Investigadores procuram veleiro afundado na Primeira Guerra Mundial ao largo de Sagres

d.r. Augusto Salgado

Imagem captada pela câmara do ROV Luso, um veículo subaquático controlado remotamente, utilizado pela primeira vez na arqueologia portuguesa.

Imagem captada pela câmara do ROV Luso, um veículo subaquático controlado remotamente, utilizado pela primeira vez na arqueologia portuguesa.

Uma equipa do Centro de Investigação Naval da Marinha Portuguesa (CINAV) está a tentar localizar o veleiro italiano “Bienaimé Prof. Luigi”, afundado pelo submarino alemão U-35 ao largo de Sagres, em abril de 1917, em plena Primeira Guerra Mundial. 

Os trabalhos de arqueologia naval, que decorrem junto à costa algarvia, são coordenados pelo comandante Augusto Salgado e pelo historiador Jorge Russo e comparticipados em 15 mil euros pela Câmara de Vila do Bispo.

A vereadora com o pelouro da Cultura, Rute Silva, disse à agência Lusa que a comparticipação financeira é justificada “com a importância que os trabalhos representam, porque está a ser feito o registo arqueológico subaquático”.

“A localização do veleiro italiano e a sinalização de vários navios e aviões afundados junto a Sagres permitirão catalogar e elaborar um roteiro com o objetivo de colocar a zona costeira nos mapas da primeira Guerra Mundial e promover o turismo de mergulho no concelho”, acrescentou Rute Silva.

A viagem do veleiro italiano entre o Reino Unido e Génova (Itália) terminou no mar de Sagres, em 24 de abril de 1917, sendo um dos quatro navios afundados naquele dia pelo submarino alemão na costa portuguesa.

De acordo com os historiadores, o U-35, um submarino imperial alemão comandado por Lothar von Arnauld de la Perière, já tinha afundado os navios Nordsöen, Torvore e Vilhelm Krag.

d.p. Eberhard Möller / Wikimedia

O submarino imperial alemão U-35, comandado por Lothar von Arnauld de la Perière, já tinha afundado os navios Nordsöen, Torvore e Vilhelm Krag quando afundou o Bienaimé Prof. Luigi ao largo de Sagres

O submarino imperial alemão U-35, comandado por Lothar von Arnauld de la Perière, já tinha afundado os navios Nordsöen, Torvore e Vilhelm Krag quando afundou o Bienaimé Prof. Luigi ao largo de Sagres

O historiador Paulo Costa relacionou alguns destroços encontrados no mar de Sagres com os dos navios, mas essa relação ainda não foi comprovada.

O veleiro italiano continua com paradeiro desconhecido, indicando o diário de bordo do submarino alemão U-35 o seu afundamento numa posição a grande profundidade.

A 28 de maio, resultou infrutífera uma tentativa dos investigadores para localizar o navio a mais de 650 metros de profundidade, apesar de terem sido utilizados sondadores multifeixe e o ROV Luso, um veículo subaquático controlado remotamente, utilizado pela primeira vez na arqueologia portuguesa.

Está previsto que os trabalhos para localizar os destroços do “Bienaimé Prof. Luigi” decorram até domingo.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. È assim ques e estraga o dinheiro a portugal. Deram 15.000 euros a um “comandante” la da laia deles do partido da camara.E dividiram pelos amigos.

    Ora o achado nao pode servir de turismo, pois encontra-se a 650 metros de profundidade mais ou menos, ninguem mergulha a essa profundidade.

RESPONDER

Arábia Saudita vende prédio onde Jamal Khashoggi foi assassinado

A Arábia Saudita vendeu o edifício onde foi assassinado e desmembrado o jornalista Jamal Khashoggi. O prédio do Consulado, em Istambul, foi comprado há mais de um mês por menos de um terço do seu …

Portugal com mais de 60 nomeações nos óscares do turismo

Portugal está nomeado para mais de 60 categorias dos World Travel Awards, conhecidos como “Óscares do Turismo”. Segundo o jornal Público, há 66 nomeações para destinos ou empresas portuguesas na edição de 2019. Depois de em …

Polícia acaba com o maior fornecedor de televisão pirata da Europa. Clientes podem pagar 25 mil

Uma operação conjunta de polícias de vários países, coordenada pela Eurojust, levou ao desmantelamento da Xtream Codes, um serviço de fornecimento de serviços de televisão pirata, que tinha milhões de clientes na Europa. As ações policiais …

Rui Pinto acusado de crimes de acesso ilegítimo e extorsão na forma tentada (e fica na prisão)

O hacker Rui Pinto foi acusado pelo Ministério Público dos crimes de acesso ilegítimo e extorsão na forma tentada no caso Doyen. A par de Rui Pinto foi também acusado Aníbal Pinto, advogado que intermediou as …

PAN explica medidas ambientais propostas que "já estavam em vigor"

A revista Visão noticiou na quarta-feira que o PAN, no capítulo do programa eleitoral dedicado ao Ambiente, faz propostas que já estão implementadas. Na sua página do Facebook, o partido de André Silva desconstruiu as medidas, …

Greta Thunberg diz ao Senado dos EUA que "não estão a esforçar-se o suficiente"

A ativista sueca Greta Thunberg reuniu-se na terça-feira com o grupo de trabalho que trata das questões ambientais no Senado norte-americano e pediu acões, não elogios. A adolescente de 16 anos é uma das ativistas …

Pelo menos três mortos e 100 feridos em reparações pós-tufão no Japão

Pelo menos três pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas em obras de reparação de edifícios na província de Chiba, a leste de Tóquio, dias depois da passagem de um tufão pelo arquipélago nipónico. Um …

Prisão preventiva para bombeiro suspeito de atear fogos em Torres Vedras

O Tribunal de Torres Vedras decretou prisão preventiva para um bombeiro detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de fogo posto no concelho de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, disse fonte judicial esta quinta-feira. O …

Aeroporto do Montijo. Consulta pública termina hoje, mas a palavra final é da APA

A consulta pública do Estudo de Impacte Ambiental do futuro aeroporto do Montijo termina esta quinta-feira. O estudo tem apontado diversas ameaças para a fauna e efeitos negativos sobre a saúde da população por causa …

Após dúvidas no Parlamento Europeu, Elisa Ferreira vende ações da Sonae

A comissária europeia indigitada Elisa Ferreira decidiu esta quinta-feira “dar ordem de venda” às ações que detém no grupo Sonae, após as questões levantadas pela comissão de Assuntos Jurídicos do Parlamento Europeu quanto a um …