Investigadores descobrem forma de travar avanço do tipo mais mortal do cancro da pele

Edgepath / Flickr

Melanoma maligno, padrão de propagação superficial

Cientistas australianos descobriram que uma combinação de novos tratamentos pode parar o avanço da forma mais mortal de cancro da pele, o melanoma, interrompendo a sua propagação para outros órgãos.

Os resultados de dois estudos realizados pelo Melanoma Institute Australia, com sede em Sydney, e publicados na revista científica New England Journal of Medicine mostraram-se bem sucedidos em pacientes com melanoma estágio III, cujos tumores tinham sido removidos cirurgicamente. Até agora, esses pacientes apresentavam um risco de 40 a 70%, considerado alto, da doença avançar e tornar-se fatal.

Com a nova pesquisa, os cientistas mostraram que é possível impedir que a doença se espalhe, efetivamente salvando vidas.

Um em cada três cancros diagnosticados é de pele, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. Embora 90% das pessoas possam ser curadas removendo o cancro primário através da cirurgia, nos outros 10% o melanoma espalha-se, porque é detetado muito tarde.

Segundo a diretora médica do instituto australiano, Georgina Long, o objetivo final de fazer do melanoma uma doença crónica e não terminal está agora muito mais próximo de ser alcançado.

“Os resultados vão mudar a forma como tratamos os pacientes com melanoma, bem como a sua qualidade de vida. Até agora, os pacientes no estágio III que tiveram os tumores cirurgicamente removidos simplesmente tinham que ficar à espera, para ver se o melanoma se espalhava. Viver com tanto medo afeta-os severamente, bem como aos seus entes queridos”, acrescentou Long.

Os investigadores realizaram dois ensaios clínicos de 12 meses, um baseado em imunoterapia e outro com terapias direcionadas. Ambos foram bem sucedidos na prevenção da propagação da doença.

Num deles, terapias específicas – dabrafenib e trametinib – bloquearam a ação de um gene, o BRAF, que é um estimulante para o melanoma. Isso não só impediu que o cancro no estágio III fosse recorrente, como aumentou a esperança de vida global dos pacientes.

O segundo ensaio clínico tratou pacientes com nivolumab ou ipilimumab, drogas de imunoterapia projetadas para “reiniciar” o sistema imunológico com o objetivo de atacar células de melanoma. Os resultados mostraram que o nivolumab, em particular, diminuiu a hipótese de recaída nos pacientes.

“Estes ensaios clínicos mostram que agora temos munições para prevenir a propagação e o avanço do melanoma, uma área crítica do comportamento da doença sobre a qual não tínhamos controlo”, disse Long.

RESPONDER

Não, os EUA não declararam guerra à Coreia. Mas não lhes abatam os aviões

Os Estados Unidos negaram hoje ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios …

Casal canibal detido na Rússia por ter comido 30 pessoas

Um homem e uma mulher da cidade de Krasnodar, no sul da Rússia, poderão ter sido responsáveis pelo assassinato de cerca de 30 pessoas, que terão posteriormente comido. Os suspeitos, um instrutor militar de 35 anos …

Portugal pagou menos 213ME em juros à 'troika' até agosto

Portugal pagou 1.161,2 milhões de euros em juros à 'troika' até agosto, menos 213,1 milhões em termos homólogos, devido à extensão da maturidade de parte do empréstimo e aos reembolsos antecipados ao FMI. O Estado reduziu …

"Príncipe da Pontinha" detido pela GNR na Madeira

A Guarda Nacional Republicana deteve, esta segunda-feira, o autointitulado "príncipe do ilhéu da Pontinha" por este se ter oposto a uma ordem de execução judicial de encerramento de instalações, informou o porta-voz do comando territorial. "A …

Vacina contra a gripe gratuita para diabéticos e bombeiros

Direção-geral da Saúde justifica alargamento da gratuitidade com os riscos que o frio representa para os diabéticos e com a assistência na saúde prestada pelos bombeiros. A vacina contra a gripe vai ser este ano pela …

Morreu Abd El Aty, a mulher que chegou a pesar 500 quilos

Aos 37 anos, Eman Ahmed Abd El Atya estava a ser submetida a um tratamento intensivo nos Emirados Árabes Unidos. Mas acabou por morrer na sequência de complicações cardíacas. A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, …

Turquia encerra fronteira e ameaça petróleo em represália a referendo curdo iraquiano

O Presidente da Turquia, forte opositor do referendo sobre a independência do Curdistão iraquiano, anunciou esta segunda-feira que encerrará em breve a fronteira terrestre com aquela região autónoma do Iraque, bem como ameaçou bloquear as …

Comentador do Benfica diz que foi agredido por administrador do Sporting

O comentador da Benfica TV e advogado António Pragal Colaço apresentou queixa-crime contra o administrador da SAD do Sporting, Nuno Correia da Silva, acusando-o de agressão. O caso é divulgado pelo Correio da Manhã (CM) que …

Políticos e militares negam relatório de Tancos (Expresso promete novas revelações)

O Exército continua a negar a existência de um relatório das secretas militares sobre o roubo de Tancos, tal como o Presidente da República, o primeiro-ministro e o ministro da Defesa. Mas o director do …

Sondagem: Isaltino ganha Oeiras

A candidatura de Isaltino Morais - Inovar Oeiras de Volta - lidera a sondagem com 13 pontos percentuais acima do atual presidente da autarquia Paulo Vistas, antigo vice presidente de Isaltino Morais. As eleições autárquicas estão …