Guerra nuclear entre Índia e Paquistão poderia matar 100 milhões e provocar arrefecimento global

Um estudo criado por investigadores mostra como uma guerra entre a Índia e o Paquistão causar a morte de 100 milhões de mortes, ao que se seguiria a fome em massa a nível global à medida e um novo período de arrefecimento no planeta, com temperaturas não vistas desde a última Era Glacial.

Num artigo publicado quarta-feira, citado pelo Raw Story, os cientistas relatam um cenário criado para o ano 2025, no qual militantes atacam o parlamento indiano, matando a maioria dos seus líderes. Nesse mesmo cenário, Nova Deli retalia, enviando tanques para a parte de Caxemira controlada pelo Paquistão.

Temendo ser invadida, Islamabade atinge as forças invasoras com armas nucleares, desencadeando uma troca crescente – que se torna o conflito mais mortal da História – e envia milhões de toneladas de fumo negro e espesso para a atmosfera.

Este cenário projetado pelos investigadores surge num momento de novas tensões entre os dois países, que travaram várias guerras pelo território de maioria muçulmana da Caxemira, e que estão a construir arsenais atómicos. Cada país tem já cerca de 150 ogivas nucleares à sua disposição e o número deverá subir para mais de 200 em 2025.

“A Índia e o Paquistão continuam em conflito pela Caxemira e todos os meses temos noticias de pessoas a morrer ao longo da fronteira”, disse à AFP o professor de Ciências Ambientais da Rutgers University, Alan Robock, em dos autores do artigo.

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, cancelou em agosto a autonomia da parte da Caxemira controlada por Nova Deli, com o seu homólogo paquistanês, Imran Khan, a avisar que a disputa poderia transformar-se numa guerra nuclear.

O último conflito na fronteira dois países ocorreu em fevereiro, terminando depois de o Paquistão devolver à Índia o corpo de um piloto abatido.

Arrefecimento catastrófico

Considerando a população atual e os centros urbanos – que provavelmente seriam alvos -, os investigadores estimaram que até 125 milhões de pessoas poderiam ser mortas se fossem usadas armas de 100 quilotoneladas – seis vezes mais potentes que as bombas lançadas em Hiroshima.

Durante a 2.ª Guerra Mundial, foram mortas entre 75 e 80 milhões de pessoas.

A pesquisa constatou que tempestades de fogo em massa desencadeadas pelas explosões das armas nucleares poderiam libertar entre 16 a 36 milhões de toneladas de fuligem (carbono preto) na atmosfera, que se espalhariam pelo mundo em semanas.

Essa fuligem, por sua vez, absorveria a radiação solar, aquecendo a atmosfera. A luz solar que atinge a Terra diminuiria de 20 a 35%, arrefecendo a superfície de entre dois a cinco graus Celsius e reduzindo a precipitação em 15 a 30%.

A isso seguir-se-ia uma escassez mundial de alimentos, com os seus efeitos a persistir durante aproximadamente uma década.

“Espero que o nosso trabalho faça as pessoas perceberem que não se podem usar armas nucleares. São armas de genocídio em massa”, indicou ainda Alan Robock à AFP, acrescentando que as evidências do estudo apoiam o Tratado da ONU, de 2017, sobre a Proibição de Armas Nucleares.

TP, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. TODOS os governantes do Mundo inteiro já estão sobejamente informados da proibição de usarem armas nucleares, armas atómicas, ou com qualquer outro nome similar.
    Quem de direito e com tecnologia muito superior à terrestre – capaz de anular a prática de alguma tentativa – já informou e ORDENOU ao Governo Global e oculto do Planeta.

    No lugar de andarem a fazer estes estudos hipotéticos, não seria muito melhor dedicarem o seu tempo, a sua energia, as suas capacidades e tecnologia, à solução de problemas reais e solucionáveis que afligem a Humanidade???
    Esta perda de tempo e energia torna-se quase angustiante… Até quando este tipo de mentalidade??? Porque continuam a querer assustar os menos elucidados?? É para poderem continuar a trazer o “gado” manso, seguro e amarrado com trela curta???
    Ai… socorro… tirem-me deste filme….
    Há muitas coisas boas e bonitas para ocuparem a mente humana…. Chega de vivermos pressionados sob hipotéticas aflições!
    Párem de inventar medos. O hoje, é para ser vivido com alegria e não com medo constante disto e daquilo…
    O que fazem connosco, apenas dá origem a doenças de vários tipos, porque o nosso corpo vai psicosomatizando tanta negatividade.
    Temos a obrigação de sermos impermeáveis a este tipo de divulgações. O “se” NÃO existe!!!
    assinado: Maria da Maia

RESPONDER

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …

Navalny acusa Putin de estar por trás do seu envenenamento

O líder da oposição russa, que já deixou o hospital alemão onde estava a ser tratado, acusou o Presidente do país de ser a pessoa responsável pelo seu envenenamento. "Afirmo que Vladimir Putin está por trás …

Vírus está fora de controlo no Reino Unido, admitem peritos britânicos

Os especialistas britânicos de saúde pública admitem que o país está a ir na direção errada, à medida que o número de internamentos escala. Esta quarta-feira, os especialistas de saúde pública do Reino Unido admitiram que …

Soares reforça equipa que não venceu qualquer jogo na liga

Avançado brasileiro deixa o campeão português para representar uma equipa que ficou no último lugar do campeonato chinês deste ano. A mudança já era esperada e agora foi confirmada: Soares já não faz parte do plantel …