Em média, humanos têm mais massa gorda do que elefantes em cativeiro

Um novo estudo mostra que os elefantes asiáticos em cativeiro têm menos gordura do que um ser humano médio (e provavelmente têm também mais atividade física). 

Os elefantes asiáticos (Elephas maximus) em cativeiro não são tão saudáveis como os seus parentes que vivem em habitats naturais: têm uma expectativa de vida mais curta e taxas de natalidade muito mais baixas.

A obesidade causada pela ingestão excessiva também costuma ser uma das causas apontadas, mas uma nova investigação sugere que estes animais são tão ativos como os selvagens.



Segundo o site Science Alert, embora estes elefantes possam pesar mais, não é claro quanto desse peso extra é gordura e quanto é devido à alimentação excessiva ou à falta de exercício. Com isso em mente, uma equipa de investigadores decidiu analisar o teor da gordura de uma forma mais direta.

Para isso, os cientistas equiparam 35 elefantes asiáticos fêmeas e nove machos, de nove zoos nos Estados Unidos e no Canadá, com pulseiras de atividade gigantes nos seus tornozelos. Ao mesmo tempo, davam-lhes uma dose de pão embebido em água pesada (ou deuterada), que contém um isótopo natural de hidrogénio que ajudava a medir o peso da água dos elefantes.

Em média, os elefantes machos carregavam cerca de 8,5% de gordura corporal e as fêmeas cerca de 10%. Para colocar isto em perspetiva, um ser humano saudável tem entre 6% a 31% de gordura corporal.

Ao comparar estes resultados com outros problemas de saúde dos elefantes asiáticos, os autores do estudo, publicado a 26 de janeiro na revista científica Journal of Experimental Biology, descobriram exatamente o oposto do que estavam à espera.

Em termos de condicionamento físico, os elefantes em cativeiro andavam tanto como se estivessem no seu habitat natural, cerca de 0,03 a 2,8 quilómetros por hora. Já relativamente à fertilidade, os elefantes abaixo do peso eram os que pareciam ter maior dificuldade.

As fêmeas inférteis eram as que apresentavam o mínimo de gordura. Os cientistas pensam que essa perda de peso pode estar a interromper os seus ciclos de fertilidade, mais ou menos como acontece com os humanos.

Os investigadores destacam que são necessárias mais pesquisas para determinar qual o nível de gordura que é prejudicial à saúde dos elefantes asiáticos. Mas o que este estudo sugere, de facto, é que muitos deles estão a fazer bastante exercício.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …