Híbrido de pitão recém-descoberto na Florida pode ser uma “super cobra”

Híbridos de pitão recém-descobertos no sul da Florida, nos Estados Unidos, podem ser mais fortes e adaptáveis ao meio ambiente do que os seus familiares “não-híbridos”.

Geneticamente falando, as pitons são, na sua maioria, pitons birmanesas (Python bivittatus). Estes animais foram levados para a Florida como animais de estimação exóticos e foram introduzidas no deserto do estado norte-americano na década de 1980. Desde então, as pitons birmanesas aumentaram o seu número para dezenas de milhares e travam atualmente uma guerra contra pequenos mamíferos.

De acordo com um novo estudo, publicado há duas semanas na revista Ecology and Evolution, algumas destas pitons birmanesas carregam traços genéticos de outras espécies distintas, tornando-as assim híbridos robustos.

Um grupo de investigadores descobriu este híbridos enquanto analisava tecidos provenientes das caudas de 426 pitons birmanesas, recolhidos entre 2001 e 2012, no sul da Florida, incluindo o parque nacional de Everglades. Durante a investigação, os cientistas descobriram que 13 das cobras analisadas tinham marcas genéticas da pitão indiana (Python molurus) no seu ADN mitocondrial – composto orgânico que é passado da progenitora para as crias.

No entanto, e de acordo com o Guardian, isto não significa que haja uma espécie híbrida e perigosa a ameaçar a Florida. Pelo contrário, os investigadores acreditam que o cruzamento ocorreu há muito tempo, antes mesmos das pitons se começarem a multiplicar e expandir pelo território da Florida.

Segundo o estudo, esta combinação de genes robustos oriundos de diferentes espécies pode criar pitons com “vigor híbrido”, isto é, pitons capazes de viver em diversos ambientes e melhor adaptadas às mudanças climáticas. As pitons indianas preferem viver em áreas mais altas e secas, enquanto que as birmanesas gostam de água, preferindo viver em florestas ribeirinhas ou campos inundados.

“O facto mais importante é que a população de pitons da Birmânia é grande e, provavelmente, continuará a crescer, prejudicando as populações de animais nativos”, disse a autora principal da investigação, Margaret Hunter, em declarações à ABC.

Ambas as espécies que deram origem ao híbrido são espécies invasores. A Fox News apelida mesmo estes híbridos de “super-cobras”.

De acordo com a National Geographic, as pitons birmanesas são nativas do sudeste asiático e podem crescer até aos 7 metros e pesar até 91 quilos. Estas cobras são “a grande escolha dos donos de répteis”.

Já as pitons indianas, são menores e mais rápidas, sendo nativas da Índia, Sri Lanka, Paquistão e Nepal, de acordo com o jardim zoológico de Maryland.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Em Portugal os da defesas dos animais também estão a defender os animais mais fortes e esquecem-se dos mais pequenos, é por isso que a perdiz, o coelho, a lebre e outros animais pequenos estão a ser extinguidos pelo javali que come os perdigotos e seus ovos, a lebre é comida pelo javali enquanto dorme, o coelho que está a ser extinto pelo abutre que ataca e come o coelho, perdiz e outros animais mais pequenos e é assim que se está com a bênção dos defensores dos animais a ser uma extinção lenta mas eficaz.

RESPONDER

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …

Pior dia da pandemia. Portugal regista 10.947 infetados e 166 mortos em 24 horas

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que, este sábado, Portugal atingiu dois recordes num só dia. Portugal voltou a registar um novo máximo este sábado, no dia dois do novo confinamento. Nas últimas …

Vírus duplica incidência em Espanha. Já provocou quase 2.500 mortos em 2021

Nos primeiros 15 dias de 2021, o número de infeções por covid-19 duplicaram em Espanha, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias. Espanha começou o ano de 2021 com …

Apoio do Governo para pagar conta da luz em Janeiro não passa dos 2,40 euros por família

O apoio extraordinário que o Governo vai dar às famílias portuguesas para o pagamento da conta da luz, neste mês de Janeiro, devido ao confinamento e às temperaturas anormalmente baixas, é modesto. A verba máxima …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: um clássico que valia 14 pontos

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-1-1-benfica-o-musical-1 Chegámos.   Chegámos ao grande jogo do campeonato. Desta vez aparece no calendário só a meio de Janeiro, mas cá está ele. O grande jogo. "Ai não! Há Sporting, há Boavista, há Braga!". O Sporting e o …

Armin Laschet sucede a Angela Merkel na liderança da CDU

Este sábado, Armin Laschet foi eleito líder do partido alemão União Democrata-Cristã (CDU), depois de Angela Merkel ter abandonado o cargo, em setembro. Armin Laschet, chefe do governo da Renânia do Norte-Vestfália, é o novo líder …

"Não há vagas". Ambulâncias fazem fila à porta dos hospitais (até parece Itália em Março)

Os engarrafamentos de ambulâncias à entrada das urgências dos Hospitais de Torres Vedras e de Santa Maria, em Lisboa, ilustram a gravidade do que está a acontecer no Serviço Nacional de Saúde (SNS) com o …

PSD prepara reforma do sistema político e quer "conquistar" PS

Até maio, o PSD vai lançar um processo de debate, interno e externo, para preparar uma série de reformas no sistema político, na Justiça e para a revisão constitucional. O PSD vai preparar um pacote de …

Arranca na Índia a "maior campanha de vacinação do mundo"

Começou este sábado, na Índia, aquela que é considerada a "maior campanha de vacinação do mundo" pelo Governo de Narendra Modi. Depois de ter registado 175 mortes e 15.158 novos casos nas últimas 24 horas, a …

Entre críticas e um mea culpa, Marcelo não quer "sistema manco" e deixa recados à direita e esquerda

Marcelo Rebelo de Sousa deixa algumas críticas ao Governo e aos partidos políticos pela forma como tem sido alinhada a resposta à pandemia de covid-19, mas também faz um mea culpa quanto ao alívio das …