Guarda de campo de concentração nazi considerado velho demais para ser julgado

Philipp P Egli / Wikimedia

Campo de concentração de Stutthof, Polónia

Um tribunal na Alemanha considerou que um ex-guarda de um campo de concentração nazi, atualmente com 96 anos de idade, não está em condições de saúde para ser julgado. Contudo, deverá pagar os honorários de todo o processo.

Harry S. foi acusado de ser cúmplice no assassinato de centenas de pessoas no campo de Stutthof. De acordo com o tribunal de Wuppertal, há um elevado “grau de probabilidade” de que o homem seja culpado pelos crimes.

Este é um de três processos judiciais relacionados com campo de Stutthof, que durante a Segunda Guerra Mundial esteva localizado na Polónia.

Harry S. foi guarda no campo entre junho de 1944 e maio de 1945. O homem teria também supervisionado o transporte de quase 600 prisioneiros para as câmaras de gás no campo de Auschwitz-Birkenau em setembro de 1944.

O campo de Stutthof tinha câmaras de gás e ficou conhecido pelas terríveis condições em que os cerca de 100 mil prisioneiros eram mantidos. Muitos morreram à fome e com vários tipos de doenças, enquanto outros foram baleados, submetidos a câmaras de gás ou a injeções letais.

Na passada quarta-feira, o tribunal de Wuppertal referiu em comunicado que, “devido à sua condição física”, Harry S. “não era capaz de representar razoavelmente os seus interesses dentro e fora do julgamento”, que foi iniciado em 2017.

Como há um “alto grau de probabilidade” de haver culpa, Harry S. deve arcar com as despesas no processo. Para já, ainda não se sabe qual é o valor e se o réu vai recorrer.

Stutthof foi oficialmente designado como campo de concentração em 1942. Foi o primeiro do tipo construído fora das fronteiras alemãs e o último a ser libertado pelo exército soviético, em 9 de maio de 1945. Acredita-se que mais de 65 mil pessoas morreram no local.

A Alemanha tem processado ex-funcionários de campos nazis desde uma decisão histórica, em 2011, que condenou um ex-guarda, John Demjanjuk, como cúmplice de assassinatos em massa. Porém, o homem morreu enquanto aguardava pelo recurso, mas a decisão abriu um precedente legal.

O ano passado, o tribunal de Hamburgo, na Alemanha, condenou a dois anos de prisão efetiva um antigo guarda de um campo nazi, de 93 anos, por cumplicidade na morte de milhares de pessoas na Polónia entre 1944 e 1945. Bruno Dey, atualmente com 93 anos também foi guarda no campo de Stutthof, em território polaco ocupado, entre 1944 e 1945.

Anteriormente, os tribunais exigiam evidências do envolvimento direto de funcionários nas atrocidades cometidas sistematicamente pelo regime nazi.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Entidade para a Transparência está há dois anos para sair do papel (e pode só chegar em 2024)

A nova Entidade para a Transparência está há dois para sair do papel e até pode só começar a funcionar em 2024. A lei que a criou é de 13 de setembro de 2019, mas até …

Sheriff, o clube que representa um país que oficialmente não existe, faz história na Champions

Na sua estreia absoluta na Liga dos Campeões, o Sheriff Tiraspol venceu o Shakhtar por 2-0. O clube representa um país que, oficialmente, não exista: a Transnístria. Sheriff Tiraspol foi fundado em 1997 por antigos membros …

Costa foi dar um empurrão ao "amigo" Manuel Machado (e tirou da cartola uma maternidade para Coimbra)

Manuel Machado corre o risco de perder a autarquia e, por isso, António Costa foi dar-lhe um empurrão esta quarta-feira, com a promessa de uma nova maternidade que irá avançar três semanas depois das eleições. …

Entre críticas às “ciclovazias”, Medina ouviu mais e falou menos (e ainda houve um debate à esquerda)

O último debate dos candidatos à Câmara de Lisboa aconteceu ontem na RTP, sendo que os temas de maior destaque voltaram a ser a habitação, mobilidade, turismo e alterações climáticas. Os doze candidatos não pouparam esforços …

Farmácias já estão a aceitar reservas de vacinas contra a gripe

Este ano, as farmácias portuguesas vão voltar a administrar gratuitamente a vacina contra a gripe a pessoas com mais de 65 anos. Para já, ainda não há data para o início da venda e imunização, mas …

Golo de Taremi foi bem anulado? Especialistas esclarecem decisão

Muitos contestam a anulação do golo de Taremi já perto do fim da partida. Especialistas em arbitragem defendem que a decisão foi bem tomada. Atlético de Madrid e FC Porto empataram a zero na primeira jornada …

Nova espécie massiva de há 500 milhões de anos descoberta no Canadá

Espécie terá sido uma gigante dos oceanos, amedrontando presas com a sua carapaça, situada na zona da cabeça, que cobria dois terços do seu corpo. Uma equipa de cientistas descobriu na última semana um fóssil de …

Porque morrem tantos americanos?

Nos últimos 30 anos a esperança média de vida nos Estados Unidos da América não acompanhou as melhorias verificadas na Europa. "A América tem um problema relacionado com a morte". Assim começa uma análise, em espécie …

Já há turmas inteiras em casa devido a casos positivos de covid-19

As aulas da maioria das escolas arrancaram esta semana e já há turmas inteiras em casa, devido a casos positivos de covid-19. Tema será discutido na reunião do Infarmed, que acontece esta quinta-feira. Com o início …

Novo estudo indica que comer em excesso não é a principal causa da obesidade

A obesidade afeta grande parte da população e já é considerada umas das maiores epidemias do século XXI. Contudo, a ideia de quanto mais se come, mais propenso se está a ganhar peso pode ser …