Altar de pedra com 2.800 anos confirma que uma guerra bíblica realmente aconteceu

(dr) Adam Bean

Um altar de pedra inscrito com 2.800 anos de idade, encontrado dentro de um santuário moabita na antiga cidade de Ataroth, na Jordânia, pode dar mais informações sobre uma antiga guerra bíblica.

O altar tem duas inscrições. As palavras estão na língua moabita, enquanto os números nas inscrições estão em Hierático (um sistema de escrita egípcio). O altar parece datar a um tempo após Mesha, rei de Moab, se ter rebelado com sucesso contra o reino de Israel e conquistou Ataroth, uma cidade que o reino de Israel tinha controlado.

Nessa altura, Israel estava dividida em duas, com um reino do norte que mantinha o nome de Israel e um reino do sul chamado Judá.

A Bíblia hebraica menciona a rebelião, dizendo que antes de Mesha se rebelar, Moab tinha que dar a Israel um tributo anual de milhares de cordeiros e uma vasta quantidade de lã de carneiro. A rebelião também é descrita na chamada estela Mesha, descoberta em 1868 em Dhiban, na Jordânia, que afirma que Mesha conquistou Ataroth e matou muitos dos habitantes da cidade.

O altar foi descoberto enquanto o santuário estava a ser escavado, em 2010. O altar e o santuário foram descritos recentemente na revista Levant.

Uma das duas inscrições escritas no altar parece descrever o bronze que foi saqueado após a captura de Ataroth. “Pode-se especular que quantidades de bronze saqueadas da cidade conquistada de Ataroth foram apresentadas como ofertas no santuário e registadas neste altar”, escreveram os investigadores no artigo.

A segunda inscrição no altar é fragmentária e difícil de entender. Parte parece dizer que “4.000 homens estrangeiros foram dispersos e abandonados em grande número”, enquanto outra parte da inscrição menciona “a cidade desolada”.

“Ainda não há muita clareza sobre esta inscrição”, escreveram os arqueólogos, observando que a inscrição pode falar de eventos ocorridos durante a rebelião de Mesha contra Israel e a captura de Ataroth.

Substâncias perfumadas como incenso, madeiras aromáticas e óleos teriam sido queimadas no altar, disse o autor Adam Bean, do Departamento de Estudos do Oriente Próximo da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore.

O altar fornece a confirmação de que os moabitas conseguiram conquistar Ataroth, explicou o co-autor Christopher Rollston, professor de línguas semíticas e literaturas do noroeste da Universidade George Washington em Washington, D.C.

O altar também mostra que, há 2.800 anos, os moabitas tinham escribas habilidosos. As inscrições no altar “são as primeiras evidências que temos até agora para uma escrita moabita distinta”, disse Rollston à Live Science, observando que a inscrição descoberta em 1868 usava a escrita hebraica para escrever a língua moabita.

“Muitas vezes falamos sobre a sofisticação da educação dos escribas do antigo Israel, e com razão, [mas as inscrições no altar mostram] que a antiga Moabe tinha alguns escribas talentosos”, disse Rollston.

Hoje, Ataroth é chamado Khirbat Ataruz. As escavações no local são conduzidas por Chang-Ho Ji, que é reitor de educação na Universidade La Sierra, em Riverside, Califórnia.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Claro que aconteceu… por acaso Deus é homem para mentir? todas as descobertas arqueológicas em Israel e países circunvizinhos são baseados em relatos da Bíblia.

  2. mas… porque será que os norte-americanos (e os ingleses) andam sempre a cavucar no Próximo Oriente?
    O que procuram eles na região que foi o berço da Humanidade??!!
    Mais parecem cães sempre a farejar na tentativa de encontrarem um “precioso osso” enterrado ou estrategicamente escondido… e, petróleo, não é de certeza…
    Assinado: Maria da Maia

    • Primeiro porquê existe muitos judeus nos Estados Unidos e segundo pois lá tem uma especialização em cultura judaica.

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …