Idoso detido a atear fogo ao Parque Natural Sintra-Cascais

Hugo Delgado / Lusa

A GNR deteve este sábado um homem de 78 anos na altura em que ateava um fogo no Parque Natural Sintra-Cascais, indica a Guarda Nacional República em comunicado.

Segundo nota da GNR, os militares do Núcleo de Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Sintra detetaram um homem na localidade da Atalaia a fugir do mato onde se iniciava mais um incêndio florestal.

Após a detenção, adianta a GNR, “o idoso confirmou a autoria do crime de incêndio, acrescentando que já era a quinta vez que tentava colocar fogo naquela zona do parque natural”, tendo sido encontradas provas do crime no seu veículo.

O suspeito cometeu ainda mais um crime de corrupção ativa na forma tentada, ao tentar “oferecer 230 euros em dinheiro aos elementos da GNR para o libertar”. O detido será presente a tribunal na segunda-feira para primeiro interrogatório judicial.

Mais de metade dos detidos são libertados

Em 2017 foram já detidas 91 pessoas por fogo posto – um número recorde, salienta a Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, dos quais apenas 28 em prisão preventiva. Em 2016, foram detidas 89 pessoas por fogo posto.

Desde 2010 até ao dia 9 e Agosto tinham sido detidos 352 suspeitos de fogo posto. Destes, 40% ficaram em prisão preventiva, ou seja, mais de metade fica em liberdade. Os números foram avançados pelo JN, que cita fonte oficial da Polícia Judiciária.

Os números são conhecidos depois de na Madeira o suspeito de ter ateado o fogo que matou três pessoas, destruiu casas, e desalojou mais de mil pessoas, além dos muitos hectares que devastou ter ficado em prisão preventiva. Este mesmo homem já tinha sido detido pelo mesmo crime em 2011.

Em Braga, o suspeito do fogo que assolou a zona do Sameiro ficou em liberdade. O homem de 34 anos foi condenado a uma pena suspensa em Abril pelo mesmo crime. A decisão do juiz caiu mal entre os investigadores da PJ e os populares, devido à reincidência.

Em entrevista ao jornal Expresso, no início do mês, o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, deixou uma crítica ao poder judicial, dizendo que o problema não está na lei, cuja moldura penal já permite a aplicação da prisão preventiva, mas sim numa “aplicação mais efectiva do quadro penal em vigor“.

Na passada terça-feira, o secretário de Estado acrescentou que os fogos que começam à noite e em “lugares estratégicos e cirúrgicos não podem ser de mão bondosa”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …

"A bola apenas bateu no peito". VAR admite erro no penálti do Portimonense-FC Porto

O vídeo-arbitro do encontro entre Portimonense e FC Porto, Vasco Santos, admitiu esta quarta-feira que não existiu razão para assinalar grande penalidade a favor do clube portista. "No momento em que o árbitro apita fiquei com …

Na Índia, usar cigarros eletrónicos já pode dar prisão

O Governo indiano anunciou esta quinta-feira a proibição de cigarros eletrónicos no país, de 1,3 mil milhões de pessoas, numa ação que pretende ser a favor da saúde e contra os vícios. "A decisão foi tomada …

Iñaki Urdangarín pode sair da prisão dois dias por semana

Detido na cadeia de Brieva, Ávila, há 15 meses, Iñaki Urdangarín, cunhado do rei de Espanha, soube esta terça-feira que poderá sair da prisão duas vezes por semana para fazer voluntariado numa instituição que ajuda …

Criança com anemia aplástica grave submetida a transplante inédito em Portugal

Um menino de quatro anos com anemia aplástica grave foi submetido a um transplante com células estaminais de sangue do próprio cordão umbilical, um tratamento inédito em Portugal realizado no Instituto Português de Oncologia (IPO) …

Renováveis baixaram fatura da luz em 2,4 mil milhões na última década

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis permitiu ao sistema elétrico português acumular uma poupança de 2,4 mil milhões de euros ao longo dos últimos 10 anos. Esta é a principal conclusão de um …

Constitucional chumba barrigas de aluguer pela segunda vez

O Tribunal Constitucional chumbou, esta quarta-feira, pela segunda vez, o diploma do Parlamento sobre gestação de substituição, depois de um chumbo no ano passado. O BE apresentou uma proposta em que se previa "que a gestante …

Furacão Humberto ganha força a caminho das Bermudas

O furacão Humberto aumentou de intensidade nas últimas horas e atingiu a categoria 3 a caminho das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) nesta quarta-feira. O terceiro furacão da temporada no Atlântico, …

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …