Investigadora portuguesa dá nome a “vírus bons”. É a quarta mulher a receber a distinção

A investigadora Joana Azeredo, da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, vai ser a primeira portuguesa a baptizar um grupo de vírus. Trata-se da quarta mulher, a nível mundial, a receber uma distinção que só costuma ser atribuída no fim de carreira ou a título póstumo.

Joana Azeredo, que é professora na Universidade do Minho (UM), vai ter o seu apelido associado a um grupo de vírus, em concreto, à subfamília Azeredovirinae, que atacam bactérias patogénicas para os humanos.

Trata-se de “um grupo [de vírus] que infectam especificamente bactérias” e são “completamente inofensivos para os humanos”, explica ao ZAP a investigadora. Mas “é bondade falar em vírus bons”, refere, salientando que “também estão associados à transferência das resistências em bactérias”.

O que é bom é o facto de conseguirem “reconhecer e matar bactérias”, podendo, assim, ser utilizados “como armas” no combate a infecções bacteriológicas, nomeadamente no âmbito de “feridas crónicas, infecções urinárias e respiratórias”, como explica a investigadora.

Os vírus Azeredovirinae “infectam e matam bactérias do género Estafilococos, causadores de doenças nos humanos” e “têm um grande interesse terapêutico”, como destaca o comunicado do Gabinete de Comunicação da UM.

“Actualmente, há 43 sub-famílias de vírus bacterianos (também chamados bacteriófagos ou fagos) e só 14 delas foram nomeadas em tributo a cientistas”, destaca ainda a Universidade.

Poucas mulheres em cargos de liderança em Ciência

A nomeação de Joana Azeredo foi anunciada pelo presidente do Sub-comité de Vírus de Bactérias e Arqueas do Comité Internacional de Taxonomia de Vírus, Andrew Kropinski, e a aprovação deve acontecer na próxima assembleia do organismo, em 2021, e é “habitualmente consensual”, segundo o comunicado da UM.

Trata-se da quarta vez que esta homenagem é feita a uma mulher e Joana Azeredo confessa ao ZAP o seu “orgulho” com a distinção, sobretudo porque “não é a título póstumo e porque se trata também de um vírus bom”.

A investigadora admite que o mundo da Ciência ainda é dominado por homens, mas salienta que Portugal “é um dos países europeus com mais mulheres, sobretudo na área das Ciências da Vida”. “A minha equipa até tem mais mulheres do que homens”, diz ainda.

Não sinto nenhuma discriminação de género em Portugal, mas reconheço que possa existir, sobretudo porque há poucas mulheres que ocupam cargos de liderança em Ciência”, salienta também ao ZAP.

Joana Azeredo aproveita ainda para destacar que Portugal “evoluiu muito em termos de Ciência nos últimos anos, sobretudo com o legado do ministro Mariano Gago“.

Mariano Gago foi ministro da Ciência e Tecnologia entre 1995 e 2002, nos Governos de Guterres, e entre 2005 e 2011, nos  Governos de Sócrates.

Licenciada em Engenharia Biológica e doutorada em Engenharia Química e Biológica pela UM, onde é professora associada, Joana Azeredo é coordenadora do grupo de Ciência e Engenharia de Biofilmes do CEB – Centro de Engenharia Biológica da Universidade.

Joana Azeredo também colabora com a Universidade Católica da Lovaina (Bélgica), o MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts (EUA) e as universidades de Groningen e Wageningen (Holanda), entre outras instituições.

A investigadora foi uma das co-fundadoras da International Society of Viruses of Microbes e é editora do “Virology Journal” e co-autora de quatro patentes, três livros e mais de 150 artigos em revistas internacionais, além de ter coordenado dois projectos de investigação europeus e sete nacionais.

SV, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Temos de dar os parabéns a esta grande Investigadora do I3S. È um orgulho termos cientistas como ela e outras que felizmente temos, com valor e com dedicação.

  2. Meus parabens a esta lutadora, estudou, teve oportunidade e mostrou a todos porquê mereceu…
    Nao é como muitos que ocupam cargos, nao se sabe bem porque, como chegaram lá… dao projuizo nas empresas e cada dia ganham mais….
    Esta pelo menos mostrou um valente trabalho…parabens que continue assim…

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …