Identificada a causa da morte de Ricardo III: golpes no crânio

DP / Wikimedia

Ricardo III por William Hogarth (1697–1764)

Ricardo III por William Hogarth (1697–1764)

 “Um cavalo! Um cavalo! O meu reino por um cavalo!”, grita o monarca antes de morrer, na peça de Shakespeare. Investigadores confirmam agora que o rei estava mesmo apeado antes do ataque fatal.

Quase dois anos após a descoberta do esqueleto do rei Ricardo III, num estacionamento na cidade de Leicester, em Inglaterra, investigadores identificaram a causa da morte do monarca, que viveu entre 1452 e 1485.

Dois ferimentos na cabeça e um no quadril foram fatais para Ricardo III. O rei estava sem capacete e morreu durante a batalha de Bosworth, no dia 22 de agosto de 1485.

Cada um dos três ferimentos é suficientemente grave para matar uma pessoa rapidamente, afirmou o estudo, publicado esta quarta-feira na revista especializada The Lancet.

le.ac.uk

Sarah Hainsworth, professora na Universidade de Leicester, cientista forense especializada em facas

Sarah Hainsworth, professora na Universidade de Leicester, cientista forense especializada em facas

A análise forense do esqueleto real foi feita por uma equipa de investigadores da Universidade de Leicester.

“As lesões de Ricardo retratam uma agressão longa ou um ataque de várias pessoas com armas do final da Idade Média”, disse a investigadora Sarah Hainsworth, citada pela DW.

Os investigadores descobriram no esqueleto do monarca 11 ferimentos, nove dos quais na cabeça, usando técnicas como tomografia computorizada e raios-x.

Como não foram encontradas lesões nos braços, acredita-se que Ricardo III usava armadura.

Os investigadores deduziram que o capacete do rei tinha sido retirado ou perdido durante a batalha.

Golpes na cabeça

As duas lesões que provavelmente causaram a morte foram provocadas na base do crânio, diz o especialista em medicina legal Guy Rutty. “Os inimigos do rei atingiram-no na cabeça com espadas, adagas e alabardas”, acrescenta Rutty.

O estudo afirma que o ferimento grave no quadril deve ter sido provocado depois da morte, pois estaria protegido com o modelo de armadura existente na época.

Pelas lesões na cabeça, os médicos acreditam que Ricardo III estava de joelhos e com a cabeça inclinada. “Isso confirma os relatos de batalha que diziam que Ricardo III tinha deixado o seu cavalo, que teria ficado preso na lama”, reforçou Rutty.

Após a morte, para humilhar o rei, os seus inimigos colocaram o seu corpo despido num cavalo e levaram-no para Leicester.

Os historiadores acreditam que o rei foi enterrado numa igreja franciscana, destruída no século 16. O esqueleto foi encontrado num estacionamento, construído no local onde estava o altar-mor da igreja.

University of Leicester / Flickr

Ricardo III na sua sepultura

Ricardo III na sua sepultura

Imortalizado na obra de Shakespeare

Ricardo III governou a Inglaterra entre 1483 e 1485 e foi o último rei inglês a morrer num campo de batalha.

A sua morte foi decisiva para o fim da Guerra das Rosas, pelo trono inglês, que já durava há 30 anos e que marcou a queda da dinastia de York, à qual Ricardo III pertencia. Após a sua morte, o trono passou para as mãos dos Tudor.

O monarca foi imortalizado na peça homónima de William Shakespeare, que o descreveu como um soberano cruel e louco por poder, uma imagem que os historiadores gostariam de corrigir.

Ao contrário da representação feita pelo dramaturgo inglês, por exemplo, os estudos já revelaram que Ricardo III não era corcunda.

Os restos mortais de Ricardo III deverão ser enterrados na Catedral de Leicester em março de 2015. A cerimónia marcará o fim de uma série de eventos sobre o jovem monarca.

ZAP / DW

PARTILHAR

RESPONDER

"Toupeira" do Insight está a mover-se novamente

O módulo Insight da agência espacial norte-americana (NASA) usou o seu braço robótico para ajudar a sua sonda de calor, conhecida como "toupeira", a cavar quase 2 centímetros na semana passada. Embora modesto, este movimento …

A maioria das bruxas eram mulheres, porque a caça às bruxas servia para perseguir os fracos

Ao longo da história, "caça às bruxas" sempre foi um termo usado para ridicularizar tudo, desde investigações de agressões sexual a alegações de corrupção. Quando nos referimos a bruxas, geralmente não estamos a falar de mulheres …

Benfica 2 vs 1 Lyon | Merci beaucoup, monsieur Lopes!

O Benfica somou os primeiros três pontos na Liga dos Campeões 19/20, ao bater o Lyon por 2-1 em casa. Os “encarnados” entraram a vencer bem cedo, ameaçaram sucumbir à reacção visitante, mas, a cinco minutos …

Um ano depois do colapso, a ponte de Génova começa a ganhar uma nova vida

Génova está a reconstruir a ponte que, no ano passado, desabou e provocou 43 mortos. O novo projeto vai ter um caminho pedonal e um parque memorial para homenagear as vítimas deste desastre. No dia 14 …

"Capa de invisibilidade". Novo material permite ocultar objetos

A empresa canadiana fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionados com o Quantum Stealth. O material também é chamado de "capa de invisibilidade". O inventor dos quatro …

Jovem português quer ser o primeiro a dar a volta ao mundo numa moto de 125cc

O jovem português com o recorde de primeiro do mundo a percorrer a América do Sul numa moto de 125 centímetros cúbicos (cc) anunciou hoje que em 2020 tentará registar a mais longa volta ao …

Um grupo de manifestantes cantou o Baby Shark para acalmar um bebé durante um protesto no Líbano

No meio de uma das maiores manifestações do Líbano dos últimos cinco anos, uma mãe avisou os participantes do protesto que o seu filho estava assustado. A reação do grupo de manifestantes foi inesperada. Robin, de …

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …