras e normas covid só servem para partir a espinha aos cidadãos“. “Não têm qualquer intuito relativo à saúde”, defendeu.

“A gestão da covid é meramente política e é ilegal. É política porque para fazer campanha eleitoral, para quebrar o isolamento e os que estão infectados irem votar, por questões religiosas ou em nome do futebol (tudo para Sevilha já !) , as regras são totalmente ignoradas”, apontou ainda.

“A Constituição da República Portuguesa tem sido sistematicamente violada nestes dois anos” devido a regras que “suspendem os nossos direitos, liberdades e garantias por resolução do Conselho de Ministros, sem passar nem pelo Presidente da República, nem pelo Parlamento”, nota ainda Joana Amaral Dias.

  ZAP //

2 Comments

  1. Que tristes… desde a snob, até ao boneco de treino usado pelo José Castelo Branco que parece estar sentado num paralelepípedo… Bebe tanta água… lol
    E estas figurinhas ainda têm tempo de antena… enfim…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE