Igreja Católica abre porta a padres casados na Amazónia

catholicism / Flickr

O papa Francisco

O Vaticano vai debater a possibilidade de homens casados se tornarem padres nas áreas remotas da Amazónia, região sul-americana que sofre com a escassez de religiosos, avança a agência noticiosa AP.

A proposta, precisa a agência, é mencionada num documento publicadao para uma reunião de bispos da Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela, que decorrerá entre 6 e 27 de outubro.

“Afirmando que o celibato é uma dádiva para a Igreja, solicita-se que, para as áreas mais remotas da região seja estudada a possibilidade de ordenação sacerdotal para anciãos, preferencialmente indígenas, respeitados e aceites pela sua comunidade, mesmo que já tenham família constituída e estável”, pode ler-se no documento.

O celibato divide os altos círculos católicos, tendo sido implementando a partir do século XI pelo Papa Gregório VII. Como o celibato é uma disciplina e não uma doutrina, este poderia ser modificado se assim fosse decidido.

Em declarações ao Diário de Notícias, o padre Anselmo Borges considera que ser “absolutamente claro” que vai ser decidido neste sínodo a possibilidade de a Igreja universal ordenar homens casados.

Para sustentar estas palavras, recorre às declarações “muito significativas” do cardeal Walter Kasper, um teólogo de relevância que o Papa escuta com muita atenção. “Se os bispos concordassem em ordenar homens casados, o Papa, na minha opinião, aceitaria essa posição. O celibato não é um dogma, não é uma prática inalterável”, disse numa entrevista ao jornal alemão Frankfurter Rundschau.

“A questão do celibato só aparece no segundo milénio do cristianismo. Jesus não impôs essa lei, não se pode impor aquilo que Jesus entregou como opção“, afirma ainda o padre Anselmo Borges, que é também professor de Filosofia. “Hoje sabemos que o celibato não é cumprido por quantos?”, indaga.

Questionado sobre se o eventual fim do celibato trará mais gente à Igreja, o sarcedote é claro: “A Igreja não tem que viver em função de trazer mais gente ou não, tem de viver em função do Evangelho. Jesus instituiu a Eucaristia, mas há muitas comunidades onde não há padres, portanto não há celebração”, rematou.

No caso específico do Brasil, o fim do celibato é já um problema antigo: os bispos brasileiros pressionam há muito a Igreja para colocar a medida em prática, sustentando que para cada 10.000 católicos há apenas um sacerdote.

Os mesmos bispos apontaram já também a possibilidade de ordenar mulheres como diáconos, bem com outras medidas para enfrentar os problemas da comunidade indígena na Amazónia, como a desflorestação, a exploração industrial e a competição com igrejas pentecostais, que têm uma presença notória entre as comunidades da região.

No que respeita à ordenação de mulheres, Anselmo Borges reconhece, citado pelo diário, que há ainda um longo caminho a percorrer. “A Igreja é machista e misógina e é das últimas monarquias absolutas”. Apesar de reconhecer que a Igreja poderá sofrer pressões nesse sentido, o sacerdote não acredita nesta mudança.

Ainda assim defende que devia ser dada às mulheres uma oportunidade quanto ao sacerdócio, tanto mais que “Jesus queria que fossem constituídas comunidades de discípulos e discípulas”, concluiu em declarações ao diário.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

The Rock é o ator mais bem pago do mundo

A revista Forbes revelou esta quarta-feira a sua lista anual dos atores mais bem pagos do mundo. O primeiro lugar é ocupado por um repetente. Dwayne "The Rock" Johnson voltou a ser o ator mais bem …

Albânia demoliu restaurante do homem que perseguiu turistas no capô do carro

O dono de um restaurante ilegal na Albânia meteu-se em sérios apuros depois de ter perseguido uma família de turistas espanhóis, colocando-se no capô do carro onde seguiam e partindo o pára-brisas. O restaurante que …

Sensores de radiação da Rússia desligaram-se misteriosamente após recente explosão nuclear

Nas semanas após um acidente nuclear fatal num campo de tiro de armas navais em Nyonoksa, quatro sensores de partículas radioativas que enviavam dados do território russo para uma rede de monitorização internacional desligaram-se misteriosamente. As …

Zumba. O negócio milionário que começou com uma distracção de um colombiano

Foi uma distracção que levou o bailarino colombiano Beto Pérez a criar a zumba e a construir um dos negócios actuais com mais sucesso em todo o mundo, avaliado em mais de 450 milhões de …

Ligações a Jeffrey Epstein abalam um dos mais prestigiados laboratórios de tecnologia do mundo

O MIT Media Lab junta áreas que vão do design à robótica e é responsável pelas mais vanguardistas inovações do Massachusetts Institute of Technology, uma das mais reputadas universidades do mundo na área da tecnologia. Agora, …

Choveu água preta em São Paulo

Na tarde de segunda-feira um fenómeno climático transformou o dia em noite na cidade de São Paulo em plena tarde. E choveu água preta. Nas redes sociais há inúmeras imagens de copos, garrafas e baldes que …

Macron vai encontrar-se com iranianos para debater acordo nuclear

O Presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou na quarta-feira que vai encontrar-se com representantes do Irão antes da reunião do G7, que decorre no próximo fim de semana, para trabalhar em propostas que salvaguardem o …

Pentágono confirma morte do filho de Osama bin Laden

O secretário de Defesa dos Estados Unidos (EUA), Mark Esper, confirmou a morte de Hamza bin Laden, filho e herdeiro do fundador da Al-Qaeda, Osama bin Laden. "Esse é o meu entendimento", disse Mark Esper, numa …

Homem detido por filmar por baixo das saias de mais de 550 mulheres no metro de Madrid

Um colombiano de 53 anos foi detido e ficou em prisão preventiva nesta quarta-feira, em Madrid, acusado de filmar vídeos por baixo das saias de mais de 550 mulheres — algumas menores — e publicá-los …

Tempo de espera nos CTT é principal causa de insatisfação dos clientes

Um inquérito da associação Deco a 1.800 clientes dos CTT revela que esperam, em média, 18 minutos para serem atendidos e que o tempo de espera é o que causa mais insatisfação. O inquérito realizado a …