Ilha japonesa vai testar estrutura flutuante para eliminar resíduos plásticos

The Ocean Cleanup

Detalhe do sistema de recolha de plástico de Boyan Slat

Detalhe do sistema de recolha de plástico de Boyan Slat

A ilha de Tsushima, no sul do Japão, deverá começar a testar até final deste mês, a viabilidade de uma barreira flutuante no mar para eliminar garrafas, sacos e outros resíduos plásticos presentes nas costas do arquipélago.

De acordo com um funcionário local, a decisão final deverá ser tomada em fevereiro, depois de as autoridades obterem a “luz verde” de pescadores e habitantes.

A experiência-piloto conta com a participação da Ocean Cleanup Foundation, organização holandesa fundada por Boyan Slat, que em 2011, com 16 anos, inventou um sistema de recolha de plásticos para salvar os oceanos dos plásticos flutuantes“.

A Ocean Cleanup Foundation espera conseguir instalar em Tsushima a sua plataforma, constituída um sistema de barreira flutuantes, no segundo trimestre de 2016.

O número plásticos que poluem os oceanos foi avaliado em 5.250 milhões de detritos .

A ideia é instalar uma plataforma e barreiras flutuantes ao largo da ilha de Tsushima, situada entre o Japão e a Coreia do Sul, e recuperar os detritos graças às correntes marinhas.

O sistema está construído para ser instalado a dois quilómetros de distância, sendo a maior estrutura flutuante alguma vez instalada no mar, afirmou a fundação holandesa no seu ‘site’.

A instalação das barreiras ao largo de Tsushima vai permitir à Ocean Cleanup Foundation estudar a sua “eficácia e durabilidade”.

The Ocean Cleanup

Em 2011, com 16 anos, Boyan Slat inventou o sistema de barreiras flutuantes que vai ser usado em Tsushima para limpar os plásticos do mar

Em 2011, com 16 anos, Boyan Slat inventou o sistema de barreiras flutuantes que vai ser usado em Tsushima para limpar os plásticos das costas ilha

Se o teste for um êxito, vai constituir uma importante etapa para o projeto de limpeza do oceano Pacífico, através da colocação de uma estrutura semelhante – com 100 quilómetros de comprimento – entre o Havai e a Califórnia (costa oriental dos Estados Unidos).

Constituída por barreiras – e não redes -, sob as quais podem circular peixes, o dispositivo não representa qualquer ameaça para a fauna marinha, de acordo com a fundação.

Tal como outras ilhas do arquipélago japonês, Tsushima recebe toneladas de lixo de toda a espécie nas suas costas e gasta, todos os anos, milhares de euros em limpezas.

“Conseguimos apanhar o lixo em zonas de pesca, em locais turísticos e nas praias, mas nem todos os sítios têm acesso fácil. Era preferível conseguir travar e apanhar o lixo no mar”, disse Takahito Abiru, um funcionário do departamento de ambiente de Tsushima.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Turistas fizeram café em Veneza. Foram multados em 950 euros e convidados a abandonar a cidade

Dois turistas alemães foram multados por fazerem um café nos degraus da famosa ponte Rialto, em Veneza. Depois, tiveram de deixar a cidade, segundo as autoridades municipais. Os dois turistas de Berlim, com idades entre 32 …

Merkel admite: Greta Thunberg teve influência nas novas medidas alemãs pelo ambiente

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou nesta sexta-feira que o seu governo decidiu ser mais ambicioso nas medidas contra as alterações climáticas como resposta à mobilização e marchas pelo ambiente de crianças e adolescentes inspirados …

Google paga prémios até centenas de milhares de euros para descobrir bugs

A Google aumentou o valor dos prémios que oferece a quem descobrir bugs nos seus produtos e serviços. Alguns dos prémios podem mesmo chegar aos milhares de euros. Ganhar dinheiro ao descobrir bugs é algo desconhecido …

Identificado suspeito do incêndio no estúdio de animação no Japão. Queixa-se de plágio

Esta quinta-feira, um incêndio no estúdio de animação KyoAni provocou 33 mortos e 35 feridos. Confirmadas as suspeitas de que o desastre resultara de fogo posto e que o autor usara gasolina para propagar as …

Nunca ninguém mandou tanto tempo como Benjamin Netanyahu

Benjamin Netanyahu foi o primeiro chefe de Governo de Israel a nascer no país — em Telavive, a 21 de outubro de 1949, um ano após a criação do Estado.  Foi também o primeiro-ministro mais …

Vulcão Etna acordou e entrou de novo em erupção

O Etna voltou a acordar lançando lava de uma das crateras localizadas na área desértica do topo do vulcão siciliano, de acordo com o Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV). A atividade é intermitente …

Agência Europeia para a Segurança da Aviação alerta para limitações dos Airbus 321neo

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) publicou na passada quarta-feira um estudo sobre um problema nos Airbus 321neo que pode dar origem a uma “redução do controle do avião”. O documento alerta todas as …

Carlos Vinícius por 17 milhões no Benfica. É o terceiro reforço mais caro das águias

O Benfica anunciou hoje como reforço o avançado brasileiro Carlos Vinícius, que assina por cinco temporadas, com o clube "encarnado" a pagar 17 milhões de euros ao Nápoles pela transferência. Os encarnados confirmaram a contratação do …

"Acharam que era empregado de mesa". Deputado Hélder Amaral denuncia racismo no Parlamento Europeu

O deputado do CDS-PP Hélder Amaral revela que foi vítima de racismo no Parlamento Europeu. O único deputado afro-descendente com assento parlamentar refere que "acharam que era empregado de mesa". Esta revelação foi feita por Hélder …

Há mais cinco dias para pagar o IVA (e mais mudanças noutros impostos)

Os deputados aprovaram esta sexta-feira, a proposta do Governo que altera diversos códigos fiscais, entre os quais mais cinco dias para o pagamento do IVA e eliminação de garantia para dívidas mais baixas de …