IURD vai exigir “reparação dos danos” após “campanha infamante”

Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

Templo Salomão, sede mundial da Igreja Universal do Reino de Deus

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) informou este sábado que vai recorrer à justiça para “exigir a reparação dos danos causados” com as notícias publicadas sobre casos de adoções ilegais, após uma “campanha infamante” contra a instituição.

“A IURD recorrerá aos tribunais para exigir a reparação dos danos causados”, diz a IURD, num “comunicado para reposição da verdade” assinado pelos membros da direção João Filipe, César Ribeiro e Maria João Dias, hoje divulgado em vários jornais.

Explicando que recorreu a espaços pagos em várias publicações para garantir que a informação é “transmitida na íntegra”, aquela instituição religiosa aponta que, ao longo dos últimos meses, tem sido “objeto de uma campanha infamante”,

A campanha, diz a note, é “constituída por uma inesgotável sequência de reportagens televisivas e notícias publicadas em jornais, com as quais se pretende inculcar a ideia de que a Igreja alimentou, há cerca de 20 anos, um esquema ilegal e fraudulento de adoções”.

“Esta campanha, feita de uma agressividade inaudita, para além de desrespeitar direitos fundamentais de várias pessoas envolvidas, é falsa e difamatória”, vinca a IURD no seu comunicado.

Aludindo à análise ao caso feita pela Procuradoria-geral da República (PGR), que “não detetou circunstâncias menos claras” nas adoções da IURD, a entidade salienta que “todos os processos de adoção foram tramitados de forma rigorosa, tendo sido cumprida a totalidade dos trâmites legais, seja pelas autoridades administrativas, seja pelo Ministério Público, seja pelos magistrados judiciais”.

“Isso mesmo está a ser apurado de forma completa e sem margem para dúvidas pela PGR”, acrescenta, sustentando que “nada há, por isso, nada a apontar à forma como se processaram os diversos passos previstos na lei, desde a entrega das crianças às instituições ao deferimento da confiança judicial, até à decisão de adoção”.

A IURD insiste que “tudo, mas tudo mesmo, foi feito em rigoroso cumprimento das regras aplicáveis”, concluindo que “é falso tudo o que se diga em contrário”.

“É preciso deixar muito claro que a IURD não retirou filhos aos pais como, de forma insidiosa, se vem dizendo. As crianças foram entregues pela Segurança Social ao lar porque se encontravam em risco”, adianta, afirmando desconhecer os motivos para “esta campanha”.

A instituição deixa ainda a garantia de que vai “repor verdade […] perante a torrente de falsidades habilidosas, mentiras grosseiras e manipulações maldosas, das quais tem vindo a ser algo, geradoras, aliás, de incitamento à violência, que já gerou a prática de atos criminosos incidindo sobre pessoas e bens”.

A TVI exibiu uma série de reportagens denominadas “O Segredo dos Deuses“, na qual noticiou que a IURD esteve alegadamente relacionada com o rapto e tráfico de crianças nascidas em Portugal. O caso foi, entretanto, acompanhado por outros órgãos de comunicação nacionais.

Os supostos crimes terão acontecido na década de 1990, com crianças levadas de um lar em Lisboa, que teria alimentado um esquema de adoções ilegais em benefício de famílias ligadas à IURD que moravam no Brasil e nos Estados Unidos.

A IURD tem vindo a refutar as acusações de rapto e de um esquema de adoção ilegal de crianças portuguesas e considera-as fruto de “uma campanha difamatória e mentirosa”.

Segundo informações avançadas pela TVI, a IURD tem atualmente nove milhões de fiéis, espalhados por 182 países, 320 bispos e cerca de 14 mil pastores.

No final de janeiro passado, esta estação televisiva foi notificada através de providência cautelar para a retirada das reportagens.

// Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Para quando a prisão destes vigaristas? A IURD é má demais para ainda ter as portas abertas
    A justiça que investigue a sério esta gente, por favor

  2. Visitei uma vez esse antro. Sai a meio a rir-me da maneira “grosseira” como sacam o dinheiro aos fieis. E agora vem falar de “esquemas ilegais e fraudulentos”

  3. À parte os crimes de falsas adopções, de que é acusada, essa seita deve ser condenada por crimes contra a Humanidade. O que vem fazendo em 182 países, relativamente a 9 milhões de inocentes a que os seus responsáveis apelidam de “fiéis”, é reprovável a todos os títulos.
    Todas as religiões são “bluff”. A IURD nem religião chega a ser. Mas seja o que for, não se entende por que razão os governos permitem a sua implantação nos países onde vai grassando.
    Pobre Humanidade. A tua decadência apressa-se!

RESPONDER

DGS autoriza competições da FPF com 33% de público

Os jogos das competições organizadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) podem ter uma ocupação de 33% dos recintos desportivos, segundo um parecer técnico da Direção-Geral da Saúde (DGS) a que a agência Lusa teve …

Novas "caixas" transformam eletricidade e areia em painéis solares

A Terrabox é uma espécie "fábrica de células solares" que só necessita de areia e eletricidade. Se for um sucesso, a tecnologia vai à Lua e a Marte. A Maana Electric, uma empresa sediada no Luxemburgo, …

Tribunal europeu autoriza hospital britânico a retirar o suporte de vida a bebé. Pais recusam

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos rejeitou um recurso da família de Alta Fixsler, uma bebé de dois anos, que não come ou respira sozinha, autorizando o Manchester University NHS Foundation Trust a retirar-lhe o …

Equipa com astrónomos portugueses descobre planetas que podem ter água

Uma equipa internacional de astrónomos, incluindo portugueses, descobriu um sistema de planetas fora do Sistema Solar que podem ter água à superfície, no interior ou na atmosfera, divulgou esta quinta-feira o Observatório Europeu do Sul …

México processa fabricantes de armas dos EUA para tentar deter comércio ilegal

O Governo do México lançou uma ação civil num tribunal do Massachusetts, nos Estados Unidos (EUA), contra um conjunto de fabricantes por "comércio negligente", visando deter o "tráfico ilegal" de armas através da fronteira, destinadas …

Afinal, Messi não vai renovar com o Barcelona

O internacional argentino não vai renovar contrato com o FC Barcelona, confirmou, esta quinta-feira, o clube catalão. Em comunicado publicado no seu site oficial, o FC Barcelona explica que, "apesar de ter chegado a acordo" com …

A Guerra Fria eclodiu nas piscinas de Tóquio. E promete continuar pelos Olímpicos fora

Após a final dos 200 metros costas, o nadador norte-americano Ryan Murphy sugeriu que acabara de participar numa prova que "provavelmente não foi limpa". O comentário foi interpretado como uma acusação a Evgeny Rylov, medalhado …

Moderna admite a necessidade de terceira dose da vacina este ano

A empresa biotecnológica norte-americana Moderna admitiu esta quinta-feira que será necessária uma terceira dose da sua vacina contra a covid-19 antes do fim do ano, devido ao esperado aumento de contágios causado pela variante Delta …

Marcelo insiste na vacinação dos jovens dos 12 aos 15. "Temos de ter paciência"

O Presidente da República considerou, esta quinta-feira, que as dúvidas relativas à vacinação dos jovens entre os 12 e os 15 anos não são "tanto dúvidas de princípio, quanto de momento", afirmando que "tudo tem …

44% dos futebolistas foram alvo de ofensas no Twitter

Estudo envolveu os 400 futebolistas da Premier League que têm conta oficial naquela rede social. Quase metade dos futebolistas da Premier League que têm conta oficial no Twitter recebeu mensagens com conteúdo ofensivo ao longo da …