IPO do Porto recebe terapia “revolucionária” para tratamento do cancro

O Instituto Português de Oncologia do Porto prepara-se para começar a fazer tratamentos com células CAR-T, uma nova técnica de combate a diferentes tipos de cancro do sangue, que é reconhecida como sendo “revolucionária”.

A notícia foi avançado pelo Jornal de Notícias, que dá conta de que o IPO do Porto já foi reconhecido pela farmacêutica Gilead, que descobriu este tratamento, para passar a oferecer este tratamento, que pode custar até 400 mil euros à unidade. De acordo com o mesmo jornal, os primeiros doentes devem começar a ser escolhidos em março.

A presidente do IPO do Porto referiu que a terapia CAR-T “é o pináculo das terapias personalizadas”. Esta técnica, que consiste na injeção de células manipuladas de forma a conseguirem detetar e matar células cancerígenas, foi aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos em agosto de 2018.

Espera-se agora pela luz verde da Direção Geral da Saúde. Esta resposta será “rápida”, garantiu ao Correio da Manhã Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, acrescentando que “na atual fase do processo estão a ser avaliadas várias questões”.

A terapia com células CAR-T permite, para já, o tratamento de tumores no sangue, como linfomas e leucemias, explica o oncologista Jorge Espírito Santo. O médico considera que a adoção desta terapia “é um passo importante e a esperança é que se possa estender ao tratamento de outros tumores”.

“É extraordinário por ser um tratamento controlado“, acrescenta Jorge Espírito Santo, que considera que a escolha de um IPO resulta de “estas unidades terem capacidade para a realização de outras terapêuticas”.

O recurso ao tratamento com células CAR-T será realizado apenas nos casos em que a quimioterapia ou o transplante de medula óssea tornam-se ineficazes no controlo da doença oncológica.

O cancro, também conhecido como neoplasia maligna, é um grupo de doenças que envolvem o crescimento celular anormal, com potencial para invadir e espalhar-se pelo corpo podendo levar à morte.

Houve 861 mortes por leucemia em 2017. A maior parte dos óbitos, num total de 57%, ocorre depois dos 75 anos de idade. As mortes por leucemia representam 0,8% dos óbitos observados no país.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Luz verde. PAN abstém-se e garante aprovação do OE2021

A votação final global do Orçamento do Estado para 2021 acontece esta quinta-feira no Parlamento. A sua aprovação está garantida devido à abstenção do PCP, PEV e PAN, apesar do voto contra do Bloco de …

Mais de 500 funcionários públicos vão ajudar SNS. Camas de cuidados intensivos podem chegar às 1.000

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou, em entrevista ao Público e à Renascença, que mais de 500 funcionários públicos vão integrar as equipas de rastreio do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Na entrevista conjunta ao …

Erro de fabrico levanta questões sobre vacina de Oxford

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford reconheceram esta quarta-feira um erro de fabrico que está a levantar questões sobre os resultados preliminares e a eficácia da sua vacina experimental contra a covid-19. O comunicado, onde …

Partiu o "mais humano dos deuses" quando tentava mudar de vida. 9 ambulâncias socorreram Maradona, mas foi em vão

A Argentina está em choque com a morte de Diego Armando Maradona. O coração de El Pibe não aguentou numa altura em que estava a tentar mudar de vida, com exercícios físicos, dieta e a …

Manter o ar de casa limpo pode reduzir a probabilidade de propagar covid-19

Além das precauções atualmente recomendadas, garantir que o ar em espaços interiores esteja o mais limpo possível também pode ajudar a reduzir a probabilidade de propagar o novo coronavírus. A grande maioria da transmissão do SARS-CoV-2 …

Navio australiano filma meteoro a desintegrar-se no céu da Tasmânia

O navio de pesquisa científica da CSIRO capturou imagens surpreendentes de um meteoro a desintegrar-se no oceano, muito perto da Tasmânia. Na quarta-feira, o navio de pesquisa científica da CSIRO capturou um meteoro a desintegrar-se no …

Afinal, o Espaço não é assim tão escuro. Há brilho de origem desconhecida

Uma equipa de cientistas usou a New Horizons para medir a luminosidade do Espaço profundo e os resultados surpreenderam-na. Há muito tempo que os cientistas tentam perceber qual a luminosidade do Espaço, se lhe retirarmos todas …

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …