Isabel dos Santos deixa presidência da Cruz Vermelha de Angola

Bruno Fonseca / EPA

A empresária angolana Isabel dos Santos

A empresária angolana, considerada a mulher mais rica de África, anunciou esta sexta-feira a sua “indisponibilidade” para continuar a exercer o cargo de presidente da Cruz Vermelha de Angola, que já ocupava há 12 anos.

Em comunicado enviado à agência Lusa, Isabel dos Santos refere que a decisão já foi transmitida ao conselho executivo nacional, tendo indicado Elias Piedoso Chimuco, atual vice-presidente, para ocupar o cargo de presidente interino, “para assegurar o normal funcionamento” da instituição.

Na hora da saída, através da carta enviada conselho executivo nacional, a empresária angolana dirigiu-se igualmente aos trabalhadores e voluntários da Cruz Vermelha de Angola, agradecendo o “empenho e dedicação”.

A saída da filha do ex-Presidente angolano da liderança da Cruz Vermelha acontece depois de vários meses de polémicas divulgadas por alguma imprensa angolana sobre a gestão da instituição, cuja veracidade foi sempre negada pela empresária.

Foi igualmente denunciado os 11 meses de salários em atraso na instituição, abrangendo 115 trabalhadores, e alegada tentativa de destituição de Isabel dos Santos por parte dos funcionários.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cartel de Sinaloa abre fogo e obriga polícia a libertar filho de “El Chapo”

O filho de El Chapo, Ovidio Guzmán López, foi libertado depois de várias horas de violência que se seguiram à sua detenção e o ministro da Defesa argumentou com medidas de segurança para o fazer. O …

Portugal tem 796 mil “eleitores-fantasma”

Portugal tem mais 796 mil eleitores do que população residente com 18 e mais anos. O número de inscritos nos cadernos eleitorais, em território nacional, apresenta uma diferença de 9,3% face ao número de residentes …

Lenine Cunha e Ana Filipe conquistam mais duas medalhas nos INAS Global Games

Os portugueses Lenine Cunha e Ana Filipe conquistaram esta quinta-feira medalhas de prata e bronze, respetivamente, nos INAS Global Games, competição mundial para atletas com deficiência intelectual, que decorre em Brisbane, na Austrália. Os dois pódios …

Homem detido em França por ameaça de ataque inspirado no 11 de setembro

Um indivíduo identificado como sendo um radical islâmico foi detido em França acusado de terrorismo devido a uma ameaça de sequestro e ataque inspirado no atentado às Torres Gémeas, nos Estados Unidos, em 2001, anunciaram …

Nick Cave and The Bad Seeds regressam a Portugal em 2020

Dois anos depois do concerto no NOS Primavera Sound, no Porto, Nick Cave and The Bad Seeds vão regressar a Portugal no Campo Pequeno, em Lisboa. Os dois concertos, marcados para 22 e 23 de abril, …

Retirar amianto é 50 vezes mais barato do que tratar doente de cancro

A Quercus alertou esta sexta-feira que retirar uma cobertura de amianto de uma escola fica 50 vezes mais barato do que tratar um doente com mesotelioma, o cancro da pleura do pulmão provocado pela exposição …

Sócrates critica recusa do PS em fazer acordo escrito com o Bloco de Esquerda

O antigo primeiro-ministro José Sócrates critica a recusa do PS em fazer um acordo escrito de legislatura com o Bloco de Esquerda, considerando que revela "uma visão meramente utilitária" e que pode gerar "ressentimento" à …

Pelo menos 28 mortos e 55 feridos em explosão de uma mesquita no Afeganistão

Pelo menos 28 pessoas morreram e 55 ficaram feridas devido a uma explosão numa mesquita na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão, durante o período de oração desta sexta-feira, anunciaram as autoridades locais. "Os números …

Pedro Alves escolhido para a presidência executiva do Banco Montepio

Pedro Gouveia Alves, atual presidente do Montepio Crédito, foi escolhido para novo CEO do Banco Montepio. O nome reuniu o consenso de Carlos Tavares e de Tomás Correia. O Banco Montepio escolheu Pedro Alves como novo …

Tancos. Sindicato dos procuradores sugere que ordem para não inquirir Costa e Marcelo é ilegal

O Sindicato dos procuradores sugere que a ordem do diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) que travou a inquirição de António Costa e de Marcelo Rebelo de Sousa, como testemunhas no …