Há 125 milhões de meninas noivas em África – em 2050, serão 310

Os casamentos forçados de crianças em África poderão mais que duplicar até 2050, a menos que sejam tomadas medidas urgentes, alertou hoje o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), num relatório.     

O documento da UNICEF advertiu que caso se mantenham os níveis atuais, o número total de crianças forçadas a casar em África irá aumentar de 125 milhões para 310 milhões até 2050.

Com base nestes dados, o continente africano irá ultrapassar o sul da Ásia e será daqui a três décadas a região no mundo com o maior número de mulheres com idades entre os 20 e os 24 anos que foram forçadas a casar ainda crianças.

Entre os países africanos mencionados no relatório, apresentado em Lusaka, na Zâmbia, por ocasião de uma cimeira da União Africana dedicada à temática, estão os lusófonos Moçambique e Guiné-Bissau.

De acordo com os dados estatísticos do relatório, uma em cada três adolescentes casadas na Guiné-Bissau está envolvida numa união polígama.

Em Moçambique, a probabilidade de uma jovem mulher já ter três ou mais crianças é sete vezes maior para aquelas que casaram aos 15 anos, indicaram os mesmos dados.

No documento, a UNICEF apontou as taxas de redução lentas, combinadas com um rápido crescimento demográfico, como as principais causas deste aumento global projetado para o continente africano.

Em África, a percentagem de jovens mulheres que casaram na infância baixou de 44% em 1990 para os 34% no presente ano.

“Dado que se prevê que a população total de raparigas em África aumente dos 275 milhões atuais para 465 milhões até 2050, são necessárias medidas muito mais ambiciosas, já que mesmo a duplicação da atual taxa de redução de casamentos na infância significaria, ainda assim, um aumento do número de noivas crianças”, indicou o documento.

Segundo a UNICEF, os progressos, até agora alcançados, revelam uma profunda falta de equidade: a probabilidade de uma rapariga proveniente de um grupo mais pobre da sociedade vir a casar na infância é tão forte hoje como o era há 25 anos.

“O número de raparigas afetadas – e o que tal significa em termos de infâncias perdidas e futuros estilhaçados – sublinham a urgência de banir a prática do casamento na infância de uma vez por todas”, afirmou o diretor executivo da UNICEF, Anthony Lake, citado num comunicado.

“Os dados também revelam claramente que, para acabar com o casamento na infância, é preciso um enfoque muito mais nítido em alcançar as raparigas mais pobres e marginalizadas — aquelas que estão mais carenciadas e correm maiores riscos — através de uma educação de qualidade e de um leque de outros serviços de proteção”, prosseguiu o representante.

Para Anthony Lake, cada menina noiva representa “uma tragédia individual” e o aumento destes casos “é intolerável”.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente depois de libertados segundo eles dos colonizadores europeus acabamos por ver que depois de tantos anos passados os libertadores comunistas nada trouxeram de benéfico a estes povos, a confirmá-lo ainda temos os milhares de africanos que arriscam a vida na travessia do deserto ou do mediterrâneo em direcção à Europa Ocidental esquecendo-se dos amiguinhos russos que certamente os receberiam de braços abertos, por vezes é preciso dar tempo ao tempo para que a história nos mostre a verdadeira realidade das coisas pondo à prova os fanatismos religiosos ou políticos que as originaram.

RESPONDER

Índia pode atingir os 600 milhões de casos de covid-19 em fevereiro, dizem especialistas

Mais de 600 milhões de indianos, mais da metade da população do país, provavelmente serão infetados com o novo coronavírus até fevereiro de 2021, segundo um painel de especialistas que aconselha o Governo do país. Segundo …

Ficheiro apreendido a Rui Pinto tinha número de telemóvel da procuradora

Um ficheiro de um dos dispositivos apreendidos ao criador do ‘Football Leaks’, Rui Pinto, contém o número de telemóvel da procuradora do Ministério Público (MP) envolvida no julgamento, Marta Viegas, confirmou a própria na 15.ª …

Rio anuncia vota contra no OE. "O PSD é mais responsável na oposição do que o PS no Governo"

O presidente do PSD anunciou esta quarta-feira o voto contra do partido na proposta de Orçamento do Estado para 2021, dizendo que esse é “o único voto coerente” e porque outra votação nem sequer “evitaria …

"A pandemia derrubou-me." "Pepe" Mujica, ex-Presidente do Uruguai, abandona a política

O ex-presidente uruguaio José "Pepe" Mujica disse que continuará a ser "conselheiro" dos companheiros de partido. José "Pepe" Mujica, ex-Presidente do Uruguai, renunciou esta terça-feira ao seu lugar no Senado e abandonou definitivamente a política ativa. …

Milhares de reclusos na Nigéria fugiram depois de invasões a prisões

De acordo com as autoridades nigerianas, cerca de 2000 presos fugiram de prisões na Nigéria, após os locais terem sido invadidos por multidões. Foi imposto um recolher obrigatório em resposta à agitação resultante de duas …

Manuel Maria Carrilho absolvido pela terceira vez do crime de violência doméstica

O ex-ministro Manuel Maria Carrilho foi esta quarta-feira novamente absolvido do caso de violência doméstica em que era suspeito de ter agredido a apresentadora de televisão Bárbara Guimarães. Em comunicado Manuel Maria Carrilho explica que o …

Maiores construtoras portuguesas juntam-se contra a "armada espanhola"

As duas maiores construtoras portuguesas, Mota-Engil e Teixeira Duarte, aliaram-se num consórcio, no âmbito de um concurso público lançado pela Infraestruturas de Portugal (IP), para tentar derrotar a concorrência espanhola. Habitualmente concorrentes na disputa pelas grandes …

Novo recorde: SNS24 recebeu mais de 23 mil chamadas só esta segunda-feira

O centro de contactos SNS24 bateu um novo recorde de atendimentos no dia 19 de outubro, com 23.373 chamadas atendidas, revelaram os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) ao Público. Os picos de chamadas …

Israel descobre túnel escavado desde a Faixa de Gaza

"O túnel, com várias dezenas de metros de comprimento, foi escavado em Khan Younès, no sul da Faixa de Gaza, e entra no território israelita", afirmou o porta-voz do exército, Jonathan Conricus, durante uma conferência …

Lei aprovada no Parlamento pretende facilitar prescrições de multas a partidos políticos

O projeto foi aprovado na generalidade no Parlamento, e está em discussão na especialidade. A Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP) teme os efeitos da nova legislação sobre as prescrições de multas a partidos …