Inteligência Artificial recriou a voz de Einstein (e é possível fazer-lhe perguntas)

1

Graças à Inteligência Artificial, os fãs do Nobel da Física Albert Einstein podem agora “falar” com o físico alemão online.

Segundo o site IFLScience, a ideia partiu das empresas Aflorithmic e UneeQ, sediadas no Reino Unido e na Nova Zelândia, que queriam uma solução mais interativa para celebrar o centésimo aniversário do Nobel de Física conquistado por Albert Einstein, em 1921.

A ideia foi criar uma plataforma que pudesse responder a qualquer pergunta sobre o físico alemão e que daria os seus pontos de vista e opiniões. E quem melhor do que o próprio para responder?

Foi assim que nasceu o projeto Digital Einstein. Depois do avatar do cientista já estar bem encaminhado, surgiu uma outra questão: Como saber como é que soava Einstein e como recriar a sua voz?

“A resposta é: a maioria das pessoas não sabe e provavelmente nem se importa com isso. As pessoas preocupam-se, sim, em ser capazes de o entender facilmente e sentir que estão mesmo a interagir com Einstein”, escreveu, em comunicado, a Aflorithmic.

Com a ajuda de registos históricos, a equipa deu-lhe então uma voz com um forte sotaque alemão, com um tom um tanto ou quanto agudo e fez com que pronunciasse as palavras lentamente, como se estivesse a falar com um amigo. Os especialistas decidiram também programá-lo de forma a que responda com o sentido de humor que caracterizava o génio.

“Isto realmente mostra o que é que a Inteligência Artificial direcionada para a conversação pode vir a ser, indo muito para além de chatbots ou atendimento ao cliente”, disse ainda a mesma empresa.

“A educação pode tornar-se mais envolvente e abrangente, o comércio social irá ajudar os clientes a encontrar o produto que melhor atende às suas necessidades e até mesmo a solidão e a terapia podem ser revolucionadas pela IA conversacional. A clonagem de voz desempenha um papel importante nisto”, acrescenta.

“A saúde mental e o companheirismo são problemas que a nossa sociedade enfrenta há muitos anos e que foram exacerbados de forma significativa com o aparecimento da covid-19”, disse também Danny Tomsett, CEO da UneeQ.

“Este Digital Einstein pode comunicar com as pessoas de uma forma mais natural: usar a conversação, expressões humanas e respostas emocionais para proporcionar as melhores interações diárias que esperamos que façam a diferença na vida das pessoas.”

  ZAP //

1 Comment

  1. Este Einstein deve ter defeito. Pensava que ele dominava tudo. Perguntei-lhe como engatar jeitosas num bar e ele engasgou-se…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.