/

Já é possível transferir dinheiro apenas com o número de telemóvel

(dr) Pexels

Nova ferramenta SPIN tem como objetivo combater as fraudes nas transferências bancárias. Tudo é “mais fácil e seguro” a partir desta segunda-feira.

Sem precisar de indicar um IBAN, o SPIN permite a partir desta segunda-feira indicar o número de telemóvel para efetuar uma transferência bancária, sem quaisquer custos adicionais.

O serviço criado pelo Banco de Portugal permite iniciar transferências a crédito e imediatas utilizando o número do contacto ou, no caso das empresas, o Número de Identificação de Pessoa Coletiva (NIPC).

Esta é, garantiu o administrador do Banco de Portugal Hélder Rosalino na apresentação da ferramenta, a “solução de pagamentos mais abrangente, universal e segura”.

Com a nova ferramenta deixa de ser necessário fazer adesões, instalar aplicações ou associar cartões, lembra o administrador.

Quem pode usar?

O serviço está ativo a partir desta segunda-feira e disponível para todos os utilizadores que tenham uma conta de pagamento num prestador de serviços de pagamento estabelecido em Portugal.

É possível fazer a transferência simplificada em 14 instituições de pagamento, mas todos os bancos terão de se adaptar e começar a fazê-lo até 16 de setembro.

Como funciona?

Antes de tudo, o cliente deve pedir ao banco para associar o seu número de telemóvel ou NIPC ao IBAN. O número de telemóvel deve ser o mesmo que está registado e certificado junto da instituição de pagamento.

Depois, para entrar na aplicação do banco, já surge não só a possibilidade de usar o IBAN, mas também de utilizar o telemóvel/NIPC.

Feita a transferência, o dinheiro deve “cair” na conta recetora em até 24 horas, se for feita entre bancos. O prazo é igual ao das transferências a crédito.

Vale lembrar: o recetor do dinheiro também tem de fazer a associação do identificador ao IBAN da conta na qual pretende receber o dinheiro.

Os bancos não podem cobrar aos clientes por este serviço, ou seja, podem cobrar pela transferência, mas não o uso dessa funcionalidade específica.

Alternativa ao MBWay?

Ao contrário de soluções rápidas como o MBWay, o novo serviço permite iniciar transferências em todos os canais sem necessitar de associar um cartão, o que torna a prática de enviar dinheiro “mais segura, porque identifica o beneficiário e é mais universal”. No sistema da empresa SIBS, o dinheiro fica logo disponível quando transferido.

“Do ponto de vista da experiência prática, não difere de uma transferência normal que hoje conhecemos”, explica o responsável do BdP.

ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.