Híbrido de pitão recém-descoberto na Florida pode ser uma “super cobra”

Híbridos de pitão recém-descobertos no sul da Florida, nos Estados Unidos, podem ser mais fortes e adaptáveis ao meio ambiente do que os seus familiares “não-híbridos”.

Geneticamente falando, as pitons são, na sua maioria, pitons birmanesas (Python bivittatus). Estes animais foram levados para a Florida como animais de estimação exóticos e foram introduzidas no deserto do estado norte-americano na década de 1980. Desde então, as pitons birmanesas aumentaram o seu número para dezenas de milhares e travam atualmente uma guerra contra pequenos mamíferos.

De acordo com um novo estudo, publicado há duas semanas na revista Ecology and Evolution, algumas destas pitons birmanesas carregam traços genéticos de outras espécies distintas, tornando-as assim híbridos robustos.

Um grupo de investigadores descobriu este híbridos enquanto analisava tecidos provenientes das caudas de 426 pitons birmanesas, recolhidos entre 2001 e 2012, no sul da Florida, incluindo o parque nacional de Everglades. Durante a investigação, os cientistas descobriram que 13 das cobras analisadas tinham marcas genéticas da pitão indiana (Python molurus) no seu ADN mitocondrial – composto orgânico que é passado da progenitora para as crias.

No entanto, e de acordo com o Guardian, isto não significa que haja uma espécie híbrida e perigosa a ameaçar a Florida. Pelo contrário, os investigadores acreditam que o cruzamento ocorreu há muito tempo, antes mesmos das pitons se começarem a multiplicar e expandir pelo território da Florida.

Segundo o estudo, esta combinação de genes robustos oriundos de diferentes espécies pode criar pitons com “vigor híbrido”, isto é, pitons capazes de viver em diversos ambientes e melhor adaptadas às mudanças climáticas. As pitons indianas preferem viver em áreas mais altas e secas, enquanto que as birmanesas gostam de água, preferindo viver em florestas ribeirinhas ou campos inundados.

“O facto mais importante é que a população de pitons da Birmânia é grande e, provavelmente, continuará a crescer, prejudicando as populações de animais nativos”, disse a autora principal da investigação, Margaret Hunter, em declarações à ABC.

Ambas as espécies que deram origem ao híbrido são espécies invasores. A Fox News apelida mesmo estes híbridos de “super-cobras”.

De acordo com a National Geographic, as pitons birmanesas são nativas do sudeste asiático e podem crescer até aos 7 metros e pesar até 91 quilos. Estas cobras são “a grande escolha dos donos de répteis”.

Já as pitons indianas, são menores e mais rápidas, sendo nativas da Índia, Sri Lanka, Paquistão e Nepal, de acordo com o jardim zoológico de Maryland.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Em Portugal os da defesas dos animais também estão a defender os animais mais fortes e esquecem-se dos mais pequenos, é por isso que a perdiz, o coelho, a lebre e outros animais pequenos estão a ser extinguidos pelo javali que come os perdigotos e seus ovos, a lebre é comida pelo javali enquanto dorme, o coelho que está a ser extinto pelo abutre que ataca e come o coelho, perdiz e outros animais mais pequenos e é assim que se está com a bênção dos defensores dos animais a ser uma extinção lenta mas eficaz.

RESPONDER

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …

A Internet está a regar esta planta há três anos

A comunidade online do Reddit tem tratado de uma planta durante três anos. Os utilizadores escolhem diariamente se a planta de ou não ser regada. Tudo começou com uma pequena brincadeira no Reddit, um dos maiores …

O pulmão de um chinês colapsou (e a culpa foi do karaoke)

O pulmão de um homem de 65 anos, na China, colapsou após ter tentado atingir uma nota alta durante uma intensa sessão de karaoke. O homem, residente em Nanchang, na província de Jiangxi, teria estado a …

"Emergência nacional". Deputados pedem a Boris que convoque imediatamente o Parlamento

Mais de 100 deputados britânicos pediram, numa carta divulgada este domingo, ao primeiro-ministro Boris Johnson para convocar imediatamente o Parlamento e voltar a debater o Brexit. As férias de verão do Parlamento terminam normalmente a 03 …

Rambo Luso. Há um português a viver na selva venezuelana há 25 anos

Há 25 anos que o português António Pestana Drumond realiza expedições às regiões de selva do Delta Amacuro e do Parque Nacional Canaima, leste da Venezuela, onde é conhecido pelos indígenas locais como o Rambo …

Já é possível saber se alguém está a mentir. Basta olhar nos olhos

Os olhos não mentem. Pelo menos é o que acham os investigadores da Universidade de Stirling, na Escócia, que criaram uma prova que diz se a pessoa está a mentir ou não com a monitorização …

NASA detetou (e mediu) o primeiro choque interplanetário

A Multiscale Magnetospheric Mission (MMS) da agência espacial norte-americana conseguir fazer as primeiras medições de um choque interplanetário. Em comunicado, a NASA explica que os choques interplanetários são um tipo de choque sem colisão, no …

Quem ganhou a Segunda Guerra Mundial? Aliados e Eixo dizem que foram eles próprios

Em média, tanto os cidadãos de países dos Aliados como cidadãos de países do Eixo dizem que foram eles mesmos os vencedores da Segunda Guerra Mundial. Se perguntarmos a qualquer um dos poucos veteranos remanescentes da …

Norte-americano passou 30 anos na prisão por erro. Vai ser indemnizado em 10 milhões

Um norte-americano que há 30 anos foi erradamente condenado a 57 anos de prisão por violação e roubo vai agora receber uma indemnização de quase 10 milhões de dólares, avança o jornal New York Post. …

O Pólo Norte está a ser atingido por relâmpagos (e isso não é normal)

Uma tempestade perto do Pólo Norte pode não parecer a maior preocupação, tendo em conta o rápido aquecimento do Ártico. Mas é mais um sinal de que o Ártico continua a ter um verão anormal. A …