Homem de 65 anos morreu nas Urgências após esperar 6 horas por assistência

ABr

Um doente de 65 anos que recebeu a pulseira amarela que é atribuída a casos urgentes, esperou seis horas por atendimento médico nas Urgências do Hospital de Lamego. Acabou por falecer, após ter sido atendido quando desfaleceu. A família fala em negligência médica.

José Ferreira, de 65 anos, deslocou-se ao hospital depois de sentir uma indisposição. Padecendo de uma doença pulmonar, recebeu a pulseira amarela na triagem das Urgências do Hospital de Lamego, em Viseu. Esta pulseira é dada aos casos urgentes que devem ser vistos por um médico, no máximo, no espaço de uma hora. Mas o doente esperou seis horas, sem ser assistido.

A sua situação foi-se agravando e a família pediu ajuda várias vezes, mas disseram-lhe sempre para aguardar.

O homem só foi atendido quando acabou por desfalecer, numa altura em que foi tarde demais para lhe salvar a vida.

“Não havia médicos, mas quando ele morreu nos meus braços apareceram tantos médicos e enfermeiros”, diz a viúva em declarações à SIC.

A família acusa, agora, o Hospital de negligência médica e quer saber qual foi a causa de morte de José Ferreira.

O gabinete de comunicação do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), que tem a cargo a gestão do Hospital de Lamego, refere num comunicado citado pelo Jornal do Centro que houve uma afluência “excepcionalmente alta” às urgências, nesse dia, “quando comparada com os dias anteriores”.

O CHTMAD avança que, no decurso de 12 horas, foram atendidos 128 doentes, dos quais 116 foram sinalizados como casos de pulseira amarela e laranja, as situações mais urgentes.

A unidade vai abrir um processo de averiguações interno para apurar as circunstâncias da morte.

ZAP //

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Pergunta: se este Sr. fosse familiar de um membro do Governo, apesar de não ter direito à ADSE, também teria de esperar 6 horas para morrer?
    Para quando a aprovação da norma que obriga todos os detentores de cargos públicos a serem atendidos pelo SNS?
    — Se os Srs. Deputados tivessem que ir a um hospital público para serem atendidos nada disto aconteceria.

  2. ESCANDALOSO..INACEITÁVEL..VERGONHOSO..REVOLTANTE.. , que são estes casos de “NÃO ASSISTÊNCIA A PESSOA EM PERIGO DE VIDA”. Estes excessivos tempos de espera, se não conduzem a morte, não melhoram de certeza o quadro clínico do Doente !… Infelizmente já assisti a cenas deploráveis nas Urgências dos Hospitais. Por outro lado sou ciente do trabalho por vezes sobre-humano que os Médicos e Enfermeiros tem que enfrentar por falta de meios humanos em certas ocasiões. Mas está tudo BEM!!!!!!!Sra. Ministra !

  3. Mais hospitais privados!! Consultas a 100 euros!! Cirurgias a 15.000 euros!! E mais impostos no irs! Mais imi! Mais iva!! Mais irc!! Mais centeno!! Mais costa!! Mais passos!! Mais gaspar!! Mais marta temido!!

  4. MAIS HOSPITAIS PRIVADOS!! PAGAR PARA TRABALHAR E TRABALHAR PARA MORRER!! FORÇA COSTA!! AVIA NOS PORTUGAS POIS SO TE FALTAM 3 ANOS PARA DARES O TRAMPOLIM PARA A UE, OU PARA A ONU, OU PARA A OTAN!! ESMIFRA QUANTO PODES!!

  5. Ultimamente a desculpa dos hospitais é sempre a mesma “afluência excepcionalmente alta”. A afluência é alta quando os médicos estão nos consultórios na conversa, ao telemóvel, no facebook, etc etc.
    Infelizmente, o mal é sempre de quem precisa dos médicos e dos hospitais.
    País de terceiro mundo!!!!

RESPONDER

"Toca a reunir" no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos …

CP está a escapar à multas por falhas nos serviços

A CP - Comboios de Portugal está a escapar às multas por falhas nos serviços, como atrasos e supressões de comboios, porque ainda não entrou em vigor o contrato de serviço público assinado com o …

Marega e Pepe vão ser alvos de processos disciplinares

A Comissão de Disciplina da FPF abriu processos disciplinares a Moussa Marega e Pepe devido a alegadas agressões sobre Taarabt, no jogo com o Benfica. Os jogadores do FC Porto Moussa Marega e Pepe vão ser …

Costa arrasa proposta "forreta" de orçamento europeu

A proposta de quadro financeiro plurianual para 2021-2027 do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai morrer na praia. António Costa diz que os líderes europeus não devem ceder à pressão dos quatro países “forretas”. "Esta …

Malásia suspeita que desaparecimento do voo MH370 foi ataque suicida

O ex-primeiro ministro australiano Tony Abbott disse que altos responsáveis do governo da Malásia suspeitam há muito tempo que o desaparecimento do avião da Malasian Airlines, há quase seis anos, tenha sido um ataque suicida …

Champions. O viking norueguês, a revolta de Neymar e a lição tática do "Cholismo"

Haaland foi a estrela da noite ao marcar os dois golos da vitória do Dortmund frente ao PSG. O Atlético de Madrid conseguiu ainda quebrar a invencibilidade do Liverpool. A Liga dos Campeões está de volta …

Auditoria ao Novo Banco vai custar três milhões. É o triplo do que custou a da CGD

A auditoria especial da Deloitte ao Novo Banco vai custar cerca de três milhões de euros, segundo avança o jornal ECO. Este valor é três vezes superior ao custo da auditoria da EY à Caixa …

Passos Coelho ataca falhas de Costa (e revela que segurou Maria Luís)

O antigo primeiro-ministro Passos Coelho esteve na apresentação do livro de Carlos Moedas no El Corte Inglés, onde aproveitou para criticar António Costa. Passos preferiu falar do passado, lembrando o momento em que esteve perto …

Derrocada em Borba. MP acusa oito arguidos de homicídio e violação de regras de segurança

A acusação contra oito arguidos envolvidos na derrocada da pedreira de Borba, em novembro de 2018, já foi deduzida pelo Ministério Público (MP). A informação foi divulgada, esta quarta-feira, pelo Departamento de Investigação e Ação …

Salários mais baixos da Função Pública sobem 10 euros. Férias não aumentam

Esta quarta-feira, o Governo revelou à Frente Comum que os salários mais baixos da Função Pública vão subir 10 euros, em vez de sete. Em relação aos dias de férias, não há abertura. O Jornal de …