Há uma nova Taça de Portugal, já nos quartos-de-final (só o FC Porto resiste)

Paulo Cunha / Lusa

Sporting de Braga, Benfica e Estoril chegaram às meias-finais na época passada. Nenhum destes emblemas superou os oitavos-de-final, meses depois.

O Tondela afastou o Estoril da Taça de Portugal na terça-feira, ganhando em casa por 3-1. O Vizela venceu o Sporting de Braga por 1-0, na quinta-feira. E, duas horas, depois, o FC Porto bateu o Benfica por 3-0.

O que têm em comum estes três jogos? Tiraram da Taça três dos quatro semi-finalistas da edição anterior: Estoril, Sporting de Braga e Benfica. Ou seja, logo nos oitavos-de-final, verificamos que a final desta Taça de Portugal será diferente da final anterior porque Sporting de Braga (vencedor) e Benfica (finalista derrotado) já estão fora do torneio.

O FC Porto, que não chegou à final na época passada depois de uma meia-final controversa diante do SC Braga (na primeira “mão”, em Braga), é o único resistente entre os quatro últimos semi-finalistas.

Na edição actual as oito equipas presentes nos quartos-de-final serão: Tondela, Portimonense, Leça, Sporting, Mafra, Rio Ave, Vizela e FC Porto. Três destas oito equipas não estão na primeira divisão – e o Leça está no quarto escalão, no Campeonato de Portugal.

Na edição anterior a lista dos quartos-de-final tinha: Marítimo, Estoril, Benfica, Belenenses SAD, SC Braga, Santa Clara, Gil Vicente e FC Porto.

Ou seja, nem precisamos de chegar às meias-finais para confirmarmos que há um elenco bem diferente nesta Taça de Portugal. Logo nos quartos-de-final da prova vemos que Tondela, Portimonense, Leça, Sporting, Mafra, Rio Ave e Vizela não chegaram à mesma fase, em 2020/21.

Mais uma vez, o FC Porto é o único elemento comum. Os portistas aparecem como favoritos à conquista da Taça, ao lado do Sporting, mas…é Taça.

Caso um destes dois «grandes» vença em 2022, vai acontecer um desempate: até agora o Sporting conquistou a Taça de Portugal 17 vezes, o FC Porto conquistou a Taça de Portugal 17 vezes. O Benfica lidera, com 26 conquistas.

  Nuno Teixeira Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE